==================================================
Os procuradores de Manhattan vão, de acordo com o jornal “New York Post”, pedir esta terça-feira ao juiz que deixe cair as acusações contra o ex-diretor do FMI. A notícia surge um dia depois de o advogado da suposta vítima ter admitido esse receio.

De acordo com o “New York Post”, na terça-feira, os procuradores vão apresentar uma moção a pedir o arquivamento do processo contra Dominique Strauss-Khan por considerarem que não será possível provar a sua culpa sem dúvida razóavel devido àquilo que consideram falta de credibilidade da camareira Nafissatou Diallo.

Uma fonte do jornal acredita que a moção incluirá fatos inéditos que atacam a credibilidade da mulher que acusa Strauss-Khan de violação, a 14 de Maio, num hotel de Nova Iorque.

No sábado, o advogado de Nafissatou Diallo, a empregada de hotel que acusou o ex-director do FMI de violação disse acreditar que os procuradores planejam retirar acusações contra Strauss-Kahn.

Em declarações ao jornal “The New York Times”, Kenneth Thompson afirmou que a procuradoria de Manhattan convocou um encontro com a sua cliente para segunda-feira, um dia antes de Strauss-Kahn se deslocar ao tribunal.

Esta é a segunda vez que o jornal “New York Post” avança que o MP vai deixar cair as acusações contra Strauss-Khan. Em Julho, o tablóide escreveu que isso iria acontecer na audiência seguinte em tribunal, dia 18 desse mês, ou até mais cedo.


===============================================
BOA TARDE!!!


Bono: depois do susto, “muityo repouso”
==================================================

Bono Vox foi levado para um hospital de Mônaco com queixas de dores no peito. O vocalista dos U2 passou algumas horas no Princess Grace Memorial Hospital, mas não ficou internado. Os médicos aconselharam “muito descanso”.

Foi essa a prescrição do chefe da equipe de cardiologistas daquela unidade de saúde, que examinou Bono Vox na quarta-feira, de acordo com o Irish Independent. O músico permaneceu no principado de Mônaco, onde foi visto na sexta-feira com a esposa e amigos.

O músico irlandês, de 51 anos, teve no ano passado um problema de saúde que o obrigou a uma cirurgia de urgência e a cancelar vários concertos. Recuperado, Bono voltou com os U2 à turnê 360º, que passou por 30 países e vendeu mais de sete milhões de bilhetes. A banda não tem, no momento, espectáculos agendados.

(Informações de PÚBLICO (Portugal)


Rafinha: autor da denuncia sobre trabalho
escravo na Zara, no A Liga, da Band
=============================================
Deu no portal Comunique-se ( especializado em notícias de bastidores da imprensa)

Renan Justi

A última edição do programa A Liga, exibida na terça-feira (16/8) na TV Bandeirantes, fez denúncias a respeito do trabalho escravo, ainda existente no Brasil. Em uma das reportagens, fornecedores da marca de roupas Zara foram acusados de exploração de mão de obra. O tema foi manchete na grande imprensa, que apenas creditou informações com base em documentos do Ministério Público. Essa conduta incomodou Rafinha Bastos, um dos integrantes da atração da Band.

“Saiu matéria sobre a Zara em vários veículos sem citar A Liga, mas na hora de falar de processo judicial, meu nome e foto saem na manchete”, publicou o jornalista, na noite desta quinta-feira (18/8) em seu perfil no Twitter. Rafinha faz menção ao episódio ocorrido no início de agosto, quando foi intimidado a depor após instauração de inquérito de incitação e apologia ao estupro. O integrante do CQC disse que “toda mulher estuprada é feia e que o estuprador devia ganhar um abraço”.

Até a edição final do programa, a equipe de A Liga levou aproximadamente cinco meses para produzir todas as reportagens. Apenas em São Paulo foram descobertas 33 oficinas clandestinas, cerca de 200 mil bolivianos trabalhando em condições precárias, alguns deles revelaram ao programa que a jornada de trabalho na confecção das roupas para a loja Zara ultrapassa 16 horas por dia. “Foi sem dúvida um dos programas mais importantes que gravei”, disse Rafinha, em vídeo exibido na página do programa.

Primeira denúncia

A produtora Eyeworks, quem dirige o conteúdo de A Liga e outras atrações da Band, informou, por meio da assessoria de imprensa, que a primeira denúncia ao Ministério Público partiu de um trabalhador. O papel da equipe de reportagem de A Liga foi o de acompanhar o trabalho de fiscalização do MP. De acordo com a produtora, a escolha de parte da imprensa, em não creditar informações ao programa, não foi justa.

“A Liga foi quem deu a devida cobertura para o caso. O jornalismo não deveria trabalhar como se ele tivesse apurado. Informaram como se tivessem dado em primeira mão”, lamentou a Eyeworks


08 You're
My Everything – Sarah Vaughan, Harold Money & His Orchestra.mp3

======================================
BOM DOMINGO!!!

(VHS)


Rebelde sinaliza vitória em Tripoli; DN-Lusa
===============================================

O “Conselho Nacional de Transição” na Líbia (CNT), organismo político dos rebeldes, afirmou hoje que o fim do regime de Muammar Kadhafi está “muito próximo”.

“Temos contatos com pessoas próximas do coronel Kadhafi e tudo indica que o fim está muito próximo”, disse o presidente do CNT, Mustafa Abdel-Jalil, acrescentando que o seu braço armado já começou a “operação para a libertação de Tripoli”.

Abdel-Jalil falava em Benghazi, “capital” dos revolucionários líbios poucas horas antes dos primeiros combates entre insurgentes e as forças fiéis a Kadhafi dentro de Tripoli.

Os combates iniciaram-se sexta-feira à noite e, segundo o líder rebelde, foram feitos em coordenação com a OTAN.

Quatro fortes explosões foram ouvidas esta madrugada na capital líbia, no momento em que vários bairros eram palco de violentos confrontos entre os rebeldes e as forças fiéis ao regime de Muammar Kadhafi.

As explosões aconteceram por volta das 04:00 locais , quando o centro de Tripoli era sobrevoado por aviões.

(informações do jornal português Diário de Notícias )

  • Arquivos