O HSBC diz já ter cortado cinco mil postos de trabalho na sequência de diversas reestruturações que está a fazer e prevê o fim de outros 25 mil postos de trabalho até 2013.

O banco britânico HSBC prepara-se para cortar 30 mil postos de trabalho, cinco mil dos quais já suprimidos na sequência de reestruturações em operações na América Latina, EUA, Reino Unido, França e Médio Oriente.

Em conferência de imprensa, o chefe-executivo do maior banco europeu, Stuart Gulliver, indicou ainda que estão previstos cerca de outros 25 mil cortes em postos de trabalho «entre agora o fim de 2013».

Apesar de o banco ter tido anunciado uma surpreendente subida dos nos seus lucros, que foram 11,5 mil milhões de dólares nos primeiros seis meses de 2011 antes dos impostos, o HSBC quer cortar cerca de dez por cento dos seus postos de trabalho.

Este banco quer retirar-se de cerca de 20 países onde está a sentir dificuldades de implantação, tendo já fechado as suas operações na Rússia e na Polónia e reduzido o seu negócio nos EUA

(Informações do portal português TSF)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos