DEU NO IG

O Escritório de Investigações e Análises da França (BEA, na sigla em francês) declarou à BBC Brasil estar ”chocado” com o que chamou de ”informações sensacionalistas e não confirmadas” publicadas pelo jornal Le Figaro, dizendo que as análises das caixas-pretas do avião indicam que o acidente com o voo 447 da Air France teria sido causado por erros dos pilotos.

“Nós nem começamos a analisar os dados das caixas-pretas do avião. Essas informações (dados das caixas-pretas) serão cruzadas com a perícia das peças resgatadas do avião e outros elementos e esse processo todo vai durar meses”, disse à BBC Brasil a porta-voz do BEA, Martine Del Bono.

“Temos, em uma das caixas-pretas, 1,3 mil parâmetros técnicos do voo para estudar, que serão cruzados com as duas horas de gravações das conversas dos pilotos e dos sons da cabine da outra caixa-preta, além da análise das peças que será realizada”, diz a porta-voz.

Em artigo intitulado “A pista do erro da tripulação se confirma”, publicado em seu site nesta terça-feira, o Le Figaro afirma deter informações sobre a análise das caixas-pretas “dadas a conta-gotas” por investigadores do BEA e por fontes do governo francês.

Segundo o jornal, primeiros elementos das caixas-pretas indicam “para os investigadores que teria havido um erro da tripulação da Air France”, e “isentam a Airbus de responsabilidade na tragédia que matou 228 pessoas”.

“É insensato dizer que em apenas 24 horas após ter recuperado os dados das caixas-pretas os investigadores já teriam as conclusões das causas do acidente. Isso é desonesto e é irresponsável em relação às famílias das vítimas”, afirma Del Bono.

Leia reportagem completa no IG

www.ig.com.br

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos