jul
30
Postado em 30-07-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 30-07-2011 12:50

Dilma Rousseff:erros e aprendizado/DN

==============================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

A Presidente brasileira mostrou que aprendeu com seus erros ao adotar uma resposta rápida às recentes denúncias de corrupção no Ministério dos Transportes, afirma o cientista político Marco Antonio Carvalho Teixeira, professor da Fundação Getulio Vargas (FGV).

“A reação de Dilma na crise no Ministério dos Transportes veio da avaliação do equívoco de prolongar a resposta no caso [Antonio] Palocci”, analisa Teixeira, em entrevista à Agência Lusa.

O especialista refere-se às denúncias publicadas em Maio pelo jornal Folha de S. Paulo contra o ex-ministro da Casa Civil, cujo património aumentou 20 vezes em quatro anos. Na ocasião, o Brasil testemunhou quase um mês de paralisia do governo até que Palocci pedisse demissão de seu cargo, no início de Junho.

A demora em dar uma resposta à sociedade teve um custo para a Presidente. Sondagens mostraram que Dilma sofreu um desgaste na sua imagem, em especial entre os formadores de opinião.

Um mês depois, uma reportagem da revista Veja iniciou um novo escândalo ao revelar um esquema de sobrefaturação de obras e cobrança de “luvas” no Ministério dos Transportes. Dessa vez, a reação da Presidente veio em 24 horas. Em menos de um mês, 20 funcionários do órgão tinham sido afastados, incluindo o então ministro, Alfredo Nascimento.

Para Teixeira, a mudança de postura ocorreu porque Dilma não pode passar uma imagem fragilizada. A Presidente precisa do apoio da opinião pública, já que não tem tanto carisma como seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva. “Se o governo demorasse a agir, ficaria nas mãos do Congresso”, avalia o cientista político.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos