================================================
Deixa o coração mandar“, espaço diário de música, poesia e criação publicitária apresentado diariamente na Metrópole-Salvador (de Mário Kertesz) pelo compositor Walter Queiroz é, sem nenhum favor , o que o rádio na Bahia oferece atualmente de melhor, mais criativo, estimulante e atraente.

Mestre no uso das palavras, poeta e compositor de mão cheia, premiado produtor de jingles publicitários – alguns marcaram época na Bahia e no País – é um prazer sempre renovado e cada dia mais surpreendente, ouvir Waltinho em seu espaço radiofônico.

O mesmo espontâneo e generoso criador de sempre, desde o tempo da Faculdade de Direito da UFBA, quando este editor do Bahia em Pauta cansava de cabular aulas para ficar horas ouivndo Waltinho tocar violão e cantar sentado na poltrona do amplo hall que dava para a movimentada cantina da escola.

Tão bom quanto os papos sobre música, cinema e política que rolavam então com este mago baiano de sempre.É como se tudo estivesse renascendo agora no espaço do “Deixa o Coração mandar”, onde Bahia em Pauta foi pescar, na edição de hoje, “Tesoura Cega”, primor de samba feito por Walter Queiroz em parceria com César Costa Filho, para começar esta segunda-feira no BP.

Confira.

(Vitor Hugo Soares )

Be Sociable, Share!

Comentários

gilson on 23 Maio, 2011 at 13:16 #

” Olha quem chega, que grata surpresa…!”
Vitor, amigo, com o princípio de um verso de César Costa Filho, na cabeça, ecoando, ainda, dentro de mim, como se estivesse escutando o disco de César, na radiola skyway que ficava na sala da frente da minha casa, na nossa Rua do Genipapeiro, em Nazaré, fico sabendo, através do BP, da boa nova: Waltinho está, no ar, com um programa intitulado ” Deixa o Coração Mandar”.
Parabéns à Rádio Metrópole!.
Vapt, vupt, entrei no site da emissora , aqui, em Salvador, e, lá, a gravação do programa, com o grande Waltinho no comando.
A mesma voz, o mesmo timbre do gênio no ritmo de uma das mais brilhantes cabeças do meio cultural do país.
Muito bom, o que ouvi! Apesar de curto, o programa, Waltinho alonga o prazer, destacando, principalmente, a sua obra, sua música, como Tesoura Cega, com César Costa Filho. Que dupla!
E por onde anda o autor de Diva e de outros sucessos? E você, jóia rara, parceiro do peito aberto ao vento da Avenida Sete abençoando a passagem do antológico Broco do Jacu, cadê você?
A última vez que nos vimos – e ouvimos -, foi, em 2008, na Pérola Negra, no Canela. Aquela reunião, em comemoração aos 50 Anos da Bossa Nova, foi mais do que porreta. Tá na hora de reencontrá-lo, bicho, o tempo passa e a saudade fica. Afinal, sua companhia é privilégio. Feliz dos que o conhecem. Você é um dos poucos exemplos de uma Bahia que reluz poesia, identidade cultural legítima, baianidade autêntica, sem maquiagem.
Ouço-o, agora, e recordo a turma do bloco azul turquesa ocupando o pedestal de uma estátua no Relógio de São Pedro, a cantar e a convidar o povo brasileiro para morrer de alegria no Broco Jacu no Carnaval que acabou, que não existe mais, que a axé music matou. Um abraço, primo!


regina on 23 Maio, 2011 at 15:39 #

…mas, que a gente pode ressuscitar,Gilson!!!!
Tendo Waltinho, você, e tantos outros que fizeram aqueles carnavais, tudo é possível!!!! Ai, então, eu voltaria a Salvador, para mais um Carnaval na Avenida.
Fui atrás da rádio e do programa, encontrei a radio (digam-me que hora e dia passa o programa) e estarei ligada da’gora em diante daqui da minha salinha na Califórnia.
Aqui o link para os interessados: http://www.radiometropole.com.br
Vamos lá minha gente!!!!!!


regina on 23 Maio, 2011 at 15:59 #

Aí, pra ti botar nessa roda, Migué!!!!

http://www.youtube.com/watch?v=Uvy5UGJ2a2k


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos