Projeto para o “gavetão” sobre o Pelourinho

==================================================

DEU NA REVISTA DIGITAL TERRA MAGAZINE

Claudio Leal

Uma gaveta moderna, lançada sobre o Largo do Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador, promete ser mais uma das polêmicas intervenções numa das joias coloniais da primeira capital brasileira. Nesta terça-feira (19), o Diário Oficial da União abriu licitação para o “palco articulado”, com valor estimado de R$ 4.719.649,93 e autorizado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).

Se for construído, o “gavetão” servirá para shows e apresentações culturais promovidos pelo governo da Bahia. O valor do projeto – quase R$ 5 milhões – surpreendeu os baianos porque um dos principais argumentos para a não-intervenção no Pelourinho, patrimônio da humanidade, é a escassez de verbas. Reformado no governo de Antonio Carlos Magalhães, na década de 90, o centro antigo se tornou um dos pontos frágeis do segundo mandato de Jaques Wagner (PT), com o arruinamento de prédios e o crescimento da violência.

Em 2010, a agência de comunicação do governo da Bahia postou, na internet, um vídeo sobre o projeto polêmico no Pelourinho

“Para continuar a destruição da velha ‘Salvadolores’, só faltava a construção deste palco móvel no Pelourinho. Muito me admira que as autoridades fiquem alegres com a verba de mais de R$ 4 milhões para essa construção, enquanto a cidade histórica está se desmilinguindo. O turista, ultimamente, tem saído envergonhado desta cidade”, ataca o historiador Fernando da Rocha Peres, professor emérito da Universidade Federal da Bahia e ex-diretor regional do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Peres é autor do livro “Memória da Sé” (Ed. Corrupio) – um relato sobre a demolição da Igreja da Sé, em 1933 – e tem sido um dos principais críticos da “modernização” destruidora da cidade. O palco articulado, próximo à Fundação Casa de Jorge Amado, pode descaracterizar o conjunto do casario. “Creio que o Iphan tem que pronunciar-se a este respeito, pois o Ipac não tem autoridade para intervir no Centro Histórico sem a anuência do Iphan. Afinal, o Centro Histórico é patrimônio da humanidade”, Peres exige.

O diretor do Ipac, Frederico Mendonça, não foi encontrado para comentar as críticas ao projeto. Segundo a secretária de Mendonça, ele se encontra “em reunião” na tarde desta quinta-feira (21).

Confira a íntegra do edital.

“SECRETARIA DE TURISMO
INSTITUTO DO PATRIMÔNIO ARTÍSTICO E CULTURAL
AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA No – 4/2011

PROCESSO N.º 0607110020343

OBJETO: Execução do palco articulado no Centro Histórico de Salvador, Estado da Bahia.
VALOR ESTIMADO: R$ 4.719.649,93 (quatro milhões, setecentos e dezenove mil, seiscentos e quarenta e nove reais e noventa e três centavos).
ÓRGÃO PROMOTOR: IPAC – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – SETUR- Secretaria de Turismo do Estado da Bahia
O IPAC – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, entidade autárquica vinculada à Secretaria de Cultura do Estado, criada pela Lei Delegada nº 12/80 e regulamentada pelo Decreto nº 28.201/81, CGC 15.205.677/0001-33, através da Comissão Permanente de Licitação, torna público que, às 10:00 horas do dia 24/08/2011 na sala da COPEL, do IPAC, situado à Rua 28 de Setembro, nº 15, Centro – Salvador/Bahia, receberá os Documentos de Habilitação e Propostas de Preços para execução de obras e serviços de engenharia para execução do palco articulado a ser implantado no Centro Histórico de Salvador, no Estado da Bahia, A documentação completa do Edital poderá ser adquirida na sede do IPAC, na Rua 28 de Setembro, nº 15, Centro – Salvador/Bahia, no período de 22/07/11 á 22/08/11, durante o horário comercial, mediante o recolhimento da importância de R$ 50,00 (cinqüenta reais) em nome do IPAC, agência 3832-6 Conta 991.233-9 no Banco do Brasil.
A presente licitação, do tipo menor preço, será regida pela Lei n° 8.666 de 21.06.93, e no que couber será aplicada a Lei complementar nº 123/2006.

Salvador, 15 de julho de 2011.

JOSÉ GOMES DE JESUS
Presidente da Comissão”

jul
21

Itaquerão: mentiras para bancar estadio do Corintians

=================================================

Direto da Varanda de Chico Bruno

O JOGO DO ITAQUERÃO

Quanto mais o ex-presidente Lula bate na imprensa, mas ela corre atrás dele, tal qual mulher de malandro. Ontem ela correu atrás de Lula na Bahia e hoje o fará em Pernambuco.

Enquanto isso, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), desdiz a palavra empenhada com os eleitores em 2010 de que em seu governo o estado não bancaria obra de estádio de futebol para a Copa do Mundo de 2014.

