jul
06

DEU NO JORNAL PÚBLICO (PORTUGAL)

Catorze jogadoras africanas de futebol oriundas dos Camarões e do Togo encontram-se em paradeiro desconhecido, após terem sido vistas pela última vez em Berlim há quase uma semana. A notícia está estampada na edição de hoje do jornal “Bild”, segundo informa o diártio português Público em uma das manchetes de sua edição online.

Todas foram convidadas a participar no torneio “Discover Football” que se realizou na capital da Alemanha por ocasião do Mundial de Futebol Feminino, que está sendo disputado em várias cidades do país.

As jogadoras, que se encontravam hospedadas num hotel em Berlim, desapareceram no mesmo dia em que o seu visto turístico expirava e em que as restantes companheiras regressaram aos seus países de origem.

Em declarações ao mesmo jornal, um porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros indicou que todas elas estariam agora em situação “ilegal” no país.

As autoridades indicam a possibilidade das jogadoras desaparecidas poderem tentar permanecer na Alemanha como imigrantes ilegais ou com o objetivo de pedir asilo político, é que algumas delas eram membros ativos de organizações para a defesa dos direitos humanos nos seus países, havendo algumas portadoras do vírus da AIDS, o que faz supor que procurariam ser tratadas na Alemanha.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos