ago
29
Posted on 29-08-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 29-08-2011


Strauss Kahn: dia de desculpas no FMI
================================================

Dominique Strauss-Kahn pediu desculpas esta segunda-feira, 29, aos funcionários do Fundo Monetário Internacional (FMI) numa reunião na sede da organização, em Washington, segundo revelou uma testemunha à agência de notícias europeia AFP.

De acordo com essa pessoa, que pediu o anonimato, o ex-diretor do FMI, que desocupou o lugar após ser acusado de crimes sexuais, pediu desculpa a todos os que ficaram magoados com «toda esta história» e lamentou o «impacto negativo» que o assunto teve na instituição.

Strauss-Kahn, que falou perante várias centenas de pessoas, elogiou o pessoal do FMI e considerou os anos que passou na instituição como os mais interessantes da sua carreira.

Segundo a mesma fonte, a reunião teve uma «atmosfera positiva» e alguma emoção.

Segundo Paulo Nogueira Batista, representante do Brsail, Dominique Strauss-Kahn recebeu um generoso aplauso.

(Informações da AFP e do portal europeu TSF)

ago
29
Posted on 29-08-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 29-08-2011

DEU NO IG

A esposa e os filhos do ex-líder líbio, Muamar Kadafi, fugiram para a Argélia nesta segunda-feira, segundo o ministério argelino dos Negócios Estrangeiros. O governo da Argélia informou que a família está no país vizinho, após negar rumores no fim de semana.

Estão na Argélia a esposa de Kadafi, a filha, dois filhos e netos. O governo argelino não disse se Kadafi foi com a família. Segundo a nota do governo, o secretário-geral do Conselho de Segurança e o chefe do governo de Transição líbio foram informados.

A informação foi dada no momento em que os conflitos entre os dois lados se intensifica em Sirte, cidade do sul da Líbia que era a sede da tribo de Kadafi e o último bastião de seu regime. Ao mesmo tempo, os rebeldes estão consolidando o controle da capital Tripoli.

Apesar do governo de Kadafi ser considerado efetivamente encerrado, os rebeldes que tomaram o poder ainda buscam encontrar o ex-líder e membros da sua família.

Rebeldes já haviam dito no fim de semana que viram seis carros blindados cruzando o sul do país possivelmente com familiares de Kadafi em direção à Argélia, mas o ministério das Relações Exteriores do país vizinho negou.

Ahmed Jibril, um assessor do Conselho Nacional de Transição disse a Líbia vai “exigir que as autoridades argelinas entreguem a família para ser julgado perante tribunais líbios.”

Leia matéria completa no IG

ago
29

DEU NO IG (ÚLTIMO SEGUNDO)

O técnico Ricardo Gomes segue internado em coma induzido na UTI do Hospital Pasteur, no Méier, Zona Norte do Rio, após ser submetido a uma cirurgia para drenagem de um coágulo do lado direito do cérebro na noite de domingo. Na manhã desta segunda-feira, um novo boletim médico foi divulgado. O quadro segue estável, mantendo o prognóstico pós-operatório de aguardar as próximas 72 horas para saber se há riscos de sequelas.

Além da família do treinador, o meia Felipe e os médicos Manoel Moutinho e Alexandre Campelo também estiveram no hospital pela manhã. Ricardo Gomes segue sedado. O quadro é estável, mas ele ainda corre risco de vida. Respirando por aparelhos, não foi descartada a possibilidade de nova cirurgia. Para Campelo, o tempo entre o início da formação da hemorragia e a operação foi fundamental para ter evitado a morte do treinador.

“Felizmente, entre o início do quadro e a cirurgia houve duas horas, tempo rápido para o caso. É cedo para falar e sequelas. Nossa maior preocupação é com o hematoma intracraniano. Ele respira por aparelhos e mantém os sinais vitais. Sem dúvidas, o estado é grave, mas o que nos deixa otimistas é que, com a drenagem, houve regressão do quadro”, comentou Campelo.

(Leia mais sobre o caso no jornal Valor(online)
http://www.valor.com.br/politica

Dirceu: “é de morrer de rir”
============================================
DEU NO JORNAL VALOR

Daniel Rittner

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu reagiu com indignação à matéria publicada pela revista “Veja” no fim de semana e afirmou que apoia incondicionalmente o governo da presidente Dilma Rousseff.

Em conversa há pouco com o Valor, Dirceu disse que é “de morrer de rir” a insinuação de que conspirava com ministros, senadores e deputados para aproveitar-se politicamente da queda do ex-ministro Antonio Palocci, que pediu demissão no começo de junho após suspeitas em torno da evolução do seu patrimônio.

“Até as pedras sabem que eu sou governista. Pode ter alguém que apoie tanto quanto eu (o governo Dilma), mas é difícil”, afirmou.

Referindo-se à matéria como “a piada do ano”, Dirceu minimizou o fato de ter se encontrado com autoridades em um andar reservado de um hotel, em Brasília.

“Isso é natural, eu tenho todo o direito de fazer política. Que eu encontro com parlamentares, com políticos, com governadores, isso é sabido. Eu viajo pelo Brasil, sou recebido, faço debates, faço palestras”, afirmou Dirceu.

O ex-ministro disse não ver nada de estranho em ter recebido ele mesmo a visita das autoridades, e não o contrário. “Por que eu não vou ao Congresso? Porque eu fui cassado. Eu só vou ao Congresso no dia em que ele me der anistia. É o mínimo de dignidade que eu tenho que ter, já que fui vítima de uma violência jurídica. Depois que o Supremo me absolver, que eu espero que ocorra o mais rápido possível, vou pedir anistia ao Congresso”.

Dirceu contestou os métodos usados por “Veja” para obter as imagens usadas na reportagem e disse que houve tentativa de invasão do seu quarto no hotel. Ele comparou o episódio ao escândalo dos grampos feitos pelo jornal sensacionalista britânico News of the World, do magnata Rupert Murdoch.

“A matéria em si não diz nada. O grave é a violação da lei. O hotel já pediu uma investigação para a Polícia Civil e para a Polícia Federal. Isso é o equivalente ao que acontecia na Grã-Bretanha, nas empresas do Murdoch”.

===========================================
Andança

(Edmundo Souto, Danilo Caymmi / Paulinho Tapajós)

Vim tanta areia andei
Da lua cheia eu sei, uma saudade imensa
Vagando em verso eu vim vestido de cetim
Na mão direita rosas vou levar
Olha a lua mansa a se derramar
Ao luar descansa meu caminhar
Meu olhar de festa se fez feliz
Lembrando a seresta que um dia eu fiz
Já me fiz a guerra por não saber
Que esta terra encerra meu bem querer
E jamais termina meu caminhar
Só o amor me ensina onde vou chegar
Rodei de roda andei, dança da moda eu sei
Cansei de se sozinha
Verso encantado usei, meu namorado é rei
Nas lendas do caminho
Onde andei
No passo da estrada só faço andar
Tenho a minha amada a me acompanhar
Vim de longe léguas cantando eu vim
Já não faça tréguas, sou mesmo assim
Contracanto:
Me leva amor
Amor
Me leva amor
Por onde for quero ser seu par
————————————
Musica na caixa ( como diz Olivia) e na veia para começar a semana.

BOM DIA!!!

(VHS)

Millor e a corrupçao:aqui é diferente

==============================================
Deu na coluna Em Tempo, assinada pelo jornalista Alex Ferraz na Tribuna da Bahia.

Uma dica
importante!
A advertência é da Polícia Federal: ao entregar cópia (xerox) de documento pessoal, como Carteira de Identidade, para fins de crediário ou outros, as lojas ou órgãos públicos, é aconselhável fazer duas linhas paralelas, como se usa no cheque cruzado, e escrever no espaço o nome de quem está recebendo a cópia e a finalidade da cópia. Isso evita fraudes que podem trazer grandes prejuízos.

Enquanto isso,
no Japão… (I)
O governo da província de Fukushima, destruída por terremoto e tsunami no início do ano, decidiu devolver à Cruz Vermelha o equivalente a cerca de 180 milhões de reais não utilizados na recuperação da região.
Nem de longe o Japão é um país livre da corrupção, mas, como disse Millor Fernandes, “existe corrupção em várias partes do mundo, a maioria delas no Brasil.”

Enquanto isso,
no Brasil…
No Rio de Janeiro, diversas cidades serranas arrasadas pelas chuvas que mataram mais de mil pessoas no começo deste ano continuam em ruínas, sem obras, e os escândalos de desvio do dinheiro enviado para sua recuperação pipocam a todo momento. Não somos um país sério.

Leia a íntegra da coluna de Alex Ferraz na edição impressa da TB


Cesar Borges (com Geddel): calado na sucessão em Salvador

==============================================


OPINIÃO POLÍTICA

Unidade da oposição

Ivan de Carvalho

No fim de semana a pretendida unidade nas eleições de 2012 para prefeito de Salvador foi tema de declarações dos principais partidos de oposição ao governo estadual – o PMDB, o DEM e o PSDB, aos quais talvez se possa acrescentar o PR, presidido na Bahia pelo ex-senador e ex-governador César Borges e que esteve na oposição nas eleições estaduais de 2010.

Até porque não parece haver espaço para o PR no lado governista, ressalvada, claro, a improvável hipótese de ocorrer uma daquelas guinadas espetaculares, quase diria estupefacientes, a que às vezes levam as articulações políticas.

Mas César Borges tem se mantido calado sobre o tema da sucessão municipal, talvez para não criar dificuldades em nível nacional, mas certamente para não embaraçar o deputado Maurício Trindade, que se coloca como candidato da legenda à prefeitura e em nenhum momento foi desautorizado em sua atitude. Há que dar tempo a César Borges, a Maurício Trindade e à legenda deles.

Quanto aos outros três partidos citados, as declarações, no fim de semana, de Geddel Vieira Lima, principal líder do PMDB na Bahia, Antonio Imbassahy, presidente estadual do PSDB e José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, deixam claro que há uma compreensão consolidada de que para disputar a prefeitura com chances expressivas de vitória as oposições precisam unir-se em torno de uma candidatura.

Não podem se dispersar no primeiro turno, na presunção de que uma união na rápida campanha para o segundo turno seria suficiente. “A necessidade é o nosso paradigma. É o que nos une”. A declaração é do ex-deputado Aleluia, presidente DEM, e sintetiza a compreensão da conjuntura política.

Esta conjuntura – e a história político-eleitoral recente não deixa margem a dúvida – mostra que as oposições terão de enfrentar, além das máquinas partidárias da base do governo estadual, três máquinas estatais que têm a capacidade de exercer forte influência no curso da campanha. São, evidentemente, as máquinas federal, estadual e municipal.

As oposições vão torcer para que a base do governo não consiga apresentar-se unida para o primeiro turno e atualmente ela não está unida. Haverá dificuldades para se chegar à unidade, pois vários partidos da base acenam com candidaturas próprias e algumas delas buscam atender a interesses de sobrevivência partidária, mas o governador Jaques Wagner e o PT vão fazer (já estão fazendo) todo o esforço possível para que haja a unidade, desde que em torno do candidato a prefeito do PT, pois desta condição o PT não abre mão. Se a base governista se unir, seu candidato entrará muito forte na campanha e, se encontrar uma oposição enfraquecida pela desunião, haverá nocaute.

A compreensão deste quadro é que está levando as oposições a avançarem na articulação da unidade em torno de um candidato, como ressaltaram no fim de semana, além de Aleluia, Imbassahy e Geddel Vieira Lima. Os três nomes disponíveis estão aí – ACM Neto, do Democratas, Imbassahy, do PSDB e o radialista e ex-prefeito Mário Kertész, que não está filiado a nenhum partido, mas que já integrou o PMDB e voltaria a esta legenda, se a opção de unidade oposicionista for por lançá-lo candidato e pesquisas eleitorais indicarem boa posição. Eventualmente, o deputado Maurício Trindade, do Partido da República, poderia ser incluído na lista, para exame e articulações.

Não é fácil a escolha do nome. Se fosse, a unidade já estaria consumada

ago
29
Posted on 29-08-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 29-08-2011


=================================================
Nani, hoje, no site Charge Online

  • Arquivos