nov
07
Postado em 07-11-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 07-11-2011 21:52


Murray: algemas no tribunal depois da condenação
========================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

O médico Conrad Murray foi condenado, esta segunda-feira, por homícidio involuntário do cantor Michael Jackson, em 25 de Junho de 2009. O médico pessoal do popstar incorre numa pena, que só será conhecida a 29 de Novembro, até quatro anos de prisão e à perda da carteira profissional.

Conrad Murray, 58 anos, negou em tribunal ter administrado uma dose excessiva de propofol, um sedativo extremamente poderoso, que causou a morte ao cantor americano, a 25 de Junho de 2009.

À porta do tribunal de Los Angeles, dezenas de pessoas aguardaram a leitura da sentença, empunhando cartazes pedindo justiça e gritando “Culpado! Culpado”. Quando o veridito foi conhecido, ouviram-se aplausos.

Desde a passada sexta-feira que o júri, composto por sete homens e cinco mulheres, analisaram toda a prova produzida em tribunal para emitir um veredito.

O médico, de 58 anos, saiu da sala de audiências algemado e ficará sob detenção até voltar a comparecer perante o juiz, no final deste mês.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930