maio
02

A morte de Osama bin Laden «torna o mundo um lugar mais seguro» e constitui um grande feito nos esforços para pôr fim ao terrorismo, considerou hoje o presidente da Comissão Europeia.

Numa declaração conjunta divulgada hoje em Bruxelas, Durão Barroso e o presidente do Conselho da União Europeia, Herman van Rompuy, sustentam que «Osama Bin Laden era um criminoso responsável por ataques terroristas horrendos que custaram a vida a milhares de pessoas inocentes».

«A sua morte torna o mundo um lugar mais seguro e mostra que tais crimes não ficam impunes», referem.

Considerando a morte de Bin Laden «um grande feito» nos esforços para «libertar o mundo de terrorismo», os presidentes da Comissão e do Conselho garantem que a União Europeia permanece ao lado dos EUA, dos seus parceiros internacionais e dos seus «amigos no mundo muçulmano» no combate ao extremismo global e no esforço para construir «um mundo de paz, segurança e prosperidade para todos».

Também hoje, o presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Buzek, já reagira ao anúncio da morte de Bin Laden, afirmando que, «apesar de a luta da comunidade internacional contra os terroristas não ter chegado ao fim, foi dado um passo importante no combate à Al-Qaeda, para dar segurança a milhões de pessoas: cristãos, muçulmanos e todos aqueles que acreditam numa coexistência pacífica».

«Acordamos num mundo mais seguro», disse.

(Com informações do portal europeu de notícias TSF)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos