==========================================================
Caro poeta Luiz Fontana: O BP em oração, quase de joelhos, agradece esta maravilha retirada do seu Blogbar, na calada da noite, para ouvir , sonhar e deliciar nossos ouvintes antes de dormir.OBRIGADO.

BOA NOITE !!!

( VHS)

nov
21
Posted on 21-11-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 21-11-2011


Eduardo Campos: incômodo para chefes petistas
==================================================

DEU NO JORNAL DIGITAL BRASIL247

Gilberto Prazeres

A pré-candidatura do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), à Prefeitura do Recife ainda não foi bem digerida por boa parte dos petistas pernambucanos. Apesar do discurso, assumido pelo prefeiturável, de que ele se apresentaria apenas como uma alternativa, uma vez que o próprio PT não definiu o nome de seu postulante – o prefeito João da Costa, até o momento, não goza da preferência da legenda – alguns petistas apostam numa estratégia maior do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que preside nacionalmente o PSB: a chamada “moeda de troca”.

Esse grupo de petistas afirma, em reserva, que o gestor estaria alimentando uma postulação socialista para, mais a frente, “entregar uma fatura” ao ex-presidente Lula e à presidente Dilma Rousseff. “Se o Fernando crescer, mas o PT chegar a um consenso em torno de um nome forte para a Prefeitura, no ano que vem, Eduardo deve levar o caso para Lula e Dilma. Aí, com certeza, ele vai cobrar uma fatura pesada para tirar o nome do ministro da disputa. É algo que pode muito bem ocorrer“, indicou um importante petista pernambucano.

Nos bastidores do PT, são dois os principais quadros projetados. O primeiro deles diz respeito a uma provável barganha que poderia ser feita pelos socialistas na discussão da chapa majoritária de 2014, para o Governo de Pernambuco. Como o governador Eduardo Campos não poderá mais concorrer à reeleição, o PT poderia pavimentar a candidatura do senador Humberto Costa ao comando do Executivo estadual. Neste prisma, Campos poderia negociar a manutenção da cabeça de chapa com o PSB, dando aos aliados, mais uma vez, a vaga ao Senado. Entretanto, o próprio governador pode ser candidato à Casa Alta.

Num segundo quadro, porém bem mais complicado, o governador Eduardo Campos pediria apoio de Lula e Dilma, caso a petista conquista a reeleição, para presidir a Câmara Federal. Há um entendimento, de bastidor, de que Campos poderia ser candidato a deputado federal, uma vez que não vislumbraria a exposição nacional que deseja estando no Senado. Neste caso, ele sairia candidato a deputado federal, em 2014, e iniciaria, na sequência, uma campanha para presidir a Casa. Com o bloco PSB/PSD cada vez mais afinado, o socialista poderia gozar da maioria da bancada e, com o apoio do Planalto, teria as credenciais de candidato imbatível.

Como presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Campos gozaria de uma exposição de dois anos, pelo menos, que poderia fortalecer de vez o seu nome como opção para presidir, no futuro, o País. O socialista estaria à frente das principais discussões do Brasil e sua posição como presidente da instituição, em relação aos principais problemas da economia, teria um peso real bem maior do que a de um senador isolado. “Ninguém sabe exatamente o que ele quer. Se vai buscar um mandato no Senado, se quer a Presidência da Câmara, a da República… Só se sabe que ele está buscando algo grande”, afirmou a fonte petista.

Recentemente, o jornal O Globo noticiou a preocupação do PT nacional em relação à movimentação de Eduardo Campos.

nov
21


Pilão Arcado
=================================

DEU NO IG/ECONOMIA

A Bahia terá uma usina de álcool em Pilão Arcado, na região do Vale do São Francisco. O projeto prevê investimentos de R$ 4 bilhões, valor 45 vezes maior que o PIB da cidade – o último relatório do IBGE indica que o total de riquezas geradas pelo município foi de R$ 89 milhões em 2008.

Vista do Rio São Francisco, em trecho na Bahia. Pilão Arcado terá usina de etanol de R$ 4 bilhões
O protocolo para instalação da usina já foi assinado e o anúncio oficial deve ser feito nas próximas semanas. A construção da unidade será feita por um consórcio formado por três sócios, afirmou uma fonte ligada ao projeto. Participam do negócio uma empresa da Bahia, uma de São Paulo e outra do Rio de Janeiro.
A Petrobras, por meio de sua subsidiária PBio, será um parceiro estratégico na usina. A estatal deve fechar acordo para comprar toda a produção da unidade, que deve superar todo o volume produzido pelo Rio de Janeiro por ano safra. Até agora, o Estado produziu 68,7 mil metros cúbicos de álcool na safra 2011/2012, de acordo com dados do Ministério da Agricultura.
As negociações com a estatal estão em fase avançada, segundo uma pessoa próxima às empresas. Também não está descartada a participação da Petrobras como sócia no projeto, afirmou a fonte. Procurada pelo iG, a assessoria de imprensa da Petrobras informou que a empresa não vai comentar o assunto.
José Sergio Gabrielli, presidente da estatal, disse em agosto que a companhia tem planos de ampliar sua participação societária em produtoras de etanol no Brasil. Também está sendo considerada a possibilidade de construir usinas próprias.
A meta é aumentar de 5,3% para 12% a participação da Petrobras na produção nacional de etanol até 2015. Para isso, a estatal planeja investir R$ 1,9 bilhão em etanol e R$ 1,3 bilhão na área de logística para o combustível.
Os planos da Petrobras no setor de etanol ganharam força após a união da multinacional Shell e da brasileira Cosan, que anunciaram em fevereiro a criação da Raízen. A empresa tem participação de 18,4% no mercado de etanol brasileiro.

Álcool no sertão

A usina de Pilão Arcado, a cerca de 800 quilômetros de Salvador, é um passo no sentido de criar um projeto de álcool na região do sertão baiano. O Estado tem recebido diversos investimentos no setor nos últimos anos, mas os projetos têm se concentrado no extremo sul da Bahia.
Para analistas, fabricar etanol na região do Vale do São Francisco é bastante interessante do ponto de vista comercial. Os projetos de irrigação viabilizam a produção de cana de açúcar na região e a possibilidade de utilizar transporte fluvial reduz os custos logísticos. Além disso, a localização da usina facilitará o acesso a mercados do Norte e Nordeste do País.
Pilão Arcado tem pouco mais de 32 mil habitantes, segundo o Censo 2010 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com dois séculos de história, a cidade originalmente ficava às margens do Rio São Francisco. Mas a construção da barragem de Sobradinho, na década de 1970, alagou as cidades ribeirinhas e fez com que surgisse uma nova Pilão Arcado, a cerca de 25 quilômetros do local de fundação da cidade.


DEU NA FOLHA

O principal órgão encarregado de fiscalizar o Poder Judiciário decidiu examinar com mais atenção o patrimônio pessoal de juízes acusados de vender sentenças e enriquecer ilicitamente, informa reportagem de Frederico Vasconcelos e Flávio Ferreira, publicada na Folha desta segunda (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

A Corregedoria Nacional de Justiça, órgão ligado ao Conselho Nacional de Justiça, está fazendo um levantamento sigiloso sobre o patrimônio de 62 juízes atualmente sob investigação.

O trabalho amplia de forma significativa o alcance das investigações conduzidas pelos corregedores do CNJ, cuja atuação se tornou objeto de grande controvérsia nos últimos meses.

Associações de juízes acusaram o CNJ de abusar dos seus poderes e recorreram ao Supremo Tribunal Federal para impor limites à sua atuação. O Supremo ainda não decidiu a questão.

Leia mais na edição impressa da Folha desta segunda-feira, que já está nas bancas.

nov
21

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

O ex-Presidente do Brasil , Luis Inácio Lula da Silva, começa hoje a segunda fase de tratamento contra o câncer na laringe, que lhe foi diagnosticado há três semanas, informa a imprensa brasileira.

Lula da Silva já se encontra no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde receberá o tratamento de quimioterapia.

A primeira fase da quimioterapia começou no dia 1 de Novembro e as previsões apontam para que o político receba ainda outras duas sessões até ao final do ano.

Na última semana, Lula da Silva, antecipando os efeitos da quimioterapia, raspou o cabelo e a barba, mantendo apenas um bigode.

A próxima etapa do tratamento, que deverá começar em 2012, deverá incluir também sessões de radioterapia.

Segundo os médicos, o tumor de Lula da Silva foi diagnosticado num estágio intermediário e possui alta probabilidade de cura.


=================================
SABES MENTIR – LETRA

“Sabes mentir Hoje eu sei que tu sabes sentir Um falso amor Abrigaste em meu coração Sempre a iludir Tu falavas com? tanto ardor Dessa paixão Que dizias sentir Mas tudo agora acabou Para mim terminou a ilusão Hoje esse amor já findou E afinal para que amar Sempre a iludir Tu beijavas com afeição Sempre a fingir Uma falsa emoção ”

BOM DIA!!!

(VHS)


==================================
OPINIÃO POLÍTICA

O caso Chalita

Ivan de Carvalho

O presidente Lula já avisou que quer conversar com Gabriel Chalita, presidente da seção municipal do PMDB de São Paulo.

