maio
21
Postado em 21-05-2011
Arquivado em (Artigos) por vitor em 21-05-2011 13:15

DEU NA FOLHA DE S. PAULO ( REPRODUZIDO DO SITE DE CHICO BRUNO)

Matheus Magenta / Folha de S.Paulo

A juíza Maria de Lourdes Araújo, da 10ª Vara Civil da Bahia, marcou para o dia 14 de julho a audiência de conciliação entre membros das famílias Odebrecht e Gradin, que travam uma disputa por ações da empresa controladora do grupo Odebrecht.

Desde o início da disputa judicial entre as famílias, em dezembro do ano passado, essa será a primeira vez em que elas sentarão diante de um juiz pra discutir o litígio acionário.

Na audiência, as famílias poderão decidir por mediação ou arbitragem. Também há a possibilidade de chegar a um acordo.

A disputa começou depois de os Odebrecht (donos de 62,3% das ações da controladora) tentarem exercer o poder de compra das ações da família Gradin, principal acionista minoritária, que detém 20,6% das ações.

Os Odebrecht querem redistribuir para 120 executivos da companhia as ações dos Gradin, avaliadas em aproximadamente R$ 2,5 bilhões, num plano de incentivo de longo prazo.

O exercício de compra está previsto no acordo de acionistas, mas os membros da família Gradin rejeitaram a venda de suas ações e foram à Justiça pedir a instauração de uma arbitragem.

A audiência de conciliação já tinha sido marcada inicialmente para fevereiro passado, mas foi suspensa após um recurso dos membros da família Odebrecht.

Procuradas pela reportagem da Folha, as duas famílias não quiseram comentar o assunto.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos