A esquerda francesa conquistou hoje, pela primeira vez em mais de 50 anos, a maioria absoluta na câmara alta do parlamento (Senado), sete meses antes das eleições presidenciais, anunciou um dirigente socialista.

Os socialistas, que às 19:00 em Paris já tinham 22 lugares, estavam dependentes do resultado do departamento da Mancha (noroeste) para conseguir os 23 necessários à maioria absoluta, de acordo com a agência noticiosa francesa AFP.

Alguns minutos depois, o 23.º senador socialista foi eleito e a maioria conquistada, antes mesmo de conhecidos os resultados nos departamentos ultramarinos franceses de Martinica e Guadalupe, que não deverão alterar o resultado final.

“A esquerda conseguiu pela primeira vez a alternância” no Senado, congratulou-se Jean-Pierre Bel, líder dos senadores socialistas que, teoricamente, poderá suceder na presidência daquela câmara a Gérard Larcher, do partido da direita UMP (União para um Movimento Popular) do Presidente de França, Nicolas Sarkozy.

Este escrutínio destinava-se a renovar 170 dos 348 lugares no Senado.

A porta-voz do governo de direita, Valérie Pécresse, afirmou «lamentar» este resultado para o presidente cessante do Senado e para os senadores da maioria presidencial.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2011
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930