maio
05
Postado em 05-05-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 05-05-2011 19:56

Obama, hoje, no Marco-Zero de Nova Iorque/DN

============================================
Deu no jornal Diário de Notícias (Lisboa)

Com uma simples coroa de flores, o Presidente norte-americano Barack Obama homenageou hoje as vítimas do 11 de Setembro no Ground Zero, em Nova Iorque, onde há quase dez anos o antecessor, George W Bush, prometeu vingança contra os terroristas.

“As pessoas que derrubaram estes edifícios vão ouvir-nos a todos em breve!”, prometeu a 14 de setembro de 2001 o ex-presidente George W. Bush, numa intervenção histórica: vestido informalmente e abraçado a um bombeiro, num monte de destroços das Torres Gémeas.

Quase dez anos depois, a ameaça foi simbolicamente concretizada no passado domingo, com a morte do líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, num ataque de forças especiais norte-americanas no Paquistão.

A Casa Branca pensou inicialmente em juntar Bush e Obama na cerimónia de hoje, mas o ex-Presidente recusou o convite, sublinhando a opção de se manter longe dos “holofotes”. Acabou por ser substituído pelo presidente da Câmara na época dos atentados, o republicano Rudy Giuliani.

Para Obama, cuja popularidade disparou depois do anúncio da morte do líder da Al-Qaeda (11 pontos, para 57 por cento de aprovação, segundo a última sondagem New York Times-CBS), a simples e solene cerimónia foi um exercício de contenção, para que não parecesse aproveitamento político.

Mas foram milhares as pessoas que se concentraram em redor do Ground Zero, muitas usando «t-shirts» com a cara do Presidente ou com a de Bin Laden junto com a palavra “morto”. Por dois dólares, era possível comprar «pins» de Obama.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos