==========================================
Eita Petrolina ! Eita Juazeiro!

Se saudade matasse , por onde andaria este nordestino editor de tanta saudades destas duas cidades tão amadas nos primeiros anos de sua juventude?

Logo ele que não sabe viver sem um forró junino de verdade para depois molhar os pés cansados da bagaceira nas águas do São Francisco – o rio da sua aldeia e das melhores lembranças.

BOA NOITE!!!

(Vitor Hugo Soares)


=========================================
Preso desde 2007 no Brasil, o ex-ativista Cesare Battisti deve ser libertado imediatamente, afirma o jurista Dalmo Dallari. Nesta quarta-feira (8), o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela soltura do italiano.

A maioria dos ministros do STF ( 6 a 3 ) votou a favor do pedido de liberdade feito pela defesa do italiano. Este será o ponto final de anos de desencontros entre o Executivo brasileiro, o governo italiano e o posicionamento de ministros como o relator Gilmar Mendes, contrário à soltura.

A Corte já havia decidido por validar o ato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pela não extradição do italiano. Mais cedo nesta quarta, os ministros rejeitaram, sem analisar o mérito, ação do governo da Itália contra a decisão de Lula.

No último dia de seu mandato, fundamentado num parecer da AGU (Advocacia Geral da União), o ex-presidente Lula decidiu não extraditar o ex-ativista Cesare Battisti, considerado terrorista pelo governo italiano. Ex-membro do Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), Battisti foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos ocorridos na década de 1970. Depois de exilar-se na França por mais de 10 anos, ele fugiu para o Brasil assim que o governo francês decidiu pela extradição para a Itália, em 2004.

Em 2009, o então ministro da Justiça, Tarso Genro (PT-RS), havia concedido asilo ao ex-ativista, mas o Supremo decidiu por mantê-lo em reclusão.

Leia a entrevista

Terra Magazine – O que representa essa decisão, a validação do ato de Lula?
Dalmo Dallari – Vai ser determinada a ime diata soltura de Battisti. Hoje não estava em discussão a validade da decisão do presidente Lula. Estava em discussão a soltura e foi decidida a imediata soltura.

É um ponto final?

É um ponto final no caso. A questão da extradição já estava decidida. Só estava em decisão mantê-lo ou não preso e não havia nenhum fundamento em mantê-lo preso. Isso foi um artifício que se criou para retardar a soltura.

Não é estranho que o próprio Supremo – que havia decidido por mantê-lo preso – agora determine a soltura?
Isso foi pura manobra. Absolutamente ilegal.

Por quê?

Os perdedores incluíam o próprio presidente da Suprema Corte, Cezar Peluso, e o relator do processo, Gilmar Mendes. Eles é que deveriam ter tomado a iniciativa de determinar a soltura. Como eles foram derrotados na questão da validade do voto do ex-presidente Lula, buscaram de alguma forma retardar a libertação. Um ato de vingança.

Os próprios ministros, como Luiz Fux, por exemplo, falaram que o julgamento se tratava de defender a soberania nacional. O senhor concorda?

Não, não tem nada a ver. É claro que a questão da soberania era importante, mas, mais importante era o respeito à Constituição brasileira, como vários ministros ressaltaram.

Leia mais sobre o assunto em Terra Magazine

http://terramagazine.terra.com.br

Lula no Anhembi(SP):”Tem algum
motivo para eu não estar bem?”/ IG

=============================================================
DEU NO IG

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva empenhou-se em destacar a autoridade da presidenta Dilma Rousseff ao comentar nesta quarta-feira a demissão do ex-chefe da Casa Civil Antonio Palocci. Ao cumprir agenda em São Paulo, Lula ressaltou que cabe a Dilma definir o rumo do governo.

“É sempre triste tirar um companheiro. Eu tive que tirar companheiros e é um sofrimento muito grande. mas eu acho que a presidenta tem autoridade. Ela fez no momento certo”, disse Lula.

Questionado se a escolha de Gleisi Hoffmann para a vaga foi correta, Lula destacou: “Eu acho que se a companheira Dilma escolheu está certo.”

Durante a palestra, o ex-presidente voltou a comparar seu governo com o de Fernando Henrique Cardoso e ressaltou a mudança na geografia econômica brasileira nos oito anos de seu mandato.

“O Nordeste hoje é a China brasileira”, disse.

Na saída, Lula demonstrou bom humor : “Tem algum motivo para eu não estar bem? Tem. Meu sapato está apertando o pé”, brincou.

Lula foi questionado novamente sobre Palocci, foi interrompido por seu sócio e assessor Paulo Okamotto. “Que Palocci? Aqui ele só fala sobre embalagens (produto da Tetra Pak)”, disse Okamotto.

Jornalistas que cobriam o evento foram agredidos por um segurança da empresa Faqui, contratada pela Tetra Pak. Como a presença da imprensa foi vedada, repórteres do iG, O Globo e Agência Estado ficaram em um local, do lado de fora, onde era possível ouvir a palestra. Um segurança tentou expulsar os jornalistas com ameaças, arrancou a máquina fotográfica das mãos do repórter do iG e distribuiu empurrões e joelhadas.

A assessoria da Tetra Pak determinou a retirada do segurança e lamentou o episódio.


=====================================================
Vittorio De Sica canta “Munasterio ‘e Santa Chiara”, em vídeo tão raro quanto precioso, garimpado no You Tube.

Belissima e emblemática canção napoítana, que cai como uma luva para esta tarde de ambates no Supremo Tribunal Federal. Confira.

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

=================================================

De quebra, para os leitores e ouvintes do Bahia em Pauta a versão clássica da soberba canzone de Galdieri – Barberis , na interpretação de Claudio Villa.

MUNASTERIO ‘E SANTA CHIARA
Galdieri- Barberis

Dimane?…Ma vurría partí stasera!
Luntano, no…nun ce resisto cchiù!
Dice che c’è rimasto sulo ‘o mare,
che è ‘o stesso ‘e primma…chillu mare blu!

Munasterio ‘e Santa Chiara…
tengo ‘o core scuro scuro…
Ma pecché, pecché ogne sera,
penzo a Napule comm’era,
penzo a Napule comm’è?!

Funtanella ‘e Capemonte,
chistu core mme se schianta,
quanno sento ‘e dí da ‘a gente
ca s’è fatto malamente
stu paese…ma pecché?
No…nun è overo…
no…nun ce créro…
E moro pe ‘sta smania ‘e turná a Napule…
Ma ch’aggi”a fá?…
Mme fa paura ‘e ce turná!

Paura?…Sí…Si fosse tutto overo?
Si ‘a gente avesse ditto ‘a veritá?
Tutt”a ricchezza ‘e Napule…era ‘o core!
dice ch’ha perzo pure chillu llá!

Ma pecché, pecché ogne sera,
penzo a Napule comm’era
penzo a Napule comm’è?!…

QUE TARDE!!!

(VHS)
==============================================

Postado no twitter e no blog do deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B-RJ)

=============================================

=============================================
Em discurso no Plenário da Câmara, o deputado federal Delegado Protógenes (PCdoB-SP) lembra que o banqueiro Daniel Dantas foi flagrado afirmando ter esquema nos tribunais superiores para se livrar da justiça. Confira.

(VHS)

A Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) terminou em Viena a sua primeira reunião deste ano sem chegar a um acordo para aumentar a produção de petróleo, ficando as quotas inalteradas em 24,8 milhões de barris diários.

Vários membros defendiam o aumento da quota atual de produção de 24,84 milhões de barris diários para reduzir os preços, mas outros, com o Irão e a Venezuela, opuseram-se por considerarem que o mercado está bem abastecido.

«A reunião terminou e infelizmente não encontrámos um consenso», afirmou hoje o secretário-geral da OPEP, Abdala Salem El Badri.

No inicio da reunião ministerial do grupo, a presidência iraniana da OPEP assegurou que o mercado mundial está bem abastecido de crudo.

«O mercado permanece bem abastecido com uma ampla capacidade excedentária», disse o ministro iraniano do Petróleo, Mohamad Aliabadi, no seu discurso de abertura do encontro referindo-se assim à possibilidade de que os países membros poderem aumentar rapidamente a sua produção.

Deu no portal português TSF

Battiste: dia crucial para ele
e para a justiça brasileira

=================================================

DEU NO IG

O ex-ativista italiano Cesare Battisti, que terá seu destino decidido na tarde desta quarta-feiira hoje (8) pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), passou a véspera do julgamento apreensivo, porém mantendo a serenidade. Foi o que informou à Agência Brasil o advogado do italiano, Luis Roberto Barroso. Ele esteve com Battisti ontem (7) à tarde, no Presídio da Papuda, em Brasília. Desde 2007, Battisti está detido no local, onde aguarda a palavra final sobre seu processo de extradição.

“Ele está sereno e apreensivo, como seria de se esperar. Até eu estou assim, imagina ele, que terá a vida decidida”, disse o advogado. O advogado afirmou também que o italiano está “com sentimento positivo” e que, intimamente, especula como serão os votos dos ministros do STF.

Barroso acredita que o Supremo não submeterá o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a uma “desmoralização internacional” para atender aos interesses da Itália, especialmente após políticos do país se dirigirem às autoridades brasileiras “de forma imprópria e ofensiva”. Em 2009, quando foi concedida a condição de refugiado político a Battisti, um deputado italiano chegou a dizer que o Brasil não era conhecido por seus juristas, e sim por suas dançarinas.

No fim do ano passado, quando o presidente Lula decidiu não extraditar Battisti, o Conselho de Ministros da Itália, chefiado por Silvio Berlusconi, publicou uma dura nota citando nominalmente o ex-presidente. “Não há precedente na história das relações internacionais de uma nota de Estado estrangeiro fazer uma crítica a um presidente da República”, afirmou Barroso.

Segundo o advogado, os italianos precisam se conformar com a decisão soberana do Brasil. “Eu acho que a questão definitiva é que se trata de uma questão de soberania e que não pode ser alvo de ataque de um Estado estrangeiro. Pode haver crítica política da decisão, mas ela não pode ser questionada”, acrescentou.

Ele esclareceu que caso o STF decida que o ato de Lula é inválido, isso não significa que a Corte tenha dado aval para a extradição. “Se isso acontecer, a matéria volta para a presidenta Dilma. O STF não tem competência para entregar a pessoa. Ele só pode manter ou invalidar a decisão do presidente (Lula)”. Caso a decisão seja em favor de Battisti, Barroso afirmou que a expedição do alvará de soltura deve ser automática.

jun
08
Posted on 08-06-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 08-06-2011


======================================
Miguel, hoje, no Jornal do Comércio (PE)

jun
08
Posted on 08-06-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 08-06-2011


==================================================
Eita bagaceira no caminho da feira!

BOA NOITE!!!

(VHS)

  • Arquivos

  • junho 2011
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930