ago
10
Postado em 10-08-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 10-08-2011 00:00

Geddel: contra “rolo compressor”

=============================================

deu no Blog Presidente 40/Folha

Por Vera Magalhães

O vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima (PMDB), recorreu ao caso do ex-diretor do FMI Dominique Strauss-Khan, que foi preso e acusado de abuso sexual contra uma camareira, para criticar as prisões em massa promovidas nesta terça-feira na Operação Voucher da Polícia Federal. Um dos presos é o ex-deputado Colbert Martins, que desde março foi nomeado secretário nacional de Turismo na cota do PMDB, por indicação de Geddel. “Espero que o Brasil já esteja num patamar civilizatório em que se diga exatamente do que as pessoas estão sendo acusadas. O que não pode é ficar essa coisa de rolo compressor, com prisões em massa e sem que se saiba exatamente do que cada um é acusado”, disse Geddel ao blog. Ele afirmou que Martins é um político sério e que assinou a liberação da última parcela de um convênio firmado em 2009, em relação ao qual havia pareceres favoráveis das áreas técnica e jurídica do Ministério. “O que ele deveria fazer? Promover uma auditoria antes de assinar cada convênio?”, questionou. O ex-ministro de Lula disse que não se sabe ao certo de que as pessoas afastadas de seus cargos na chamada “faxina” de ministérios como os do Tranportes são acusadas. “Foram afastadas 28 pessoas do Dnit. Será que alguém sabe de que cada uma delas exatamente é acusada? De fazer aditivos em contratos?”, questionou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos