===============================================
Tributo do BP a Forlan, Suarez e companhia ilimitada de grandes craques da seleção uruguaia que retoma o seu lugar de honra no futebol na América e no mundo da bola, com o show deste domingo histórico no Monumental de Nuñez, que levou o Uruguai à conquista de sua 15ª Copa América.

Que suba a voz de seu saudoso cantor, Alfredo Zitarrosa, para celebrar o grande feito.

VIVAL EL URUGUAI!!! BOA NOITE!!!

(Vitor Hugo Soares)

Uruguaios festejam Copa e reconquita
do topo dos melhores no continente

==================================================

DEU NO IG

Foi num Monumental de Nuñez gelado pelo inverno argentino que o Uruguai conseguiu consagrar uma geração. A vitória por 3 a 0 na final da Copa América contra o Paraguai, neste domingo, deu o primeiro título ao time de Oscar Tabárez, que começou a ser formado após o fracasso da seleção celeste cair na repescagem das Eliminatórias da Copa de 2006, diante da Austrália.

Com os gols de Suárez e Forlán, duas vezes, os uruguaios levantaram o troféu da Copa América pela décima quinta vez. A seleção celeste é agora a maior vencedora do torneio, ultrapassando a Argentina, tem quem 14 títulos. O Brasil venceu 8 vezes a competição.

Em campo, o time atendeu os pedidos dos mais de 15 mil uruguaios que foram ao Monumental de Nuñez ver a final. “Volveremos, volveremos, volveremos otra vez. Volveremos a ser campeones, como la primera vez!”, cantavam se referindo ao torneio de 1916, conquistado na Argentina. No país, os uruguaios levaram também a Copa América de 1987.

Com o título deste domingo, os uruguaios garantiram vaga na Copa das Confederações de 2013, que será disputada no Brasil.

Os campeões decidiram o jogo já no primeiro tempo. Aos 11 minutos, o Uruguai fez o primeiro gol. Suárez recebeu na área, conseguiu driblar o marcador e, com o pé esquerdo, tocou para o gol. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Com a vantagem no placar, o time se mantinha atrás da linha da bola durante a maior parte do tempo e tentava avançar em contra-ataques, puxados por Forlán e Luis Suárez.

Com a bola nos pés, o Paraguai não conseguia ser perigoso e abusava dos cruzamentos à área uruguaia. A única preocupação para a equipe de Oscar Tabárez era o excesso de cartões amarelos dados aos seus jogadores. Maxi Pereira, Cáceres e Diego Pérez foram alertados pelo árbitro Sálvio Fagundes em trinta minutos de jogo.

Mesmo com mais posse de bola, o Paraguai não conseguia criar chances. Nos contra-ataques, os uruguaios ameaçavam com seus dois atacantes, Suárez e Forlán. Foi justamente o camisa 10, o responsável pelo segundo gol da partida, aos 41 minutos.

Após receber um lançamento na esquerda, Forlán, livre, chutou com força, de primeira, e marcou. A comemoração foi digna de título, com os jogadores reservas invadindo o gramado para celebrar com o autor do gol.

No segundo tempo, os dois times voltaram sem alterações. O jogo, tampouco, muda. O Paraguai mantém a posse de bola, tenta criar jogadas, mas é impedido pelos uruguaios, que jogam no erro do rival.

Já nos últimos minutos de jogo, em tabela rápida entre Cavani, Suárez e Forlán, o camisa 10 marcou o seu segundo gol no jogo, o terceiro dos uruguaios e um dos mais belos da Copa América 2011. Em campo, antes mesmo do arbitro apitar o final da partida, os jogadores já comemoravam. O Uruguai voltava a ser o maior da América.

