Bahia de Feira: raça e técnica de campeão
DEU NO CORREIO DA BAHIA

Clara Albuquerque e Wladmir Pinheiro

O ano não poderia ter começado pior para o Vitória. A torcida, magoada com o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, não poderia ter reclamado mais quando veio uma derrota logo no primeiro jogo do Campeonato Estadual. Justamente diante do Colo Colo, aquele mesmo que acabou com o sonho do pentacampeonato inédito em 2006. Para os supersticiosos e pessimistas já era um prenuncio do que viria. E se tinha algum time que poderia bater de frente com o Leão, só poderia ser o Bahia de Feira. O time de Feira de Santana, em jogo de campeão, virou o placar sobre o Vitória e levou a partida e o campeonato.

Diferente do Vitória, o Tremendão começou o Baiano deste ano com o pé direito. Foi campeão do Torneio Início e fez ótima campanha na primeira fase. Venceu seis jogos, empatou cinco e perdeu só um. Foi o único que ficou invicto até o oitavo jogo. Nas quartas de final, das seis partidas, o Bahia de Feira venceu quatro e perdeu duas. Em todo o campeonato, foram apenas três derrotas, seis empates e 12 triunfos, incluindo a grande final, que deu o título inédito ao time de Feira.

Quando se fala em campanha, o Bahia de Feira só fica mesmo atrás do Vitória, portanto, ninguém poderia estar mais perto para atropelar o Leão. Se o Bahia de Feira ainda não tinha perdido nenhuma partida em casa, também não havia vencido nenhum jogo na capital. Não poderia ter escolhido hora melhor para vencer.

Números à parte, é preciso destacar um nome: o do técnico Arnaldo Lira. De 2009, quando subiu para a elite do Campeonato Baiano, até a taça, o Bahia de Feira conseguiu chegar às semifinais já em 2010 e superou o feito este ano. Para realizar a bela campanha, foi fundamental a permanência de Lira, desde o início desse projeto à frente do time. Se o técnico já costumava gritar durante as partidas, ganhou um belo motivo para ficar sem voz.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos