Uma das atrações mais esperadas do VII Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual – CineFuturo – a Mostra Internacional de Filmes vai reunir 11 produções do Brasil, Espanha, Holanda, Cuba e Estados Unidos, entre filmes premiados, documentários polêmicos, como “Zeitgeist: Moving Forward – O Futuro é Agora”, com a presença do próprio diretor norte-americano Peter Joseph; “Posição Entre as Estrelas” (Stand van de Sterren), do diretor holandês Leonard Retel Helmrich, que ministrará workshop durante o Seminário, além de drama, romance, ficção e uma avant-première – “O Homem que Não Dormia”, do cineasta baiano Edgard Navarro.

O documentário “Augusto Boal e o Teatro do Oprimido”, de Zelito Viana, abre a festa da 7ª Arte dia 25 de julho, às 15 horas, no Teatro Castro Alves.

Todos os filmes da Mostra serão exibidos na Sala Principal do Teatro Castro Alves, de 25 a 30 de julho, em sessões às 15h 18h30 e 20h30. Os ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia). A programação completa está no site www.cinefuturo.com.br

Idealizado e coordenado pelo cineasta baiano Walter Lima, o CineFuturo é uma realização da VPC Cinemavídeo com o patrocínio da Oi, Ministério da Cultura – Fundo Nacional da Cultura – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – Fazculturae Petrobras. Apoio Oi Futuro e UFBA.

____________________________________________________________

Edgard Navarro:presença com
“o Homem que não Dormia”

==========================================

MOSTRA INTERNACIONAL DE FILMES:

Sala Principal do Teatro Castro Alves

25/07 -15h – segunda-feira

Augusto Boal e o Teatro do Oprimido. Dir. Zelito Viana. Documentário, 105 minutos, 2010, Brasil. Sinopse: A trajetória do teatrólogo Augusto Boal (1931-2009), que entendia o teatro como meio de transformação subjetiva do ser humano e de transformação objetiva da sociedade, desde o início de sua carreira no Teatro de Arena de São Paulo até os dias de hoje. Em paralelo, o filme mostra a evolução do teatro do Oprimido que está em plena atividade em 72 países desde a década de 70.

25/07 – 18h:30 –segunda-feira

Finisterrae – Dir. Sergio Caballero Lecha; Ficção, 80 minutos, 2010, Espanha.
Sinopse: Dois fantasmas cansados de viver na terra das sombras, decidem realizar o Caminho de Santiago até o fim do mundo e, uma vez lá, dar início a uma etapa terrena e efêmera no mundo dos vivos. Esta é uma jornada introspectiva na qual os fantasmas passam por terras inóspitas, encontram estranhos seres e personagens surrealistas. Eles precisam lidar com situações inesperadas, encarar suas próprias tensões e as dúvidas que envolvem a condição de ser um fantasma. Prêmios: Rotterdam – Tiger Award 2011: Melhor Filme.

25/07- 20h:30 –segunda-feira

Posição Entre as Estrelas ((Stand van de Sterren). Dir. Leonard Retel Helmrich. Documentário, 115 minutos, 2010, Holanda / Indonésia.
Sinopse: Através dos olhos da avó Rumidjah, uma mulher cristã e idosa, moradora dos subúrbios de Jakarta, vemos a evolução da sociedade econômica da Indonésia e de como a influência da globalização reflete na vida de sua jovem neta Tari e seus filhos Bakti e Dwi. Leonard Retel Helmrich, um dos convidados especiais do CineFuturo, segue esta família de uma maneira única com sua técnica cinematográfica do “Single Shot Cinema”. Sem entrevistas e voice-overs, Leonard coloca o espectador muito próximo da Indonésia. “Posição Entre as Estrelas” é a parte final de uma trilogia que segue os documentários premiados “Eye of the Day” e “Shape of the Moon”. Prêmios: Seleção Oficial World Cinema Documentário – Sundance / Melhor Documentário de longa metragem – IDFA 2010.

26/07- 18h:30 –terça-feira

Planos para Amanhã (Planes para Mañana). Dir. Juana Macías. Ficção, 92 minutos, 2010, Espanha. Sinopse: A história de quatro mulheres: Inês, Antonia, Mariam e Mónica. No dia em que as conhecemos, suas vidas estão a ponto de mudar radicalmente. Nas suas mãos, elas têm a opção de começar de novo. No seu coração, a vertigem de romper com tudo aquilo que foram construindo durante anos. Elas lutam contra a rotina e os estereótipos e têm oportunidade de começar do zero, mas, para isso devem romper com os padrões em que têm vivido até agora e reinventar a si mesmas.

26/07 – 20h:30 –terça-feira

Zeitgeist: Moving Forward – O Futuro é agora. De Peter Joseph. Documentário, 161 minutos, 2011, EUA. Sinopse: “Zeitgeist: Moving Forward” dá continuidade a um longo trabalho documental que se propõe a apresentar um caminho para a necessária transição do atual paradigma socioeconômico monetário que rege a sociedade no mundo inteiro. Este tema transcenderá questões de relativismo cultural e ideologias tradicionais e passará a estabelecer, como objetivo central, o redesenho de uma empírica vida na Terra em nome da sobrevivência humana e social. Ao invés de continuar desafiando as imutáveis leis naturais, o objetivo é criar um novo paradigma de sustentabilidade social denominado “economia baseada em recursos”. Peter Joseph é um dos convidados do CineFuturo.

27/07 – 18h:30 –quarta-feira

A Ilha Interior (La Isla Interior). Dir. Félix Sabroso e Dunia Ayaso. Drama, 91 minutos, 2009, Espanha. Com Geraldine Chaplin, Antonio de la Torre, Candela Peña, Alberto San Juan. Sinopse: Gracia, Martín e Coral são três irmãos muito diferentes que lutam por mudar suas vidas. Três náufragos de si mesmos. Mesmo sabendo o que precisam, acabam sem poder ajudar uns aos outros, talvez porque seus problemas sejam parecidos demais. Martím quer deixar a casa dos pais e ir à Paris para escrever. Gracia quer separar a realidade da ficção em que sua vida de atriz a transformou. Coral só quer ser amada. Prêmios: Festival de Cinema Internacional de Valladolid – Prêmio de Melhor Ator para Alberto San Juan.

27/07 – 20h:30 – quarta-feira

Os Cavalos de Goethe – Dir. Arthur Omar. Documentário, 70 minutos, 2011, Brasil. Sinopse: Um documentário experimental contendo cavalos, homens e uma imagem da guerra encarnada em quadros que se movem aos milímetros. Combates entre cavaleiros suspensos no tempo, filmados no Afeganistão em 2002. Através de um prisma, a teoria das cores de Goethe informa sobre a relação entre luz e escuridão, entre a história e o esquecimento, entre a morte e a resistência do instante. O olho do espectador é chamado ao tribunal da percepção histórica.

28/07- 18h:30 –quinta-feira

Djalioh – Dir. Ricardo Miranda. Ficção, 80 minutos, 2011, Brasil. Adaptação livre do conto “Quidquid Volueris – estudos psicológicos”, de Gustave Flaubert, com Bárbara Vida, Mariana Fausto, Otávio III. Sinopse: Djalioh é um ser estranho. Nascido no Brasil vai para na França aos 16 anos e apresenta-se de maneira não convencional, revelando-se “o idiota da família”. Incompreendido pela sociedade, sofre por amar Adele, que está de casamento marcado com o primo Paul, Pai de criação de Djalioh. Em Flaubert, Djalioh acaba por matar e morrer em frustrado processo de compreensão da sociedade europeia. Sem poder falar, desejar e agir socialmente este herói romântico vai se transformar “na indignidade social dos homens”.

28/07 – 20h:30 – quinta- feira

MemóriaS do desenvolvimento (MemoriaS del Desarrollo). Dir. Miguel Coyula. Ficção, 113 minutos, 2010, Cuba. Sinopse: Sérgio, um intelectual cubano, abandona a revolução e o dito “subdesenvolvimento” de seu país e descobre que também não se encaixa em sua nova vida nos EUA. Prêmios: Selecionado para Sundance Festival / Melhor Filme no Havana Film Festival in New York / Prêmio Sevilla pela inovação no Festival Cero Latitud, no Equador.

29/07– 18h:30 –sexta-feira

Eu, Também (Yo, también). Dir. Álvaro Pastor e Antonio Naharro. Drama, 105 minutos, 2009, Espanha. Sinopse: Daniel é um jovem de Sevilla de 34 anos, é o primeiro europeu com Síndrome de Dowm que obteve um título universitário. Começa sua carreira na administração pública onde conhece Laura. Os dois começam uma relação de amizade que chama atenção do seu ambiente familiar e de trabalho. Esta relação se converte num problema para Laura quando Daniel se apaixona por ela. Prêmios: Goya Melhor Atriz para Lola Dueñas, Melhor Canção Original, Concha de Prata Melhor Ator e Concha de Prata Melhor Atriz no Festival de Cinema de San Sebastian. Indicada para o Grand Prêmio do Júri no Sundance Film Festival.

29/07– 20h:30 –sexta-feira – Avant-Première

O Homem Que Não Dormia. Dir. Edgard Navarro. Drama, 100 minutos, 2011, Brasil Elenco Principal: Bertrand Duarte, Evelin Buchegger, Ramon Vane, Mariana Freire e Fabio Vidal. Sinopse: Alguns habitantes de um lugarejo remoto são acometidos pelo mesmo pesadelo. A chegada de um peregrino de origem misteriosa irá deflagrar o conflito interno em que vivem aquelas pessoas, determinando uma ruptura radical em suas vidas. O cineasta baiano Edgard Navarro lança nacionalmente o seu segundo longa-metragem, após o premiado “Eu Me Lembro

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos