jun
19
Postado em 19-06-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 19-06-2011 23:52

Bruno Gouveia (centro), vocalista do Biquini Cavadão
carrega o caixão do filho, que morreu no acidente/Terra
=========================================

==============================================

DEU NO PORTAL TERRA

A Marinha informou, na noite deste domingo, que a cabine do helicóptero que caiu na noite de sexta-feira na região de Trancoso, na Bahia, foi encontrada por mergulhadores. A aeronave foi localizada a uma distância de 250 m da costa e a 10 m de profundidade.

A cabine estaria muito danificada, o que tornaria impossível a visualização de corpos no interior do helicóptero, afirmou a Marinha. A falta de luz natural também dificulta as buscas, já que a visibilidade da água no período noturno é baixa.A Marinha mantém os navios Patrulha Gravataí e Varredor Albardão na área da queda do helicóptero.

Mais cedo nesta tarde já haviam sido localizados possíveis partes do helicóptero: um pedaço da carenagem (peça da estrutura externa), um assento, um apoio de braço e mais uma bolsa. Logo após o acidente, algumas peças da aeronave foram encontradas boiando no mar.

Enterro de filho de cantor

Foram enterrados na tarde deste domingo, no Rio de Janeiro, os corpos de Fernanda Kfuri, 35 anos, e de seu filho Gabriel, 2 anos, fruto do relacionamento com o vocalista da banda Biquini Cavadão, Bruno Gouveia. Eles são duas das quatro vítimas fatais da queda de um helicóptero no sul da Bahia, na noite de sexta-feira. Três pessoas continuam desaparecidas.

De acordo com a administração do cemitério São João Batista, em Botafogo, os dois foram sepultados às 15h. O cemitério estima que cerca de 150 pessoas acompanharam a cerimônia, que contou com um forte esquema de segurança. Muito abalado, Bruno chegou ao local sem falar com a imprensa. Os outros integrantes da banda, Miguel Flores da Cunha, Carlos Coelho e Álvaro Lopes, além da atriz Regina Casé, foram ao velório.

O acidente

A aeronave, modelo Eurocopter AS 350 B2 Esquilo, deixou Porto Seguro em direção ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, em Trancoso, e desapareceu às 18h40 de sexta-feira. No momento do acidente havia uma forte neblina.

Marcelo Almeida, presidente do First Class Group e dono do Jacumã Ocean Resort, teria jantado horas antes com Sérgio Cabral, que estava no condomínio com a família e integrantes do primeiro escalão do governo do Rio. Após o jantar, Marcelo saiu com o helicóptero para pegar o grupo de amigos e parentes do governador. Entretanto, em Porto Seguro, o filho de Cabral, Marco Antônio, e o marido de Jordana, Fernando Cavendish, não embarcaram na aeronave por falta de espaço – seriam realizadas várias viagens para levar todos os convidados.

O piloto do helicóptero não fez qualquer contato com o controle de tráfego aéreo local para informar alguma anormalidade com a aeronave, segundo nota da Força Aérea Brasileira (FAB). A investigação das causas do acidente está a cargo do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 2), com sede no Recife (PE).

De acordo com a FAB, a aeronave decolou de Porto Seguro às 18h41 e tinha previsão de voar por 10 minutos até a Fazenda Jacumã, seu destino final. A última visualização radar da aeronave ocorreu às 18h57, a aproximadamente 23 km, em direção ao mar, do aeródromo de Porto Seguro.

Tragédia em resort

Em maio de 2009, uma aeronave caiu na pista de pouso do Terravista Condomínio, Resort e Golf, localizado na praia de Trancoso, também em Porto Seguro. O avião, um bimotor modelo King Air B350 que havia decolado da cidade de São Paulo, perdeu altura no pouso e bateu em uma árvore. Quinze pessoas morreram no acidente.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930