=================================================
MUSICA:
RAUL SEIXAS: A hora do trem passar
COMPOSIÇÃO:
Raul Seixas / Paulo Coelho
ANO: 1973

EDIÇÃO DE VIDEO
Vagner Scandolhere

setembro
2009

==============================================

SALVE RAUL, PRESENÇA E LUZ PERMANENTE NO BAHIA EM PAUTA!!

(VHS)

Lagarde:vencedora na briga pelo FMI/imgDN

====================================================

DEU NO JORNAL PORTUGUÊS DIÁRIO DE NOTÍCIAS (EDIÇÃO ONLINE)

A ministra das Finanças francesa Christine Lagarde foi designada esta terça-feira, 28, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), sucedendo ao também francês Dominique Strauss-Kahn.

A escolha de Lagarde, 55 anos, foi divulgada por um comunicado do organismo. Na nota informativa, o FMI referiu que o seu conselho de administração escolheu Lagarde, mas sem precisar se a decisão foi por unanimidade. Lagarde é a primeira mulher a assumir a direção-geral do FMI.

A nova comandante do FMI comprometeu-se hoje a trabalhar para que a instituição financeira internacional continue a servir os seus membros “com a mesma determinação” de antes.

“O FMI esteve ao serviço dos seus 187 países membros durante a crise económica e financeira mundial, que fez a instituição evoluir profundamente. O meu primeiro objetivo será o de fazer com que (o FMI) continue nessa via, com a mesma determinação e o mesmo empenho”, disse Christine Lagarde, num comunicado divulgado em Washington, onde o FMI tem a sua sede.

jun
28


================================================

O consórcio formado pela Repsol, Sinopec, Petrobras e Statoil anunciou esta terça-feira (28) que fez a maior descoberta no pré-sal em um poço da bacia de Campos, a 190 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, com petróleo de boa qualidade.

“Esta descoberta é a principal realizada no pré-sal da Bacia de Campos”, afirmou a Petrobras em nota.

O volume descoberto, entretanto, não foi informado pelo consórcio.

Até o momento, o chamado Parque das Baleias é o maior reservatório do pré-sal da bacia de Campos, com estimativa de reservas de 3,5 bilhões de barris de petróleo equivalente após a abertura de seis poços, segundo a Petrobras.

Com os primeiros dois poços, as estimativas do Parque das Baleias eram de 1,5 a 2 bilhões de boe.

A descoberta da Repsol Sinopec ocorreu no poço exploratório Gávea (1-REPF-11A-RJS), do bloco BM-C-33.

A Repsol Sinopec –uma joint-venture do grupo espanhol Repsol com a petrolífera chinesa Sinopec feita em dezembro de 2010 – é operadora da área, com 35 por cento de participação. A norueguesa Statoil tem outros 35 por cento e a Petrobras tem os 30 por cento restantes.

O poço está sendo perfurado pela sonda Stena DrillMax em lâmina d’água de 2.708 metros, atingindo a profundidade final de 6.851 metros.

Leia notícia completa no portal IG

www.ig.com.br

>
=============================================
Hoje, 28 de junho, é dia da cantar parabéns para um dos primeiros e maiores amigos e incentivadores deste site blog baiano: o advogado, poeta paulista e blogueiro Luiz Alfredo Motta Fontana.

Vai aqui, em homenagem mais que merecida, “Folha de Papel”, uma das mais belas e significativas canções de Sérgio Ricardo, artista nascido em Marília (SP), conterrâneo de Fontana e poeta como ele.

Muitas outras melodias poderiam combinar bem nesta homenagem do BP a Fontana, figura musical por excelência, como fica patente de saída em qualquer visita ao seu Blogbar. O editor de BP, no entanto, já sabe que esta composição de Sergio Ricardo é de especial agrado do aniversariante de hoje e veste como luva o seu perfil.

Parabéns poeta Fontana!

Bahia em Pauta inteiro lhe abraça.

TIM TIM

(Vitor Hugo Soares)
=============================================

O poeta Fontana em pessoa
< -------------------------------------------------- No mais, poesia é essencial: O garoto que já fui

(luiz alfredo motta fontana)

Teu viço,

já não possuo

Teus sonhos,

de quase todos acordei

Teus medos,

deram-me certezas

Tuas lutas,

desenharam minhas cicatrizes

Tua verdade,

meu credo

Teu sorriso,

ainda guardo

Teu olhar,

meu guia

Tua tristeza,

minha assinatura


============================================
Na coluna VEJA ESSA, a revista Veja publica em sua edição desta semana uma frase do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal – em defesa da flexibilização do modelo licitatório de grandes obras públicas vigente no País -, que dá o que pensar.

Vejam só o que diz o ministro Mendes:

“É preciso encontrar meios de flexibilizar o modelo licitatório, que acaba sendo demorado e não tão seguro. Sabemos das pactuações e dos desvios que ocorrem com esse modelo rígido existente”.
——————————————————————–

Bahia em Pauta, com a pulga na orelha, comenta e deixa uma pergunda no ar:
———————————————————
Na segunda parte da frase de Gilmar Mendes residem a grande dúvida e a pulga da questão.

Perguntar não ofende: se o ministro do Supremo sabe “das pactuações e dos desvios que ocorrem”, por que não punir devida e implacavelmente os infratores (corruptos e corruptores) em lugar de criar ainda mais facilidades na lei?

Responda quem souber.

(Vitor Hugo Soares)


=============================================
=============================================

===============================================
No dia 23 de junho, quando Peter Falk morreu em Beverly Hills, em decorrência da doença de Alzheimer, o Bahia em Pauta estava fora do ar por motivos técnicos e de viagem do editor.

Vai, portanto, nesta terça-feira de junho, o tributo cheio reverência e saudades deste site blog baiano antenado no mundo, a um dos mais extraordinários atores do cinema americano dasde a década dos 60.

Antes da paixão por Columbo (vibrando ao lado de Margarida a cada episódio do seriado famoso da TV americana exibido durante anos no Brasil) este editor do BP viu Peter Falk na tela do cinema pela primeira vez em 68. Fazia um dos papeis da impagável comédia romântica de Frank Capra, “Dama por um dia” .

De matar de risos e de saudades. Maravilhoso detetive Columbo. Magnífico e imortal ator Peter Falk!

(Vitor Hugo Soares)

jun
28


Planta industrial da Braskem em Camaçari(BA)
================================================

Deu no portal IG (com informações do jornal Valor Econômico)

A petroquímica brasileira Braskem planeja investir US$ 4 bilhões no México e nos Estados Unidos até 2015 na ampliação de sua capacidade de produção de resinas termoplásticas, informou nesta terça-feira o jornal “Valor Econômico”.

Luiz de Mendonça, executivo responsável pelos projetos internacionais da empresa, confirmou os projetos, mas não quis comentar os números da operação, que foram indicadas por outras fontes citadas pela publicação especializada em economia.

O jornal afirma que o aporte no México será de US$ 2,5 bilhões, em sociedade com o grupo asteca Idesa, e será destinado à construção de três fábricas que, em conjunto, terão capacidade de produzir 1 milhão de toneladas anuais de etileno e polietileno.

Já nos Estados Unidos, a quantia de US$ 1,5 bilhão, seria para ampliar três plantas industriais já em operação e que produzem 1 milhão de toneladas de polipropileno ao ano. Pelos cálculos do jornal, os investimentos garantiriam a Braskem, considerada atualmente a oitava petroquímica do mundo, um lugar entre as cinco maiores empresas do ramo.

A Braskem já é a maior produtora de resinas termoplásticas da América Latina e possui 31 plantas industriais distribuídas entre o Brasil e os Estados Unidos, nas quais produz mais de 15 milhões de toneladas de produtos petroquímicos ao ano.

jun
28
Posted on 28-06-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 28-06-2011


===========================================
Cau Gomez, no jornal A Tarde (BA)


==================================================
OPINIÃO POLÍTICA

Os ataques na Internet

Ivan de Carvalho

A intensidade da ação dos hackers nos últimos dias, atacando sites do governo brasileiro e de governos estaduais e de políticos de destaque, a exemplo do senador paranaense Roberto Requião, além de ser uma atividade prejudicial, ainda que tenham, como algumas das que ocorreram e na ótica de seus autores, apenas o caráter de “brincadeiras” ou “diversão”, representam muito mais do que isto.

Considere-se que o Brasil não é o único país em que esses ataques têm ocorrido. Nos Estados Unidos, já houve ataques até mais importantes, inclusive a órgãos como a Agência Central de Inteligência (CIA) e ao FBI. O secretário de Defesa do governo de Barack Obama saiu de seus cuidados para anunciar que a administração americana tomará medidas para garantir a segurança de seus sistemas de informática. E disse isso não apenas por estar solidário com a CIA e o FBI, mas com razões próprias, pois os hackers já haviam executado também um ataque ao sistema do Pentágono, embora, segundo a versão oficial, sem atingir os bancos de informações sensíveis (ou mais sensíveis?).

Esses ataques são perigosos em si mesmos, pelos danos de diversos tipos que podem causar. No limite, talvez possam até desencadear guerras. Mas eles representam também uma ameaça à liberdade na rede mundial de computadores, uma ferramenta que, em princípio, poderia e deveria ser usada para ampliar a liberdade de informação, de expressão e a própria liberdade política, como ocorreu recentemente na Tunísia e no Egito, países por onde se iniciou a Primavera Árabe, ainda em curso.

É que na medida em que fazem ataques apenas “por diversão” ou para se sentirem poderosos e mostrarem seu poder, os hackers não somente tornam indispensável ou inevitável a aprovação de legislação – nos diversos países isoladamente e talvez até mediante uma convenção internacional que abrangeria certos aspectos dessas ações clandestinas sobre os quais os governos consigam chegar a um consenso – disciplinadora e punitiva.

Para que esse tipo de legislação seja efetiva, serão indispensáveis (e se dirá que estão justificadas) medidas restritivas que atualmente ainda são amplamente rejeitadas, aumentando controles, monitoramento, espionagem oficial na Internet e a redução progressiva da liberdade na rede, numa velocidade que certamente iria variar de país para país, mas acabaria colocando a rede sob estrito controle oficial.

Não sou otimista quanto à preservação da liberdade na rede. Creio que seu destino final será um rígido controle dos governos sobre ela, pois, sendo poderoso instrumento de poder, os governos, a longo prazo, não vão resistir à tentação de estender colocá-lo sob seu controle praticamente absoluto.

O risco desses ataques intensivos de hackers que vêm ocorrendo é o de acelerar e justificar a criação dos instrumentos legislativos e tecnológicos de controle, vale dizer, de redução da liberdade. Vários governos já estão em luta aberta contra a liberdade na rede e os ataques do tipo dos que ocorreram nos Estados Unidos ou que ocorrem agora no Brasil servirão somente para reduzir a resistência a medidas restritivas da liberdade na rede.


========================================================
A música para terminar a segunda-feira e começar a terça-feira no BP é da maravilhosa trilha sonora de “Meia Noite em Paris”, mais recente filme de Woody Allen em cartaz em Salvador, que faz sucesso no mundo todo.

A sugestão é da jornalists colaboradora do BP, Maria Olivia Soares, dedicada a Regina, a aniversariante de 25 de junho.

BOA NOITE

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930