============================================
Na coluna VEJA ESSA, a revista Veja publica em sua edição desta semana uma frase do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal – em defesa da flexibilização do modelo licitatório de grandes obras públicas vigente no País -, que dá o que pensar.

Vejam só o que diz o ministro Mendes:

“É preciso encontrar meios de flexibilizar o modelo licitatório, que acaba sendo demorado e não tão seguro. Sabemos das pactuações e dos desvios que ocorrem com esse modelo rígido existente”.
——————————————————————–

Bahia em Pauta, com a pulga na orelha, comenta e deixa uma pergunda no ar:
———————————————————
Na segunda parte da frase de Gilmar Mendes residem a grande dúvida e a pulga da questão.

Perguntar não ofende: se o ministro do Supremo sabe “das pactuações e dos desvios que ocorrem”, por que não punir devida e implacavelmente os infratores (corruptos e corruptores) em lugar de criar ainda mais facilidades na lei?

Responda quem souber.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930