=======================================

Deu no BLOG DIGNIDADE, de Campos, área de uma das maiores bacias petrolíferas do mundo, na costa do Rio de Janeiro

A revista ÉPOCA obteve vídeos, documentos e cheques que revelam como o aparelhamento partidário transformou a Agência Nacional do Petróleo numa central de achaque e extorsão.
ÉPOCA obteve cópia dessa gravação, que integra uma investigação sigilosa do Ministério Público Federal e da Polícia Federal.
O vídeo tem 53 minutos, três personagens e um repertório espantoso de ilegalidades, abusos e escracho com a coisa pública. São 53 minutos de corrupção exposta em seu sentido mais puro. Não há nenhum vestígio de decoro. O eventual medo de ser pilhado desaparece e cede lugar ao deboche. Não há diálogo em código ou fraseado evasivo. É tudo dito na lata. Esse descaso pode ser explicado pela impunidade com que a longeva máfia dos combustíveis atua no país. Nos últimos anos, a PF e o MP já produziram provas robustas contra expoentes desse grupo. Até o Congresso criou uma CPI para investigar os crimes – que engendrou ainda mais corrupção.
=====================================================
BAHIA EM PAUTA RECOMENDA:

Leia íntegra da matéria da revista Época, assinada por Diego Escosteguy e Murilo Ramos e assista aos vídeos que estão disponíveis no site da Revista ÉPOCA .

Em tempo: A edição impressa da revista Epoca desta semana com as denúncias sobre propinas no Conselho Nacional de Petróleo, cujo presidente desde o governo Lula é o engenheiro baiano e ex-deputado federal Haroldo Lima (PC do B)- que não é ouvido mas tem foto publicada na matéria – já está nas melhores bancas de Salvador. Boa leitura


==================================================
O Dono Da Dor

Zeca Pagodinho

Autor Nelson Rufino
Álbum Hoje É Dia De Festa
Estilo Música Brasileira
Gravadora/selo UNIVERSAL /
Ano 1997

Queria felicidade
Não pra me apaixonar
Por medo desse amor bonito
Me fazer chorar

Que fazer com meu coração
Paixão chegou sem dizer nada
E ensinou pro meu viver
Que o dono da dor
Sabe quanto dói
Tem jeito não, o peito rói

E só quem amou pode entender
O poder de fogo da paixão
Porque

A realidade é dura
mas é ai que se cura
ninguém pode imaginar
o que não viveu

Queria felicidade
Não pra me apaixonar
Por medo desse amor bonito
Me fazer chorar

Eu não sabia, Oh! Senhor
Das artimanhas do amor
Caí nas garras da sedução
Tá doendo demais
Mexendo com minha paz
Amarga e doce tentação
===========================================

BOM DOMINGO!!!

(vhs)

==================================================

Residente na França e sem contacto com o filho desde 1995, o pai do suspeito dos ataques na Noruega disse ter ficado «chocado» por saber que o seu filho estava envolvido nestes atentados que mataram 93 pessoas, segundo levantamentos oficiais mais recentes, enquanto seguem buscas por desaparecidos.

«Li as notícias na Internet e de repente vi o seu nome e a sua fotografia. Fique em choque», afirmou este pai, citado pelo jornal norueguês Verdens Gang.

O pai, que vive na França e que se divorciou da mãe de Anders na época do nascimento do filho, revelou ainda que não fala com o acusado desde 1995.

«Nunca vivemos juntos, mas tivemos alguns contatos durante a sua infância. Quando era mais jovem, era um rapaz normal, mas fechado. Não se interessava por política naquela época», acrescentou

(Com informações do portal português TSF)

jul
24
Posted on 24-07-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 24-07-2011


============================================
Cícero, hoje, no Jornal de Brasília (DF)

==========================================

BAHIA EM PAUTA COMENTA: Não esquecer Noel Rosa, nome maior da música popular brasileira, morto aos 26 anos, às vésperas de completar 27, número cabalístico de grandes perdas da música.

Alguns registros jornalísticos antigos e atuais até afirmam que Noel também morreu aos 27, a exemplo do que disse ontem Nelson Mota, na Globo News, ao falar sobre a morte de Amy e outros ícones da música que, a exemplo dela, partiram aos 27.

(Vitor Hugo Soares)


=================================================
E agora, como fica Camden Town sem Amy em suas ruas e pubs? E Londres, e o mundo, e nós sem a música do jeito que só ela sabia cantar?

Responda quem souber, enquanto me esforço para não chorar outra vez.

BOA NOITE!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos