Dilma com Palocci hoje em Brasília/ig

=============================================

DEU NO IG

A presidenta Dilma Rousseff saiu hoje pela primeira vez em defesa do chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, desde o início da crise que se abriu por causa da evolução patrimonial do ministro nos últimos anos. Ao cumprir agenda em Brasília, em um evento sobre educação, a presidenta abriu uma entrevista coletiva alegando que o ministro dará “todas as explicações” aos órgãos competentes.

“O primeiro ponto que eu quero abordar diz respeito à questão do ministro Palocci. Quero assegurar a a vocês que o ministro Palocci está dando todas as explicações para os órgãos de contorle, as explicações necessárias”, disse Dilma.

Acompanhada pelo chefe da Casa Civil no evento, a presidenta afirmou ainda esperar que o caso não seja “politizado”, como, segundo ela, ocorreu no momento em que o PSDB levantou suspeitas sobre o pagamento de restituições feitos pela Receita Federal à WTorre, uma das empresas que contrataram os serviços de consultoria da Projeto, empresa de propriedade do chefe da Casa Civil.

“Lamento que um caso como este esteja sendo politizado. E quero reiterar que o ministro Palocci dará todas as explicações aos órgãos de controle inclusive ao Ministério Público, nos próximos dias”, reforçou.

Be Sociable, Share!

Comentários

Marco Lino on 26 Maio, 2011 at 20:33 #

Alguém já disse que a cúpula petista paulista é miserável culturalmente. Que verdade!

Forjados no mundo político, Dirceu, Palocci e outros menos votados facilmente se tornaram “experts” em política (e, ultimamente, gênios em finanças), mas parecem incapazes de fazer uma simples análise da sociedade brasileira.

Ora, o fato de acumular dinheiro não significa muita coisa para certa elite… Para ser aceito em certos círculos é necessário ter “pedigree”, sangue nobre. Entre um burgês e um nobre há um abismo quase que intransponível. Não basta ser um novo-rico, tem que ter o ethos. Kate Middleton, não obstante a fortuna do pai, “era” plebéia, caro Palocci.

Chega a ser patético o apelo de Palocci e Dirceu por tratamento igual.

Não conhecem o seu lugar na estrutura.

Aliás, o PT de São Paulo, já que quer ser aceito pela tal “gente diferenciada”, (diferenciada para mais, entendam) deveria mudar o nome do partido, tirar o trabalhador do nome e o vermelho da bandeira… Quem sabe assim, Dirceu, hã?! Com “trabalhadores” no nome, nego, “nem a pau, Juvenal!”.

O que é pobreza em Dirceu, Palocci e cia é riqueza em Marco Aurélio Garcia e Celso Amorim: conhecimento histórico. Por outro lado, o que é riqueza em Palocci e Dirceu é pobreza em Amorim e Garcia. Compreensível.


danilo on 26 Maio, 2011 at 23:11 #

pô, Marco Lino, taí, gostei da sua imprecação. lúcida e certeira.

no entanto, não há nenhum traço de nobreza em Amorim e menos ainda em Top Top Garcia. são dois treponídeos furiculares que vivem a dar loas a ditadores universais. Castro, Ahmadinejad, Kim Jong, Kadhafi, Mugabe.

e aquele gesto de Top Top em frente às câmeras de TV, nem o tosco rupestre do Maguila teria coragem de fazer aquilo. nem como piada.


Marco Lino on 27 Maio, 2011 at 8:57 #

Não são e, até onde sei, não querem ser. Diferente do Palocci e Dirceu que tentam sistematicamente entrar nos bailes da corte e são barrados na entrada.

Não adianta salvar a Globo da bancarrota e prestar bons serviços ao sistema financeiro, pois no final levarão chumbo na asa do mesmo jeito.

Já Amorim e Garcia são, pela atuação de cada um, jacobinos. Dos poucos e bons que ainda restam no pt.

Sobre o Garcia, meu caro, lembre-se que o “em frente às câmeras” seu deve ser no mínimo relativizado, pois o simbólico gesto (que eu aprovo inteiramente, diga-se) foi feito dentro de sua residência. Logo, uma pergunta que cabe é: por que diabos um cinegrafista estaria com uma câmera voltada para DENTRO da casa de um individuo?! Estranho, não?

Saudações jacobinas


danilo on 27 Maio, 2011 at 11:49 #

não, Marco Lino, o gesto de Top Top não foi dentro da sua residência, e sim num recinto oficial. o gabinete onde ele estava e fez o o top top não é do PT, e sim da nação.

e o contexto em que o gesto foi feito, como se estivesse comemorando uma outra versão [talvez verdadeira] que limpava a cara das reponsabilidades, também, do governo, cujo foco era a morte de centenas de pessoas.

a gente olha pra cara de Top Top é vê claramente que não existe alma naquele corpanzil de burguês soviético.


Marco Lino on 27 Maio, 2011 at 20:33 #

De fato, foi no seu (dele) gabinete de trabalho. Imaginei ter sido em sua residência.

Entretanto, meu caro, o contexto foi o político de então. O ano eleitoral foi o anterior, mas, não esqueçamos, a máxima do golpista é: “…se tomar posse, não governa”. A “grande imprensa”, com a Globo (salva da bancarrota por Dirceu, Palocci e Lula) no comando (dona Judith era e é raia miúda), tratou logo de incriminar Lula (mais) e o governo. Sequer esperaram o inquérito ter início. Fizeram um inquérito próprio, montaram um tribunal, um processo, julgaram e condenaram.

Lá pelas tantas, ainda nos primeiros movimentos da investigação técnica, descobriu-se que houve falha no manuseio dos manetes… E como ficou quem já havia feito o julgamento?! Nenhuma vergonha, nenhuma desculpa. Claro, são “sem vergonha”.

Claro tb que não houve comemoração alguma com o gesto – nunca vi ninguém comemorar nada assim, nem a torcida do Bahia na velha Fonte Nova. O assessor, no popular, disse que a Globo havia se fundido nas chamas que ela mesma acendeu.

Foi um gesto obsceno para uma organização obscena. Obscena, aliás, desde o nascimento.

Poderia ter feito o gesto em um ambiente fechado. Mas a cortina estava aberta. Corou (?) o rosto dos falsos moralistas – valeu, até por isto.


danilo on 27 Maio, 2011 at 22:31 #

mas era o PT que era mestre na arte “do tomar posse, não governa”. qdo o PT era oposição.agiu assim com todos os governos. Tancredo, Sarney, Collor, FHC.

e sempre usou a imprensa para reverberar suas denúncias e aí a imprensa era livre, e não golpista, né?

ou vc esqueceu disso, Marco Stalinino?


Marco Lino on 27 Maio, 2011 at 22:47 #

Bom, meu caro, pelo pt responda ele próprio. Agora, se desejas conhecer o teor golpista de nossa gloriosa mídia é só pesquisar nossos jornais nos dias e meses que antecederam o famigerado Golpe de 64.

Tá na web…


danilo on 27 Maio, 2011 at 23:47 #

pare de tirar uma de João Sem Braço, Marco Lino. seja homem, man!

vc fica nesse papo furado q não responde pelo PT, mas fica o tempo todo defen dendo o PT.

é. eu me lembro e todo mundo lembra também quando a golpista revista Veja era usada pelo PT e por Zé Mensalão Dirceu para lenhar com o time de Collor.

Collor um aspira perna de pau em maracutaia se comparado com as bandalheiras do PT.

por muito menos o PT golpista botou Collor pra fora, enquanto Lulla, mora no seu coraçãozinho, Marco Lino.

vai, cara, vai morar com Lulla, vai. vai morar com Top Top, vai babar os eggs de Fidel.

fuiiiiiiiiiii. e não sei se volto. Marco Lino é um obstáculo ao bem pensar. seu pensamento é uma obra luftálica.


Marco Lino on 28 Maio, 2011 at 11:45 #

Quando um bipolar começa a enxergar o outro como um estorvo à sua pobre existência, a transferir suas dificuldades de relacionamento para o outro, imagino que o sujeito já esteja no limiar entre o transtorno e a esquizofrenia. Lamento escrever isto.

Sou, acho, relativamente livre para elogiar ou desancar qualquer homem público que mereça um ou outro tratamento. Já disse que defendo pessoas, não instituições. O PT tem inúmeras personalidades que merecem o meu respeito, e têm. Também tem outras que merecem o meu escárnio, e têm. Continuarei assim.

Aliás, não aceito ser estereotipado ou posto numa gaiola por senhor ninguém. Sou eu e minha consciência. Assim será.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos