out
22
Postado em 22-10-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 22-10-2011 12:19


=============================================

Deu no jornal português Diário de Notícias

Um antigo médico do presidente da Venezuela, que se pronunciou sobre a estimativa de vida de Hugo Chavez anunciou hoje, em carta pública, que teve de abandonar de “maneira abrupta” o país.

“Os acontecimentos posteriores obrigaram-me a sair do país com a minha família, de maneira abrupta, algo que não desejava e não tinha planeado fazer”, explica o médico, Salvador Navarrete.

No último domingo Salvador Navarrete, antigo médico de Hugo Chavez e militante do Partido Socialista Unido da Venezuela, revelou a um jornal mexicano que o tumor extraído a Hugo Chavez é “muito agressivo” e que “a expectativa de vida pode ser de até dois anos”.

Na carta divulgada hoje o médico explica que as suas declarações tiveram por base “informação oficial” e a sua condição profissional, afirmando estar preocupado “que o presidente e o seu entorno político não conheçam a magnitude da sua doença, que tem sido tratada com um completo hermetismo”.

“As consequências de um desenlace fatal e a importância de informar tanto a sua organização e grupos que o apoiam, como os grupos políticos que o contestam, foram as razões que me levaram a abordar este delicado assunto”, explica.

Para Navarrete, o desaparecimento de Hugo Chávez neste momento “poderia ser mais traumático do que os políticos percebem”.

Be Sociable, Share!

Comentários

Graça Azevedo on 23 outubro, 2011 at 18:46 #

Na Venezuela tudo é segredo… da falta de luz à falta de vergonha!


Mariana on 24 outubro, 2011 at 9:13 #

Boa, Graça, esta sua frase é tudo de verdade! O regime imposto por Chaves não cabe mais nos nossos dias…Fora Chaves…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2011
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31