Doutor Sócrates no Canal Brasil

===========================================

Maria Olívia Soares

“Brasil + Brasileiro” é nome do programa pilotado por Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira, o “calcanhar de ouro” do futebol brasileiro. A nova série do Canal Brasil traz personalidades de vários segmentos da cultura nacional para um ‘bate-bola’ informal com o médico, ex-jogador e comentarista esportivo.
Zeca Baleiro, compositor da inédita

Brasil Mais Brasileiro – música tema do programa – é o primeiro convidado. Na conversa, Zeca conta como surgiu o apelido “Baleiro” e como o mesmo se tornou seu nome artístico, sobre o livro de sua autoria, chamado Bala na Agulha, além de falar sobre a sua infância e a sua vida antes de entrar para o mundo da música.

A lista de entrevistados é de primeira, vem aí os jornalistas José Trajano, Juca Kfouri, Xico Sá e Mino Carta; o artista plástico Elifas Andreato; o cineasta Ugo Giorgetti; o ex-jogador Zico; o escritor Marcelo Rubens Paiva; o músico Kledir Ramil; o publicitário Washington Olivetto; o economista Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo e o ator Otávio Augusto. Ao final de cada episódio, cada um desses entrevistados vai escolher entre cantar, recitar ou ler um trecho de um livro ou poema.

Se ligue, o programa vai ao ar logo mais, as nove da noite, no Canal Brasil, 66.

Maria Olivia Soares é jornalista

================================================
Que vivam os estudantes e a memória da UNE, apesar dos pesares!!!

BOA TARDE!!!

(VHS)

Legalidade: Brizola levantou o País…

=============================================
…Ha 50 anos, a partir do Rio Grande do Sul

=========================================

POR BRIZOLA NETO

NO BLOG TIJOLAÇO

Começa hoje (13) à noite — e prossegue até domingo — na Câmara Municipal de Goiânia -o 52º Congresso da UNE, que deve reunir cerca de 10 mil estudantes de todo o país. Estarei lá, por convite da direção da entidade, na cerimônia que vai contar com as presenças do ex-presidente Lula e do ministro da Educação, Fernando Hadad.

O Congresso tem, para mim, além de todo o seu grande significado como porta-voz dos anseios de nossa juventude, um momento muito especial. É que a UNE vai homenagear os 50 anos da Campanha da Legalidade, o movimento que evitou a implantação de uma ditadura no Brasil, em 1961, no qual teve papel decisivo Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul, comandando a resistência democrática pela posse do vice-presidente João Goulart após a renúncia de Jânio Quadros.

Além do meu avô, o então presidente da UNE, Aldo Arantes, também será homenageado por ter transferido, durante a Campanha da Legalidade, a sede da entidade para Porta Alegre e mobilizado os estudantes, em todo o país, em defesa da democracia.

Na programação: debates, seminários, encontros dos movimentos sociais e temas importantes para o desenvolvimento do Brasil serão o objetivo do evento. Na pauta principal, estão as reivindicações de 10% do PIB e 50% do Fundo Social do Pré-Sal destinados a educação no país.

Quem tem, como o PDT, uma tradição de luta pela educação de qualidade, tem tudo a ver com esses debates, e a Juventude Socialista do partido, por todo o Brasil, se mobilizou para participar e ajudar a UNE a ser, como se cantava nos anos 60, nossa força e nossa voz.

(Postado por Vitor Hugo Soares)


============================================
SALVE MORINGUEIRA E BOM DIA A TODOS !

(VHS)

Foguetório nos corredores do governo estadual

Balanço semestral da Secretaria de Segurança Pública divulgado há pouco pelo setor de rádio do governo estadual revela que o índice de homicídios diminuiu no primeiro semestre de 2011, em comparação com o mesmo período do ano passado. A redução de 16% é apontada como o principal destaque no relatório do primeiro semestre.. Em Salvador, este índice apresentou queda de 13,5% e na Região Metropolitana, o decréscimo, para o mesmo tipo de crime, foi de 8,2%. Principal objetivo do programa Pacto Pela Vida, a diminuição do número de homicídios no estado é decorrente das operações policiais, do combate ao tráfico de drogas, desarticulação de quadrilhas e prisão de traficantes, além da ampliação da estrutura de investigação dos crimes.

A queda nos crimes violentos abrange também a Região Metropolitana de Salvador.Em 2010, segundo a SSP, foram registrados na Bahia, nos primeiros seis meses, 2.706 assassinatos contra 2.273 casos neste ano. Na capital, foram computados 793 homicídios no primeiro semestre, em contraste aos 917 registrados no mesmo período do ano passado. Na Região Metropolitana de Salvador, ocorreram 306 assassinatos em 2010, número reduzido para 208 nos seis primeiros meses de 2011.O índice de violência ainda é muito elevado, se comparado com padrões internacionais de segurança, mas o avanço é considerado animador dentro do governo Wagner

O número de tentativas de homicídio na Bahia, neste mesmo período, apresentou um crescimento de 3,8%: 1.531 (2011) contra 1.474 (2010). Outro índice que seguiu a tendência de aumento foi o de latrocínio (roubo seguido de morte). Nos primeiros seis meses do ano foram registrados 51 casos, contra 61, no mesmo período de 2010, representando um crescimento de 19,6%.

No quesito roubos, em todo o estado, os índices também apresentaram reduções nos primeiros seis meses deste ano: de 4% dos roubos de veículos (4.416 em 2010 e 4.240 em 2011); de 6,2% em estabelecimentos comerciais (2.058 em 2010 e 1.931 em 2011); de 1,1% em residências (704 em 2010 e 696 em 2011); e de 5% roubo a transeuntes (14.673 em 2010 e 13.935 em 2011), sempre comparando com o mesmo período do ano passado.

PACTO

A partir do lançamento do programa Pacto Pela Vida, a SSP considera que grandes metas no âmbito da Segurança Pública já foram alcançadas, a exemplo da criação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a implantação da Base Comunitária de Segurança, na comunidade do Calabar, “assegurando tranquilidade aos moradores da região”.

foram presos graças ao apoio da população, que passou a interagir ainda mais com a polícia baiana.

Bairo Maggi: entusiasmo com Pagot

==================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Escândalo? Que escândalo?

Ivan de Carvalho

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza, do PT, participou ontem de um almoço com líderes dos partidos aliados nesta Casa do Congresso. Não por mera coincidência, evidentemente, deixou de comparecer o líder do PR, Lincoln Portela. Para maior clareza sobre as razões de sua ausência, ele a justificou com a existência de “problemas partidários”.

Claro que todos têm presente que os últimos dias da política nacional foram consumidos por uma crise envolvendo corrupção, o governo e o Ministério dos Transportes, do qual foram exonerados, entre outros, o ministro Alfredo Nascimento, que já voltou ao exercício de seu mandato de senador e ao cargo de presidente do PR, do qual estava licenciado enquanto ministro. Há também um presidente de honra, o deputado Valdemar Costa Neto, aquele que era então o presidente legal e foi esperto o bastante para renunciar ao mandato no Escândalo do Mensalão a tempo de não poder ser cassado e perder temporariamente os direitos políticos.

O PR, com cerca de 40 deputados e sete senadores, é um partido importante na aliança governista, mas foi destratado ou maltratado pela presidente Dilma Rousseff na crise que ainda não se encerrou, mas caminha nessa direção. Também se poderia dizer que o PR ou sua cúpula também maltratou ou destratou a presidente Dilma Rousseff, ao praticar coisas que não devia sob seu governo. Aqui fica algo a ser considerado adiante.

Mas, voltando à ausência de Lincoln Portela no almoço de Vaccarezza, ao atribuí-la a “problemas partidários” ele estaria dando a indicação de que se tratava de um protesto, mas não como razão exclusiva. A outra é que ele, sendo o líder da bancada do Partido da República, devia estar todo atrapalhado com o ambiente infernal que se terá instalado na bancada depois que Dilma decidiu escolher para ministro o ex-secretário executivo do ministério, Paulo Sérgio Passos, filiado ao PR somente no ano passado e que vinha sendo recusado pelo PR como alguém que pudesse representá-lo no Ministério dos Transportes.

Mas Dilma Rousseff, depois de convidar o senador Blairo Maggi (que o partido aceitava) para o cargo e este recusar – o que pode ter sido conforme as aparências ou camuflado uma jogada política combinada entre a presidente e Maggi – partiu para o desafio: escolheu Paulo Sérgio Passos, que ela queria e o PT, idem. O PR, mesmo indignado, vai se conformar. Vingança, o prato que se come frio, só bem mais à frente, se surgirem oportunidades e se o governo estiver enfraquecido, passando por dificuldades.

Enquanto isso, o senador, ex-governador de Mato Grosso e mega-empresário Blairo Maggi afastou o pânico que tomara conta do governo ante o depoimento, no Senado, do diretor-geral do DNIT (que entrou em férias para não ser exonerado), Luís Antônio Pagot. De círculos próximos a Maggi espalhou-se um boato maldoso de que tudo que foi feito de aditivos no DNIT foi determinado, principalmente pelo agora ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para viabilizar doações para a campanha presidencial de Dilma Rousseff. Um absurdo, claro, esse tipo de coisa não acontece no Brasil nem que a vaca tussa.

Blairo Maggi, que é o padrinho político de Pagot, conversou bastante com ele antes de seu depoimento de ontem e, pelo que noticiou a imprensa, garantiu ao governo que nada precisava temer do depoimento de Pagot, ocorrido ontem. E Pagot disse ao Senado que nada foi feito de irregular no DNIT e que todas as decisões tomadas no âmbito do Ministério dos Transportes e do DNIT foram colegiadas, e, como assinalou ontem o jornalista Ricardo Noblat, sintetizando o espírito do depoimento de Pagot, “delas tomaram conhecimento as demais instâncias do governo”. Ah…

Blairo Maggi ficou tão entusiasmado com o desempenho de seu afilhado político no depoimento que fez um apelo a Dilma para mantê-lo no cargo depois dele voltar das férias.

jul
13
Posted on 13-07-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 13-07-2011


========================================
Tiago Recchia, hoje na Gazeta do Povo (PR)

jul
13

Destroços do avião: sem sobreviventes

===============================================

Um avião de pequeno porte caiu logo após decolar na manhã desta quarta-feira, segundo o Corpo de Bombeiros, em um terreno baldio ao lado do Aeroporto Internacional Guararapes-Gilberto Freyre, no Recife, em Pernambuco. Segundo o coronel e diretor de operações do Corpo de Bombeiros, Daniel Ferreira, há estimativa de 16 vítimas fatais, porém há possibilidade de mais duas mortes serem confirmadas. As causas do acidente ainda não são conhecidas.

Avião caiu logo após operação de decolagem no Aeroporto Internacional de Recife

O Comando da Aeronáutica confirmou que a aeronave bimotor L410, do voo 4896, da empresa Noar Linhas Aéreas decolou, às 06:51h (horário de Brasília), do Aeroporto de Recife. Segundo nota, tripulação declarou estar em situação de emergência e que tentaria pousar na praia de Boa Viagem.

“A aeronave acidentou-se em um terreno baldio entre os bairros de Piedade e Boa Viagem, com totais perdas humanas e materiais”, diz nota. No plano de voo, segundo a Aeronáutica, foi informada a existência de 16 pessoas à bordo. “Tal informação foi ratificada pela tripulação quando em contato inicial com a torre de controle, antes da decolagem”.

Equipes de resgate ainda estão no local. Ao todo, seriam 5 viaturas de incêndio e de resgate dos Bombeiros, outra de incêndio do aeroporto e duas viaturas do Samu. A Aeronáutica iniciou as investigações para apurar os possíveis fatores que contribuíram para o acidente.


==========================================
A Air France foi condenada hoje por um tribunal de Toulouse a pagar mais de 400 mil euros adiantados de indenizações a familiares de dois casais que morreram no acidente do voo AF 447 Rio-Paris, em 2009.

O voo AF 447 da Air France (Airbus A330), que fazia a rota Rio de Janeiro-Paris, sobrevoava o Oceano Atlântico quando desapareceu dos radares na noite de 31 de Maio de 2009 com 228 pessoas a bordo.

Mais de 150 corpos já foram encontrados entre os destroços do avião, após o acidente, em missões de resgate.

O Tribunal de Alta Instância de Toulouse ordenou o pagamento de 203.235,00 euros a uma família de Saint-Jean, próximo de Toulouse, e de 203.235,00 euros aos filhos e pais de um casal de Gironde.

Por outro lado, a queixa contra a Airbus pelo “defeito em um equipamento defeituoso” foi rejeitada pelo tribunal, considerando que com o processo penal e a análise do BEA em andamento, não é possível pronunciar-se de maneira definitiva.

(Informações do jornal português Diário de Notícias)


====================================

Ignacio Jacinto Villa Fernández (Guanabacoa (Cuba), 11 de setembro 1911 – Ciudad de México, 2 de outubro de 1971), mais conhecido por seu nome artístico de Bola de Nieve, foi um cantor, compositor e pianista cubano. Um dos mais geniais músicos surgidos na ilha caribenha de tantos músicos geniais, verdadeiro ícone cubano.

BOA NOITE!!!

  • Arquivos