Cabral confortado por Dilma no Rio
img.AgGlobo/IG

===========================================
DEU NO IG

Em meio a uma crise política, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, se comprometeu nesta quarta-feira (29) a reavaliar determinadas atitudes suas, entre elas, a relação que mantém com empresários. Desde a queda de um helicóptero em que Cabral viajaria e que provocou a morte de sete pessoas no último dia 17, na Bahia, o governador tem sido questionado sobre suas amizades e favores recebidos de empresários que mantêm contratos com a administração estadual.

“Quero assumir um compromisso de rever minha conduta. Sou um formador de opinião e vamos construir um código de conduta juntos. Vamos estabelecer os limites e ver o que há em outros estados do Brasil e no mundo”, garantiu Cabral, em entrevista à CBN

Entre os questionamentos feitos pela opinião pública ao governador está o fato de ele ter usado um jatinho particular do empresário Eike Batista com parentes e amigos para viajar a Porto Seguro, na data do acidente aéreo. Na Bahia, Cabral participaria da festa de aniversário do também empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Construção, em um resort.

Durante sua campanha para reeleição, Cabral recebeu de Eike Batista uma doação de R$ 750 mil. O empresário, oitavo homem mais rico do mundo, ainda se comprometeu em investir R$ 40 milhões em Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), principal projeto de segurança do Rio. Já a Delta Construções, de Cavendish, faturou R$ 1 bilhão em contratos com o governo estadual fluminense entre 2006 e 2011. Um quarto destes negócios foi feito com dispensa de licitação.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930