ago
22
Postado em 22-08-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 22-08-2011 19:46

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

De acordo com informações adiantadas pela imprensa norte-americana, os procuradores aconselharam esta segunda-feira que todas as acusações contra o antigo presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI) fossem levantadas mas oficialmente os documentos não foram tornados públicos e não se conhecem ainda detalhes.

A queixosa, Nafissatou Diallo, e o seu advogado, Kenneth Thompson, reuniram-se esta segunda-feira brevemente com os procuradores, esperando-se já que as acusações fossem reduzidas ou totalmente retiradas.

O advogado de Nafissatou Diallo denunciou um erro da justiça, depois de a sua cliente se ter reunido com o procurador de Nova Iorque: «O procurador de Manhattan Cyrus Vance recusa o direito à justiça a uma mulher vítima de violação», afirmou Kenneth Thompson.

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 23 agosto, 2011 at 11:31 #

É, de fato, Strauss Kahn é um homem perseguido e injustiçado. As denúncias que pessam contra ele, da camareira Nafissatou Diallo , e outras mulheres que se manifestaram sobre o fato de ele ser um tarado contumaz, não passam de um complô. São todas elas oportunistas, estão à procura de holofotes, dinheiro ou, quem sabe, a serviço de “forças da direita” que buscaram minar sua candidatura à presidência da França pelo partido socialista. Coitadinho!


regina on 23 agosto, 2011 at 13:24 #

Não é bem assim o que o arquivamento do caso quer dizer, cara Rosane. A mulher, vítima, eu diria quase com certeza, de um ato violento de caráter sexual (evidente nos autos), caiu em tentação ao mentir no seu depoimento sobre fatos relevantes ao caso, logo após o acontecido. De acordo com seu próprio depoimento, ela teria voltado ao quarto, palco do acontecimento, e outro, antes de contactar seus supervisores para notificar a agressão, embora em principio tenha dito aos investigadores que havia esperado no corredor que o Sr. Strauss-Kahn saísse do quarto. Logo depois de saber a identidade do seu agressor, ela teria tentado “ganhar proveito” da situação, e já teria um processo civil correndo paralelo ao criminal. Acordos serão feitos, tenho certeza, e o dinheiro, como sempre, será a forma de substituir a credibilidade! PENA!!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos