O primeiro-ministro britânico está disposto a pedir desculpa pela contratação de Andy Coulson para assessor de imprensa, caso o antigo diretor do News of the World seja condenado.

«Eu tenho uma visão à moda antiga de que se é inocente até ser provado que é culpado», argumentou David Cameron no Parlamento, em Londres, num debate extraordinário sobre o escândalo suscitado pela denúncia da prática de escutas telefónicas pelo News of the World.

Mas «se se provar que me mentiram, esse seria o momento para um profundo pedido de desculpas e nesse caso prometo que não desiludirei», prometeu.

Cameron pediu «imensa desculpa pela indignação que causou» a contratação de Coulson, que foi detido e interrogado há uma semana e meia pela polícia sob suspeitas de envolvimento nas escutas telefónicas e também de corrupção da polícia.

«Olhando para trás, não lhe teria oferecido o emprego e esperava que ele não o tivesse aceitado. Mas não se tomam decisões retrospectivamente, tomam-se no presente e vive-se e aprende-se e, acreditem, eu aprendi», afirmou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos