A Scotland Yard deteve mais um jornalista do grupo midiático de Rupert Murdoch, a News International. Trata-se de um editor do tablóide “The Sun”, que é suspeito de ter pago subornos a agentes da polícia, para conseguir informações confidenciais como contatos da família Real britânica.

O suspeito é Jamie Pyatt, adianta o Guardian. O jornalista, de 48 anos, é editor do noticiário local do The Sun, onde trabalha desde 1987. É o sexto a ser detido na sequência da “Operação Elveden”, montada em Julho para investigar acusações de que estavam a ser alvo elementos da polícia e jornalistas da cúpula do News of the World.

A polêmica foi fatal para o semanário, que também fazia parte da carteira de títulos da News International. Desde então, a investigação da Scotland Yard às atividades ilícitas dos jornais no Reino Unido obrigou a levar para o terreno mais duas operações – intituladas “Weeting” e “Tutela” –, que resultaram na detenção de 16 pessoas, por escutas ilegais de telefones.

A News International recusa comentar a detenção de um dos seus funcionários. A própria Scotland Yard não confirma o nome de Jamie Pyatt, como avança o Guardian. A polícia metropolitana de Londres reconhece apenas ter detido um homem de 48 anos, por suspeita de corrupção, no âmbito da “Operação Elveden”.

De resto, sabe-se que o suspeito foi interceptado fora da capital britânica, nesta sexta-feira de manhã. Foi levado para uma delegacia do sudoeste londrino, aonde chegou por volta das 10h30.

A detenção acontece um dia depois de a Scotland Yard ter confirmado que o número de vítimas de escutas ilegais envolvendo jornais ascendia às 5800, mais duas mil do que as que tinham sido admitidas anteriormente. Quanto aos subornos, que se mantiveram durante “vários anos”, a quantia recebida pelos agentes da polícia está estimada em 130 mil libras (151 mil euros).

(Com informações do PÚBLICO, de Portugal)

O PPS Bahia batizou com o nome de Jorge Amado, o falecido escritor e ex-deputado constituinte pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), o seu XVII Congresso.O encontro se se realizará este sábado, dia 5, das 8h às 17h, no auditório do Hotel Sol Barra, no Porto da Barra, em Salvador.

“Político, dramaturgo, jornalista, poeta, cronista, literário, crítico, Jorge Amado traduz-se então na simbologia pura da Cultura Nacional, além de ter um papel fundamental na luta pela democratização do nosso país. A história desse importante escritor honra o nosso passado e norteia o nosso futuro”, justificou o presidente estadual do PPS, Ederval Xavier, mais conhecido como Poly.

nov
04
Posted on 04-11-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2011


====================================================
” Bachianas Brasileiras no. 5 “, de Heitor Villa Lobos, com Sam Most, na flauta,o grande maestro Lalo Schifrin, ao piano, Andy Simpkins, no baixo, e Earl Palme, na bateria, som de primeira classe para uma boa viagem no boa bossa noite do BP

(Gilson Nogueira)

nov
04
Posted on 04-11-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 04-11-2011


Berlusconi: sob vigilância do FMI
=================================

A Itália pediu ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para acompanhar as políticas económicas e orçamentarias do país europeu, confirmou hoje o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

As palavras de Barroso, que falava em Cannes, no último dia da cúpula do G20 (a preesidente do Brasil, Dilma Rousseff, é uma das participantes) surgiram depois de fontes europeias citadas pela France Presse terem afirmado que a Itália tinha aceitado uma vigilância estrita dos compromissos assumidos por Roma para reduzir o déficit público pelo FMI em conjunto com a Comissão Europeia.

No entanto, fonte governamental italiana desmentiu posteriormente a existência de tal acordo, deixando entender que poderia ser formalizado de outra maneira.

A pressão dos mercados acentuou-se sobre a Itália, que na quinta-feira na cúpula do G20, comprometeu-se de novo a atingir o equilíbrio orçamental em 2013.

A cúpula de dois dias do G20 (grupo de 19 grandes economias mais a União Europeia, que em conjunto representam 80 por cento do PIB mundial), termina hoje e tem sido dominada pela crise das dívidas europeias

(Com informações do jornal português Diário de Notícias)

nov
04
Posted on 04-11-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 04-11-2011

DEU NO IG

O Presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5, Paulo Roberto de Oliveira Lima, suspendeu a liminar que determinava o cancelamento de 13 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para todo o Brasil. De acordo com a decisão, só ficarão sem efeito as 13 questões para os 639 alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, que tiveram acesso às perguntas antes da prova.

O juiz federal Luiz Praxedes Vieira da Silva, do Ceará, havia atendido uma recomendação do Ministério Público de anular itens do pré-teste realizado em 2010 que apareceram no exame de outubro. Ele havia baseado a decisão no fato de que “não seria possível afirmar que apenas os estudantes do 3º ano do Ensino Médio tiveram acesso às questões”. O iG mostrou na semana passada que pelo menos 320 alunos do cursinho do mesmo colégio também receberam o simulado com as perguntas.

Nesta sexta-feira, o presidente do TRF5 atendeu ao pedido de suspensão da liminar feito quinta (3/11) pela Advocacia Geral da União (AGU). De acordo com Oliveira Lima, a solução de manter a prova originalmente aplicada para o Brasil inteiro, inclusive o Ceará, e recalcular somente as provas feitas pelos alunos do Colégio Christus, é a mais razoável. “A liminar considerada atinge a esfera de interesses de cerca 5 milhões de estudantes, espraiando seus efeitos para o ingresso deles nas várias universidades públicas do País, com repercussão na concessão de bolsas, na obtenção de financiamentos e na orientação de políticas públicas. O assunto é grave e influi, sim, na organização da administração”, avaliou o presidente do TRF5 na sua decisão.

O magistrado acrescentou, no entanto, que nenhuma solução é boa e garante a isonomia. “Anular ‘somente’ as questões dos alunos beneficiados não restabelece a isonomia. É que eles continuariam a gozar, para o bem ou para o mal, de situação singular (afinal a prova, para os tais, findaria com menos questões). E certamente a solução não teria a neutralidade desejável, é dizer, o resultado não seria o mesmo, com e sem a anulação. De outro lado, anular as questões para ‘todos’ os participantes também não restauraria a igualdade violada”.

nov
04
Posted on 04-11-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2011


===========================================================

DEU NO SITE CULTURA BAIANA

Rosilda Oliveira

O samba vai reinar neste domingo, 6, na Casa Cor. Mart’nália é a terceira convidada do projeto Som na Praia, que acontece no Antigo Salvador Praia Hotel, a partir das 18h, e conta com o patrocínio da incorporadora Moura Dubeux. A incorporadora também é responsável pela construção do espaço onde é realizado o show: o Teatro da Praia, considerado uma atração a parte. O Teatro, com capacidade para 600 pessoas, tem uma deslumbrante vista para o mar, que fica ainda mais evidenciada com o pôr do sol, que acontece momentos antes dos shows. “O Teatro da Paria é um ambiente charmoso, que complementa o roteiro diferenciado e exclusivo da Casa Cor”, afirma o gerente de Marketing da Moura Dubeux, Bruno Perrelli.

O show apresentado pela cantora é “Mart’nália em África ao vivo”, lançado pela gravadora Biscoito Fino. O trabalho conta com músicas gravadas na Ilha de Luanda (África) e em uma roda de samba, gravada no Rio de Janeiro. “Cabide”, “Alívio”, “Para Comigo” e a interpretação de “Brasil Pandeiro” são canções garantidas na festa.

nov
04
Posted on 04-11-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 04-11-2011


=========================================
Lute, no Hojem em Dia (MG)


Depois de Brasilia e Sampa, Zé Dirceu
lançará livro em Salvador
==========================================
Dica da jornalista Maria Olivia Soares para o Bahia em Pauta

O ex-ministro da Casa Civil do governo Lula e acusado no processo do chamado mensalão, José Dirceu faz lançamento de seu livro em Salvador. Depois de lançar ‘Tempos de Planície’ em Brasília, Rio e São Paulo, chega a vez da capital baiana. A noite de autógrafos acontece sábado, dia 5, às 19h30, na Livraria Saraiva MegaStore, do Salvador Shopping.

No total, a obra contém 73 artigos, escritos entre 2006 e 2010, período em o autor já estava fora do governo. Os textos foram publicados em diversos meios de comunicação do país e estão organizados em oito capítulos temáticos. “Um de meus desafios é demonstrar que um militante não precisa de cargos e postos para travar o bom combate”, diz José Dirceu na introdução do livro.

Quentura e polêmica políticas praticamente garantidas para este sábado da friorenta e chuvosa primavera dos últimos dias em Salvador.

( Maria Olívia)


==================================

Por João Carlos Sampaio

Duas personalidades baianas estrelam cinebiografias, que estão na grade da 35ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Uma delas é Raul Seixas, cujo documentário teve exibição única no evento, ocupando três salas do Espaço Unibanco Arteplex, na última quinta-feira.

A outra é o político e guerrilheiro Carlos Marighella, cujo filme já contou com quatro sessões e ainda terá mais uma na próxima quinta-feira, no último dia do festival.

Raul – O Início, o Fim e o Meio é dirigido pelo cineasta e diretor de fotografia paraibano Walter Carvalho (o mesmo de Cazuza – O Tempo Não Para).

O filme foi ovacionado por um público que tinha muitos fãs do roqueiro baiano (muitos “sósias” na plateia).

A sessão inteira foi muito festiva, desde o anúncio, em primeira mão, feito pelos produtores, de que o filme estreará em circuito de cinema em todo Brasil a partir de janeiro.

Cronologia

Carvalho construiu uma cinebiografia muito informativa, com uma grande riqueza de imagens (muito material inédito de arquivo) e um trabalho de recuperação de áudio original primoroso.

Optou por uma abordagem bastante jornalística, seguindo a cronologia da vida do artista, desde os seus primeiros passos na Bahia dos anos 1940, até a sua morte, em agosto de 1989, justamente quando saía de um período de ostracismo, arrastado pela parceria com outro roqueiro baiano, Marcelo Nova (ex-Camisa de Vênus).

O filme consegue depoimentos esclarecedores, das mais diversas fontes. Traz todas as mulheres e amantes conhecidas de Raul Seixas, seus parceiros, incluindo o escritor Paulo Coelho, e os colegas de geração. Nomes como Caetano Veloso e Zé Ramalho aparecem falando de suas ligações com o “Maluco Beleza”.

Mistérios

O filme perpassa todas as fases dos 26 anos de carreira, as ligações com a magia negra, com o misticismo, os altos e os baixos da carreira. Não toma partido e deixa que o espectador julgue os assuntos mais delicados.

Engrandece o personagem, revelando a complexidade do homem e do artista, deixando no ar também alguns pequeninos e valorosos mistérios, que consolidaram o mito em torno de sua figura.

nov
04


======================================
OPINIÃO POLÍTICA

O que sobra no SUS

Ivan de Carvalho

É muito raro, mas acontece. No Distrito Federal, em 2001, um desembargador do Tribunal de Justiça do DF emitiu mandado de prisão contra o secretário de Saúde do governo de Joaquin Roriz, por desobediência à ordem judicial para que a Secretaria fornecesse a um paciente determinado remédio.
Ante a ordem judicial de prisão, a Secretaria de Saúde afirmou que tinha o medicamento em estoque e o forneceu imediatamente, livrando com isso o titular da pasta de ser preso. Mas desde então o Sistema Único de Saúde no Distrito Federal (como na quase totalidade das outras unidades federadas) não cessou de piorar, exceto, talvez, quanto a um ou outro detalhe afogado pela deterioração geral.

Assim é que, para permanecermos no Distrito Federal, no Dia de Finados (2), uma mulher morreu indevidamente no Hospital de Base de Brasília. Ela precisava desesperadamente de estar numa Unidade de Tratamento Intensivo, mas não havia vaga na UTI do Hospital de Base e o sistema de informática que deveria ter apontado onde havia uma UTI com vaga na rede pública havia “caído”.

Impressionante é que, sem ele – o sistema de informática que servia a alguma “central de regulação” – nada podia o SUS fazer por aquela cidadã que vinha ajudando a sustentá-lo com os tributos que pagava com tanto sacrifício, já que era pobre.

Nem mesmo, por exemplo, pôde o diretor-médico do Hospital de Base ligar para alguém com a necessária autoridade na Secretaria de Saúde (o secretário, digamos) e este mandar uma ambulância levar a mulher imediatamente para a UTI de uma casa de saúde particular, por conta do SUS, já que este estava incapaz de atuar para salvar aquela vida internamente, embora esteja o SUS “perto da perfeição”, segundo nos garantiu, perto do final de seu segundo mandato, o então presidente Lula, talvez por equívoco. Ou não.

Hoje não é mais Joaquim Roriz o governador do Distrito Federal, mas Agnelo Queiroz, do PT, que foi ministro do Esporte, onde precedeu ao ex-ministro Orlando Silva (tão baiano quanto Queiroz) quando integrava o PC do B que Orlando Silva ainda integra. Mas o assunto aqui, hoje, não é esporte, é saúde e doença, vida e morte.

Bem, no dia 28 de outubro o desembargador J.J. Costa de Carvalho, do Tribunal de Justiça do DF, expediu mandado de prisão contra o secretário de Saúde do governo Agnelo Queiroz, por desobediência a ordem judicial. Determinou que o secretário Rafael de Aguiar Barbosa fique preso até que a Secretaria cumpra decisão liminar expedida em 9 de setembro, mandando o órgão fornecer dois medicamentos indispensáveis a um hemofílico, o que não foi feito, com agravamento de suas condições de saúde.

Ante a resistência, pirraça ou negligência do secretário que não obedeceu inicialmente à ordem judicial, o desembargador por duas vezes deu prazo de 24 horas para que a decisão liminar fosse atendida. E finalmente no dia 28 último determinou a prisão. O secretário entrou com um recurso, que foi para as mãos do desembargador de plantão no feriado do dia 2. Ele disse que não se pronunciaria e ontem o recurso voltou para o desembargador-relator do processo, J.J. Costa de Carvalho, que até o início da noite não havia feito conhecer sua decisão.

Falta de fornecimento de medicamentos devidos tem sido uma constante no SUS (inclusive de medicamentos de baixíssimo custo) assim como a falta de vagas nas UTIs.
No SUS sobram somente filas, mortes evitáveis, desespero e lágrimas.

  • Arquivos

  • novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930