Em 2008, Chalita, pela coligação PSDB-PHS, foi o vereador mais votado na capital paulista, com 102 mil votos. Em 2010, já no PSB, ele foi eleito deputado federal com a segunda maior votação, 560 mil votos. Em maio de 2011, deixou o PSB para atender a convite do vice-presidente da República, Michel Temer, ex-presidente nacional do PMDB e ex-presidente da Câmara dos Deputados.

O convite foi para ingressar no PMDB, assumir o controle e a presidência deste partido na capital paulista e tornar-se o candidato da legenda nas eleições do ano que vem para a prefeitura de São Paulo.

A prefeitura, que duas vezes já esteve nas mãos do PT – a primeira com Luiza Erundina, a segunda com Marta Suplicy – estará completando no fim do ano que vem oito anos fora do controle petista: um mandato dividido entre José Serra e Gilberto Kassab e outro exercido integralmente por este último político, que se elegeu pelo Democratas com apoio mal dissimulado dos serristas do PSDB, mas hoje é o principal responsável pelo PSD, que tomou a iniciativa de fundar.

O PT está fazendo tudo que pode para recuperar a prefeitura de São Paulo. Tanto pelo poder que essa prefeitura representa – o município de São Paulo tem o terceiro maior orçamento do país, atrás apenas da União e do Estado de São Paulo – como estratégia para tentar finalmente, em 2014, tomar dos tucanos, principal partido da oposição, seu principal baluarte, o governo paulista.

Realmente, se o PT, em 2012, recuperar a prefeitura paulistana e, nas eleições de 2014, conquistar mais uma vez a presidência da República e arrebatar das oposições o governo do Estado de São Paulo, tudo estará indicando que as oposições, já muito enfraquecidas hoje, poderão entrar em coma profundo e prolongado.

Daí a importância extraordinária que o PT, mesmo com todo o poder de que já desfruta hoje, vem dando à disputa pela prefeitura de São Paulo, a ponto de – principalmente por ação do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff – obrigar os demais aspirantes petistas a desistirem, especialmente a senadora e ex-prefeita Marta Suplicy.

Somente o senador Suplicy, o bravo Dom Quixote brasileiro, ainda resiste, tentando o milagre de disputar com o candidato Fernando Haddad, ainda ministro da Educação, prévias que o comando petista tem como ponto de honra impedir que se realizem, levando a resistência a elas a um ponto nunca antes observado.

E o que tem com isso o peemedebista Gabriel Chalita? Lula quer conversar com ele para argumentar e pedir que desista da candidatura a prefeito e apóie o candidato que ele, Lula, escolheu para o PT, o ministro Haddad, que Dilma herdou do governo do ex-presidente, junto com vários outros ministros.

O PMDB sabe de todas essas coisas, mas aproveitou o seu tempo de propaganda partidária gratuita no rádio e na televisão, no fim de semana, para fazer uma campanha publicitária de lançamento de Chalita para o país. Na TV Chalita foi o astro, após o que Michel Temer aparecia rapidamente como que apenas para confirmar, com uma frase que incluía “governabilidade”.

A lei não permitia falar em eleições, em candidatura. Mas ficou claro do que se tratava. Depois do lançamento nacional, em grande estilo ainda que implícito, de um candidato a prefeito – que evidentemente se beneficia disso junto ao eleitorado paulistano – fica muito mais difícil para Lula e o PT pedirem a desistência da candidatura e muito menos difícil para o PMDB dizer não e começar a por em prática a estratégia de não continuar sendo caudatário de outro partido, conduta que levou ao coma talvez irreversível o PFL, depois DEM.

nov
21
Posted on 21-11-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 21-11-2011


Amorim, hoje, no site A Charge Online
http://www.chargeonline.com.br/


Luizinho Sobral (PTN) vai para o embate
com Zé das Virgens (PT) em Irecê
=================================
As principais lideranças de Oposição ao governo do Estado – deputado federal Lúcio Vieira Lima e Geddel Vieira Lima, pelo PMDB; Antonio Imbassahy, Jutahy Magalhães e Sérgio Britto, pelo PSDB; José Carlos Aleluia, Paulo Souto e ACM Neto, pelo DEM; César Borges e José Carlos Araújo pelo PR, representantes de mais de dez legendas, deputados federais e estaduais e lideranças políticas de Irecê, se esta manhã de segunda-feira ( às 11h) na liderança da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia. O grupo vai lançar a pré-candidatura do deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) a prefeito de Irecê.

Esta será a primeira vez que todos os partidos de Oposição ao governo petista no estado se reúnem para o lançamento de uma pré-candidatura única. O encontro, que promete ser o primeiro de uma série (segundo os organizadores), acontece na sala da Liderança da Oposição, Prédio Jutahy Magalhães, 3º andar, no Centro Administrativo da Bahia.

Hora de definiões. E agora, Zé das Virgens?

  • Arquivos

  • novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930