Deu na Folha.com

Os irmãos Paulo Sérgio Costa Pinto Cavalcanti e Ismael Cavalcanti Neto, donos do grupo Sasil, são suspeitos de arquitetar e comandar o esquema de fraude fiscal que, segundo a Polícia Federal, foi responsável pela sonegação de R$ 1 bilhão. O esquema é foco da operação Alquimia, deflagrada nesta quarta-feira.

A Folha apurou que a PF atribui a eles o comando de uma organização criminosa integrada por uma rede de 165 empresas no Brasil e 27 no exterior.

Veja galeria de fotos da megaoperação da PF

A maioria destas companhias é, segundo a PF, de fachada e está em nome de “laranjas” para simular operações de compra e venda para facilitar a sonegação de tributos da empresa Sasil Distribuidora de Produtos Químicos Ltda., apontada como “carro-chefe” do esquema.

A Folha entrou em contato com o grupo Sasil na tarde desta quarta, mas não localizou alguém para comentar as suspeitas e a operação da PF.

Leia matéria completa na Folha.com

http://www1.folha.uol.com.br

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos