FHC: “ele tem dificuldades
em fazer gestos comigo”

=================================================

DEU NO UOL NOTÍCIAS

Fábio Brandt
Em Brasília

Após receber cumprimentos da presidente Dilma Rousseff (PT) por seus 80 anos, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse nunca ter recebido telefonema do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em seu aniversário. Ele negou estar magoado, mas criticou o adversário. “Ele deve ter algum problema psicológico, tem dificuldade em fazer gestos comigo”, afirmou FHC em entrevista publicada pelo jornal “Correio Braziliense” nesta sexta-feira (17).

“Todo mundo diz que a Dilma é uma pessoa agressiva. Comigo não foi de forma alguma”, disse o tucano ao jornal.

Para o ex-presidente, a beligerância entre seu partido, o PSDB, e os adversários do PT “cansou”. Segundo ele as siglas têm projetos “meio parecidos” e a separação entre elas “é essencialmente a disputa pelo poder”.

“Não quero com isso tirar o mérito do governo Lula, do que fez de expansão dos programas sociais”, afirmou FHC. “Agora, os programas sociais todos começaram no meu governo. Do Luz no Campo, distribuição de livros, as bolsas”, disse.

Lula aos blogueiros: “vocês são fundamentais”/TM

===========================================


DEU NO PORTAL TERRA

Luciana Cobucci
Direto de Brasília

O ex-presidente Lula fez duras críticas à imprensa na noite desta sexta-feira, em Brasília, durante a abertura do 2º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. Lula exaltou o trabalho feito por blogs independentes durante a campanha eleitoral do ano passado e lembrou do episódio em que o ex-candidato à presidência José Serra (PSDB) foi atingido por uma bolinha de papel.

“Vocês evitaram que a sociedade brasileira fosse manipulada como durante muito tempo foi. Vocês evitaram que os chamados falsos formadores de opinião pública que, às vezes, não convencem nem quem está em casa assistindo, ditassem regras. Nunca me preocupei com crítica se ela for verdadeira, me preocupo com inverdades, má-fé, más informações, como aquela pedra, aquele meteorito de papel que bateu na cabeça de um candidato no ano passado”, disse.

Durante todo o discurso de abertura, Lula foi ovacionado pelos presentes sempre que criticava a imprensa. “O sucesso dos blogueiros independentes e livres é a seriedade, quanto mais atacarem vocês, mais vocês têm que agir com seriedade. Temos que ganhar deles na imagem que a sociedade vai ter da gente, não digo isso como cidadão, mas como ex-presidente: sei o bem que vocês fizeram para a democracia não deixando a sociedade acreditar em todas as mentiras.

Vocês são uma alternativa, uma possibilidade que a sociedade participe que não fique refém desse ou daquele formador de opinião pública, ela pode ouvir, escutar ou ler, mas também pode falar”, afirmou.

Lula disse também que é preciso avançar na regulamentação do Plano Nacional de Banda Larga, que procura ampliar o serviço em todo o País, e também no marco regulatório da comunicação. “Nós ainda temos menos computador do que deveríamos, menos internet, menos blogueiros e blogueiras, mas estamos num processo de avançar rapidamente. O que vai acontecer é que precisamos fazer da banda larga um direito de todos. Estou convencido que a companheira presidenta (sic) Dilma Rousseff vai trabalhar agora com mais força e vigor para que consiga fazer da banda larga um direito de todos e não só um privilégio de quem tem dinheiro para pagar”, disse.

jun
17
Posted on 17-06-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 17-06-2011

Victory Tower: endereço do novo
=================================================

DEU NO SITE DO JORNALISTA CLAUDIO HUMBERTO

“Após exigir publicamente explicações sobre o patrimônio de Palocci, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), é que se vê obrigado agora a explicar seus negócios imobiliários. Ele mantinha segredo da compra de um apartamento de luxo no Corredor da Vitória, área valorizada de Salvador, mas a confirmou após notícia nesta coluna. O imóvel fica no prédio “Victory Tower” e Wagner diz ter pago apenas R$ 1,450 milhão”.

===================================
Bahia em Pauta comenta:

Na notícia de ontem (16), que este site blog reproduziu, o colunista dizia que o novo apartamento adquirido por Wagner ficava na Mansão Leonor Calmon, um dos mais caros e suntuosos endereços do Corredor da Vitória.

Rebate falso ou isca?

Ao lado de Dom, Ravel fez sucesso nos 70…

================================================
…como “Eu te amo meu Brasil”

=============================================

DEU NA REDE TV

Morreu, aos 64 anos, no início da tarde de ontem na capital paulista, o cantor Eduardo Gomes de Farias, o Ravel, da dupla Dom e Ravel, sucesso da década de 1970. Segundo familiares, Ravel sofreu um enfarte no momento em que tomava banho em sua residência. Os bombeiros ainda foram acionados, mas o ataque cardíaco foi fulminante.

O corpo de Ravel foi velado no Cemitério do Araçá, região da Consolação, na capital, onde também foi realizado o sepultamento, marcado para 12 horas. Ravel deixa a esposa Rejane, com quem estava casado há 37 anos, e uma única filha, Priscila. Eustáquio Gomes de Farias, o Dom, faleceu em dezembro de 2000, vítima de um câncer de estômago.

Dupla

Os irmãos nasceram em Itaiçaba (CE) e mudaram-se ainda pequenos para São Paulo, na década de 1950. Eduardo foi apelidado de Ravel por um professor de música, por causa de sua aptidão para a arte.

Ingressando na carreira artística por volta do início dos anos 1960, a dupla, já como Dom & Ravel, lançou em 1969 o primeiro LP, “Terra boa”, que trazia a canção “Você também é responsável”, transformada, dois anos depois, pelo ex-ministro da Educação, Jarbas Passarinho, no hino do Movimento Brasileiro de Alfabetização (Mobral).

Mas seria na virada dos anos 1970 que dupla atingiria seu maior sucesso, através de sua composição “Eu te amo meu Brasil”, gravada pelo conjunto Os Incríveis. Entre os outros sucessos, estão “Animais irracionais”, “Só o amor constrói” e “Obrigado ao homem do campo”.

jun
17
Posted on 17-06-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 17-06-2011

Dilma: agora a favor do sigilo

==============================================
DEU NO IG

A presidenta da República, Dilma Rousseff, defendeu nesta sexta-feira a decisão de manter em segredo orçamentos de obras da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, enquanto estiverem em andamento os processos de licitação referentes à competição. A previsão é parte de uma medida provisória aprovada pela Câmara dos Deputados na noite da última quarta-feira, por meio da qual criou-se o chamado Regime Diferenciado de Contratação (RDC).

Dilma apoiou a defesa no argumento de que o sigilo vale para as empresas que participarão de licitações, mas o orçamento estará aberto para todos os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU). Assim, segundo a presidenta, a medida ajuda a reduzir preços e evitar a formação de cartel.

“Para evitar que a pessoa que está fazendo a oferta utilize a prática de elevação dos preços e formação de cartel, qual é a técnica que se usa? Você não mostra para ele qual é o seu orçamento, mas quem fiscaliza sabe direitinho qual é o valor”, afirmou Dilma, que esteve em Ribeirão Preto, no interior paulista, para o lançamento do Plano de Safra 2011/2012 do governo federal.

Tema de uma ofensiva comandada pelo Planalto há vários meses, a mudança nas regras para obras da Copa e das Olimpíadas tornou-se rapidamente alvo de críticas. A polêmica ganhou força nesta semana com a decisão de incluir no texto o item segundo o qual o orçamento de uma determinada obra só será informado ao público após o encerramento da licitação. Durante o processo, apenas os órgãos de controle terão acesso ao valor máximo que o governo pode pagar naquele contrato.

Dilma disse que o regime especial foi “discutido amplamente” entre governo e os órgãos reguladores e “faz parte das melhores práticas da OCDE e da União Europeia”. “Eu lamento a má interpretação que se deu a isso, não tenho interesse em ocultar, pelo contrário, porque não se oculta da sociedade”, concluiu.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que também participou do lançamento do plano, saiu em defesa do governo. “Acho que a presidenta explicou que não é o objetivo esconder os números. A presidenta, como todos nós, tem compromisso com a transparência.”

A polêmica em torno do assunto levou o ministro do Esporte, Orlando Silva, a também justificar os termos previstos no novo regime de contratações. “O temor dos que criticaram essa iniciativa é que não terão instrumento para fazer acordo, conluio e combinação de preços”, disse o ministro, que convocou uma entrevista em Brasília para falar sobre o assunto.

Orlando Silva também falou sobre outro ponto da RDC, o que dá à FIFA e ao COI (Comitê Olímpico Internacional) a prerrogativa de exigir adequações e mudanças nas obras em andamento, o que poderia causar aditivos aos orçamentos.

Ele explicou que a Fifa e o COI são entidades que cuidam de especificações técnicas. No caso dos Jogos Olímpicos, por exemplo, se houver mudança na regra de uma modalidade, ela pode levar a mudanças que precisam ser incorporadas no projeto de alguma instalação.

Leia mais sobre o assunto no IG

www.ig.com.br

Janio e a zanga de Gonzagão

===============================================

ARTIGO/ FORRÓ?

Forró não é isso

Janio Ferreira Soares

Se vivo fosse, certamente Luiz Gonzaga estaria amuado em algum canto do Sertão do Araripe, danado da vida com o que andam fazendo com o ritmo em que ele era o maioral. O forró, essa deliciosa levada nordestina que é a melodia perfeita para estes dias de ternas fogueiras, coloridos balões e estrangeiras garoas, está sendo brutalmente desfigurado por algumas bandas movidas a dançarinas de pernas grossas e cantores robotizados, que abusam do tripé “cachaça, rapariga e gaia” para iludir milhares de jovens de que forró é isso. Deveriam ser processados por propaganda enganosa e atentado aos dominguinhos da vida.

A propósito, o jornalista pernambucano, José Teles, fez um belo artigo sobre o tema. Ele diz que esse tipo de música já se encontra tão massificada na cabeça da meninada, que está criando entre eles uma arriscada cultura na qual mulher é sempre safada e descartável, cachaça é pra beber até cair e carro não é apenas um meio de transporte, mas lotação para encher de raparigas. Ele prossegue dizendo que quando um cantor chega numa praça pública e pergunta se tem rapariga na plateia e centenas de mulheres levantam as mãos, alguma coisa está fora de ordem. E o mais preocupante é que essa juventude, em breve, poderá assumir o poder. Oremos.

Devo minha formação musical ao rádio. De Orlando Silva até o novíssimo som que vinha de Liverpool, nada escapava do bom e velho Transglobe Philco, meu fiel companheiro nas madrugadas da vida. E foi através dele que eu tive os primeiros contatos com o baião de Luiz Gonzaga e o suingue de Jackson do Pandeiro, e, mais adiante, com os forrós de duplo sentido do Trio Nordestino e Genival Lacerda, cujas Passei a Noite Procurando Tu e Ele Tá de Olho é Na Butique Dela, se comparadas às barbaridades de hoje, soam quase infantis.

Sinceramente, não sei até que ponto a música influencia na formação de um jovem. Mas sei que, fatalmente, ela servirá de fundo musical para diferentes fases de sua vida. Como agora, quando, talvez induzido pelo som de bandeirolas açoitando o ar, me pego assoviando aquela velha canção em que Luiz Gonzaga pede ao seu amor para olhar pro céu só pra ver como ele está lindo.

Já essa turma que abre a mala do carro e obriga toda a vizinhança a ouvir alguém berrar que é pra beber, cair e depois levantar, me deixa bastante preocupado, não só pela qualidade dos sons que eles levarão consigo, mas, principalmente, porque muitos seguem esses conselhos ao pé da letra e, depois de beberem todas, saem dirigindo loucamente, correndo o risco literal de bater, se esbagaçar e aí, sim, nunca mais se levantar. Definitivamente, isso nunca foi forró. Muito menos o seu propósito.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso, no lado baiano do Rio São Francisco.

jun
17
Posted on 17-06-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 17-06-2011


=======================================
Cau Gomez, no jornal A Tarde (BA)

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930