Alckmin, além mentir ao eleitorado vai jogar dinheiro público pelo ralo do desperdício.

O estado vai bancar por R$ 70 milhões a instalação e desinstalação de mais 20.000 lugares no Itaquerão, o futuro estádio do Corinthians, para apenas uma partida de futebol.

Antes do anúncio oficial de Alckmin, já existia o compromisso de recursos públicos através do BNDES e da Prefeitura de São Paulo.

Aliás, foi no dia em que a Prefeitura de São Paulo oficializou R$ 420 milhões em Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento – CIDs para o estádio que o governo do Estado anunciou que viabilizará R$ 70 milhões em estruturas e arquibancadas provisórias para o jogo de abertura da Copa de 2014 se a FIFA decidir pela capital paulista.

O orçamento do estádio, que era de R$ 820 milhões, segundo divulgaram a Odebrecht, que irá construí-lo e explorá-lo, e o Corinthians agora será de R$ 890 milhões.

Membros do governo paulista criam subterfúgios, alegam que podem arrumar parceiros para bancar as estruturas provisórias.

Mais uma mentira, haja vista que a Odebrecht está auxiliando o governo do Estado a realizar a licitação para as estruturas que abrigarão mais 20 mil assentos, áreas para a imprensa e para recepção dos convidados da FIFA para a possível abertura da Copa em São Paulo.

O estádio do Itaquerão é um terreno fértil para a mentira.

Logo depois da oficialização das CIDs pela prefeitura e do anúncio de Alckmin, o presidente do Corinthians, Andres Sanches, disse outra mentira, que o estádio a ser entregue estará apto para receber a abertura da Copa ao custo de R$ 820 milhões e que será o único estádio de clube a ter dinheiro privado.

Resumo da ópera.

A verdade é que para o estádio com 48.000 assentos, o governo federal, através do BNDES, emprestará a juros subsidiados R$ 400 milhões e a Prefeitura bancará R$ 420 milhões por renúncia fiscal, que consiste na emissão dos CIDs para o Fundo de Investimento Imobiliário responsável pela construção do estádio, no caso a Odebrecht, que poderá vender esses certificados com deságio para empresas os repassarem como pagamento de IPTU e ISS.

Dessa forma, empresas que pagariam seus impostos em dinheiro para a prefeitura vão entregar os CIDs comprados à Odebrecht com deságio a municipalidade.

O prefeito Gilberto Kassab e o governador Geraldo Alckmin sustentaram durante algum tempo que o poder público municipal e estadual não entraria com um tostão na empreitada corintiana.

Agora sob a alegação que a capital paulista não pode ficar sem a abertura da Copa, o governo estadual entra com mais R$ 70 milhões para a estrutura provisória, que aumentará a capacidade do Itaquerão para 68.000 espectadores.

Ora bolas!

Quanta mentira para bancar com dinheiro público um estádio de futebol para o Corinthians.

================================================

Dica de arte e cultura da jornalista Maria Olívia Soares para o BP

O Ballet Nacional de Cuba, famoso pelas produções de grandes clássicos da dança, vai encantar o público baiano com a peça inédita “A Lenda da Água Grande” – que se baseia em uma história da lenda Guarani -, em apresentações gratuitas neste sábado, dia 23, às 21h; e no domingo, dia 24, às 15h e 20h. O espetáculo será na Sala Principal do Teatro Castro Alves, em Salvador.

Criado a partir do intercâmbio cultural do país com o Brasil, a peça tem coordenação de Alicia Alonso, diretora e primeira dama do Ballet Nacional de Cuba. Hoje com 90 anos, ela é considerada uma das personagens mais relevantes da história da dança e do balé clássico mundial. Devido à idade avançada e a perda da visão, Alicia confiou a coreografia do espetáculo ao premiado Eduardo Blanco.

O Ballet Nacional de Cuba é uma das mais respeitadas companhias de dança do mundo e ocupa um lugar de destaque na cultura hispano-americana contemporânea. O rigor artístico e técnico de seus bailarinos e a amplitude e diversidade na concepção estética dos coreógrafos dão ao grupo um lugar relevante entre as grandes instituições do gênero no cenário internacional. A companhia nasceu em 1938, com Alicia Alonso como principal fundadora e bailarina principal.

SERVIÇO

O que: Ballet Nacional de Cuba
Quando: Dias 23 e 24 de julho, sábado e domingo
Horários: Sábado, às 21h // Domingo, às 15h e 20h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves, no Campo Grande
Gratuito


==============================================
Derradeiro e premonitório clip ( para os crentes em coisas do espírito ) de Clara Nunes, gravado em Salvador,antes de sua precoce e até hoje muito sentida partida para baianos em particulae e amantes da boa música brasileira em geral.
CONTEÚDO DE ÁUDIO-WMG.
GLOBO MARCAS-EMI MUSIC

Saudades!

(VHS)

Cachoeira na folia baiana do Rio

==================================================

Deu na coluna Boa Terra, assinada pelo jornalista Valdemir Santana na Tribuna da Bahia

Esta é mais uma informação exclusiva sobre as homenagens aos baianos que as escolas de Samba do Rio de Janeiro fazem no Carnaval 2012. É a chegada de uma comissão da Portela no final do mês, continuando a pesquisa para o desfile, que Boa Terra já contou antes. O que ninguém sabia até ontem, nem mesmo a mídia do Rio de Janeiro, é que a comissão visita Cachoeira para assistir a secular festa da “Nossa Senhora da Boa Morte”.

Quem confirmou a viagem foi o coreógrafo e Marcio Moura que acaba de renovar o contrato com a Portela para criar a coreografia da comissão de frente. Respeitadíssimo no Rio de Janeiro por suas opiniões incisivas e francas, como a que condenou a participação do jogador Ronaldinho Gaúcho no desfile deste ano, Moura conversou com um amigo baiano sobre a viagem a Salvador e Cachoeira.

Enredo pronto

O amigo baiano de Moura é o professor Paulo de Tasso que é enturmadíssimo com os carnavalescos cariocas e desfila nas escolas no Carnaval do Rio de Janeiro. “Márcio Moura vem pesquisar principalmente os símbolos de baianidade que usa nas coreografias”, contou Tasso.

Quanto ao carnavalesco Paulo Moura, que como a coluna antecipou também com exclusividade fez uma viagem de pesquisa a Salvador, ele entregou anteontem a sinopse do enredo “E o povo na rua cantando. É feito uma reza, um ritual…” à direção da escola. A sinopse foi repassada aos compositores que tem prazo até agosto para concluir a composição.

DEU NO DIÁRIO DO GRANDE ABC

Alexandre Melo

Do Diário do Grande ABC

A partir de segunda-feira o INSS avisará aos segurados quem terá direito a receber o aumento da revisão do benefício, que começa a ser paga a partir do dia 1º de setembro. Para saber se será contemplado com o reajuste, o aposentado deverá ligar para o telefone 135.

Ao entrar em contato com órgão, será necessário informar o número do benefício. A central de atendimento funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h. A ligação é gratuita se feita de um telefone fixo, mas será cobrada se originada de celular.

A diferença resultante da revisão do teto será concedida a 117.135 pessoas, segundo o Ministério da Previdência. Terão direito ao pagamento os aposentados que, em dezembro de 1998 ou em dezembro de 2003, recebiam, respectivamente, R$ 1.081,50 e R$ 1.869,34. Os segurados receberão as diferenças mensais (e não aquelas referentes ao estoque da dívida já existente) em setembro.

MOTIVO

Em 1998 e em 2004, as emendas 20/1998 e 41/2003 aumentaram o valor máximo dos benefícios pagos pela Previdência. Os que se aposentaram com o teto anterior, entretanto, não tiveram o valor do benefício recalculado e foram prejudicados, segundo decisão da Justiça.

O INSS calcula o valor da aposentadoria por tempo de contribuição aplicando o fator previdenciário à média dos salários de contribuição do trabalhador. Como o valor é limitado pelo teto, quem já tinha o benefício máximo não obteve a revisão do benefício.

CORREÇÃO

O governo também fará outro acerto de contas com os aposentados e pensionistas e contemplará aqueles que recebem acima de um salário-mínimo (atuais R$ 545). Como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor de 2010 ficou em 6,47%, o INSS terá de pagar a diferença. O valor médio, porém, é pequeno, cerca de R$ 0,65 para cada aposentado. Segundo o ministério, a data para pagamento da diferença ainda não foi definida.

Cielo: sem culpa ou negligência

============================================
Cesar Cielo escapou da CAS (Corte Arbitral do Esporte) e está liberado para competir no Mundial de Xangai. Atual campeão nos 50m e 100m livre, o nadador teve sua advertência pelo uso da substância furosemida mantida e poderá defender suas conquistas.

O Tribunal entendeu que o atleta não foi culpado nem negligente no caso de doping. Nicholas Santos e Henrique Barbosa receberam a mesma sentença. Vinícius Waked foi suspenso por um ano por ser reincidente.

O exemplo mais recente é o da também nadadora Daynara de Paula. Julgada pela Fina (Federação Internacional de Natação) em agosto do ano passado em caso muito semelhante ao atual, ela foi suspensa por seis meses e perdeu o direito de ir às Olimpíadas 2012, em Londres. Para Cielo, porém, pesou o fato de se tratar de um campeão

(Com informações do portal IG)

jul
21
Posted on 21-07-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 21-07-2011


=====================================
Nani, hoje, no site A Charge Online

  • Arquivos