jul
04
Posted on 04-07-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 04-07-2011

Dilma divide espaços com tucanos
( Aécio, Serra e FHC) no velório de Itamar
DEU NO IG
============================================
Depois de ser velado em Juiz de Fora (MG) e na capital mineira Belo Horizonte, o corpo do senador e presidente da República Itamar Franco foi cremado na tarde desta segunda-feira. Itamar morreu no último sábado, em decorrência de um acidente vascular cerebral. Ele estava internado desde o dia 21 de maio para tratar um quadro de leucemia, que foi agravado também por uma pneumonia.

Organizada no Palácio da Liberdade, antiga sede do governo mineiro, a última homenagem a Itamar reuniu 4.500 pessoas, entre eles a presidenta Dilma Rousseff, que chegou ao velório no início da tarde, depois de adiar para o meio-dia seu embarque em Brasília. Dilma viajou acompanhada das ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffman, das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas, e do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Também estiveram no velório tucanos como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), além de outros políticos e autoridades.

O velório sofreu um atraso pela manhã, em decorrência de um forte nevoeiro que fechou o aeroporto de Juiz de Fora nesta manhã, adiando em mais de uma hora a realização da cerimônia. Depois de ser recebido com honras militares, o corpo de Itamar chegou à base aérea da Pampulha, na capital mineira, às 10h32, e seguiu em carro aberto para o Palácio da Liberdade, antiga sede do governo mineiro, onde chegou por volta das 11h30. O caminhão de combate do Corpo de Bombeiros que transportou Itamar é o mesmo que levou os corpos do presidente Tancredo Neves, em 1985, e do vice-presidente José Alencar (PRB), neste ano.


================================================
Grandiosa canção de Milton na despedida de um grandioso homem público brasileiro e ponto de ligação humana da Bahia a Minas.

ADEUS!!!

(vhs)

Chavez de volta a Caracas:”estou contente”
Fotografia © REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

=============================================


DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

O Presidente da Venezuela, Hugo Chavéz, que esteve hospitalizado durante as últimas semanas em Cuba, chegou hoje de madrugada a Caracas, divulgou a televisão venezuelana.

Chavéz chegou num avião proveniente de Havana, que aterrou no aeroporto venezuelano de Maiquetía de madrugada, às 02:00h locais .
O canal de televisão mostrou imagens do líder venezuelano sendo recebido no aeroporto.

“Estou bem. Estou contente”, afirmou Chavéz, que abraçou o vice-presidente, Elias Jaua, e o seu irmão mais velho, Adan, depois de ter descido as escadas do avião.

A estação de televisão também mostrou a saída de Chavéz de Havana, a despedir-se do Presidente cubano, Raúl Castro.

Operado de urgência a um abcesso pélvico a 10 de junho, em Havana, o Presidente venezuelano revelou na quinta-feira à noite, numa mensagem televisiva, que foi submetido a uma segunda cirurgia durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.


Vera Felicidade
================================================

ARTIGO

Círculo vicioso abismal

Vera Felicidade de Almeida Campos

A reviravolta, ontem, no caso Dominique Strauss-Kahn, me lembrou a história contada por Albert Camus em seu livro “O Estrangeiro”. Na história, Marsault é condenado, principalmente por sua história de vida e pelo seu comportamento durante o enterro de sua mãe: não chorava e se mostrava indiferente. Estas atitudes, para os jurados, indicavam frieza e falta de envolvimento filial, ele era insensível, frio… já estava condenado!

No caso Dominique Strauss-Kahn descobriu-se que a camareira que o acusava de estupro, mentiu no preenchimento do formulário de imigração para os EUA, que além disso era amiga de um traficante, e que recebia depósitos bancários do mesmo; concluiu-se que era mentirosa, que era envolvida com criminosos e poderia estar praticando extorsão. Dominique Strauss-Kahn teve suspensa a sua prisão domicialiar, apesar do processo continuar em função das dúvidas envolvidas. O perfil da camareira foi o indutor da suspensão da prisão domiciliar.

Normalmente, os padrões, as regras, os índices comportamentais determinam tudo. Todos sabemos como as grifes, os selos e certificados são importantes e fundamentais para os que querem construir imagens socialmente aceitas, manter aparências dentro de determinados padrões.

Pensei: por se mentir uma vez, vai se mentir sempre? Como escreveu Kurt Lewin quando comentava o pensamento aristotélico: “por um fato acontecer mil vezes, nada garante, nem significa que ele vai acontecer a milésima primeira vez, que ele vai acontecer novamente” ele conclui e acrescenta: “regularidade e frequência não fundamentam o determinado. O passado não explica o presente, o passado não interfere no presente, o presente é que modifica o passado”. Sei que os psicanalistas e os deterministas não aceitam isso, pois acreditam que o antes explica o depois.

Aristóteles novamente e agora temperado com Platão: “a justiça é uma taça que pegamos ora com a mão esquerda, ora com a mão direita”. Chegaremos a Kant? Para ele a ética é o cumprimento do dever acima de tudo. Temos assim mais padrões, problemas e parcializações. O grande carrasco nazista Adolf Eichmann, por exemplo, dizia que cumpria ordens, para ele só isso tinha importância, ele não fazia nenhum questionamento, obedecia*, cumpria o dever e milhões de pessoas foram cruelmente assassinadas pelo bem da ordem. E a nossa Lei de Segurança Nacional nos tempos da ditadura militar? E todas as arbitrariedades das ditaduras comunistas, de alguns regimes islâmicos etc?

É muito perigoso, muito alienante e desumanizador, viver em um sistema cujas agências sociais, legais, governamentais, a grande imprensa e a opinião pública são pautadas por conclusões parcializadas, padronizadas. Junte-se a isso o politicamente correto, e temos assim arremedos de democracia e de liberdade, além de trabalhos e pensamentos psicológicos comprometidos em ajustar o indivíduo aos padrões reinantes. Tautologia, círculo vicioso abismal (de tanto girar no mesmo lugar, afunda).

* Sobre a obediência e suas implicações desumanizadoras, ver comentário a um clássico experimento realizado pelo Dr. Milgram “Behavioral Study of Obedience”, em meu livro “Mudança e Psicoterapia Gestaltista”, página 25.

Vera Felicidade é psicóloga. Edita na Bahia o site “Percepção, conhecimento, relacionamento”. http://psicoterapiagestaltista.blogspot.com

jul
04

O corpo do ex-presidente e senador Itamar Franco chegou por volta das 10h30 desta segunda-feira ao Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. O avião da FAB decolou com atraso do Aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora por causa do mau tempo. No Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde Itamar será velado, cerca de 200 pessoas se encontram na fila na expectativa de prestarem sua homenagem ao ex-presidente. Por volta das 11h30, o cortejo que trazia o ex-presidente havia chegado ao Palácio da Liberdade. No interior do Palácio, várias personalidades da política mineira receberam o corpo de Itamar, entre eles o senador Aécio Neves, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, e o secretário do governo de Minas, Danilo de Castro. O trânsito no entorno da Praça da Liberdade está completamente fechado. Motoristas precisam fazer desvios para passar pelo local.

O corpo de Itamar deixou por volta das 9h a Câmara Municipal de Juiz de Fora, onde foi velado nas últimas 24 horas. Ao sair do salão principal da Câmara, carregado por militares das três Forças Armadas e da Polícia Militar estadual, o corpo do ex-presidente foi saudado pela população, que cantou o Hino Nacional e o hino de Minas Gerais.

As duas filhas de Itamar, Georgiana e Fabiana, estavam presentes e devem seguir o cortejo até o Aeroporto da Serrinha, onde o corpo será embarcado para Belo Horizonte. Na capital mineira, haverá novo velório, com a presença da presidente Dilma Rousseff. No fim do dia, o corpo será cremado.

O senador Itamar Franco (PPS), presidente da República de 1992 a 1994, morreu na manhã de sábado, aos 81 anos, em São Paulo, vítima de leucemia. Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 21 de maio e permanecia licenciado de suas atividades no Senado.

Fidel com Chavez em Havana
Deu hoje no Estado de Minas (com informações da frace Press)
=============================================

O líder cubano Fidel Castro afirmou ontem(3) à noite que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, conseguirá uma “grande vitória” na “batalha decisiva” contra o tumor maligno do qual foi operado e se recupera em Havaba. “Sem hesitação afirmo que os resultados são impressionantes e não vacilei em afirmar que o paciente tem travado uma batalha decisiva que o conduzirá, e com ele a Venezuela, a uma grande vitória”, escreveu Fidel em um artigo publicado no site oficial Cubadebate (www.cubadebate.cu).

“Agora os inimigos externos e internos de Hugo Chávez estão a mercê de suas palavras e suas iniciativas. Existirão, sem dúvidas, surpresas para eles”, escreveu Castro.

Fidel também criticou a “odiosa e repugnante campanha desatada pelos meios de comunicação de massa da oligarquia venezuelana, a serviço do império” (Estados Unidos), utilizando as dificuldades de saúde de Chávez.

Chávez chegou a Cuba em 8 de junho e dois dias depois foi operado de emergência de um abscesso pélvico. Mais tarde foi submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor maligno, sem que o local do câncer tenha sido revelado.

Kertész (com Geddel):vai dar caldo?

=================================================

Na edição desta semana a revista VEJA publica na coluna Holofote, assinada pelo jornalista Felipe Payury, a seguinte nota:

=====================================================

O PT contra a renca

Na Bahia, PSDB, DEM e PMDB são inimigos históricos. Mas estão prestes a celebrar uma aliança para tentar derrotar o candidato do governador Jaques Wagner, Nelson Pellegrino(PT).As três correntes da oposição negociam um candidato comum. Chefete do DEM local, ACM Neto pleiteia para si a candidatura a prefeito de Salvador em 2012. O PSDB defende o nome de Antonio Imbassahy. Babalorixá do PMDB baiano, o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Gedel Vieira Lima, defende o radialista Mario Kertész, prefeito da capital nos anos 80.Geddel alega que não pode apoiar nenhum dos outros candidatos, por estar no governo e eles serem líderes oposicionistas.

=====================================================

BAHIA EM PAUTA COMENTA:

Informado da apimentada nota da revista por um ouvinte quando estava no ar na batuta de seu programa de espetacular audiência na Radio Metrópole – Salvador, Kertész disse que já sabia da publicação.Mas fez um comentário significativo, bem ao jeito do homem de rádio que não perdeu o tino nem o timing da política:

-Isso me diverte muito!

===============================================
Divertido é, de fato.Mas a verdade é que, se aceita pelo indicado, a ideia de Geddel ( a bem da verdade lançada originalmente no ar pelo deputado Lucio Vieira Lima ao ser entrevistado na Metrópole), daria um caldo de tempero apetitoso à disputa pelo lugar de João Henrique no Palacio Tomé de Souza.

A conferir

(Vitor Hugo Soares)

jul
04
Posted on 04-07-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 04-07-2011


====================================
Edgar Vasques, hoje no Todo Dia (RS


==========================================
OPINIÃO POLÍTICA

Plantel petista para o governo

Ivan de Carvalho

Presente ao desfile cívico do 2 de Julho, o presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, qualificou de “especulação” a hipótese de uma candidatura sua a governador da Bahia em 2014. E usou a mesma qualificação para notícias, na mídia nacional, de que pode deixar a presidência da Petrobrás no fim deste ano e assumir uma secretaria estadual no governo Wagner, como preparação para a candidatura ao governo.

Quanto ao que está escrito acima, cabe assinalar que uma coisa é “especulação” e outra coisa bem distinta é “não”. Gabrielli optou pelo primeiro vocábulo, no que foi verdadeiro, pois embora ainda não haja certeza alguma sobre ser ele o candidato do PT à governador da Bahia em 2014, seu nome está posto para valer como uma alternativa muito forte. Aliás, também é a alternativa de maior visibilidade para a mídia brasileira.

A ideia de que a preparação de eventual candidatura de Gabrielli a governador passaria necessariamente por deixar a Petrobrás no final deste ano e ocupar uma certamente importante secretaria estadual não parece correta. Essa manobra, até certo ponto, aproximaria Gabrielli do cotidiano baiano, o que ajudaria. Mas se houver uma articulação importante em favor de sua candidatura, nada tem de imprescindível ele permanecer na presidência da Petrobrás os adeptos de sua candidatura se encarregam de projetá-lo mais diretamente junto ao eleitorado baiano.

O fato de estar no desfile do 2 de Julho pode funcionar como um pequeno sinal de suas aspirações, mas ele é veraz quando diz que já participou desse desfile muitas vezes, “sendo ou não candidato”. Aliás, aqui vale lembrar que se a “especulação” para 2014 se transformar em fato, não será a primeira vez que Gabrielli disputará o governo baiano, ao qual já foi candidato pelo PT em 1990.

Embora esteja na relação de alternativas do PT para governador em 2014 com destaque, Gabrielli tem companheiros de lista. Três podem ser citados no momento, muito a julgar pelo noticiário da mídia baiana, mas alguns, pelo menos, por já notados esforços de bastidores. Há o senador Walter Pinheiro, de quem alguns correligionários dizem com ironia que “é candidato a tudo”; o prefeito reeleito de Camaçari, presidente da União dos Municípios da Bahia e ex-coordenador geral da campanha eleitoral de Jaques Wagner para governador, Luiz Caetano; e a prefeita reeleita de Lauro de Freitas e ex-deputada Moema Gramacho, cuja presença na lista provavelmente é para afirmar o lado feminino do PT e cuja ausência no desfile do dia 2 – como também foi o caso de Walter Pinheiro – é interessante, mas não a exclui da lista.

Nada do que já foi dito nas linhas precedentes representa realmente novidade. O que o repórter buscou foi apenas pintar o quadro de nomes que estão postos atualmente no PT como alternativas para a disputa do cargo de governador nas eleições de 2014.

  • Arquivos