abr
08
Postado em 08-04-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 08-04-2011 09:58

O programa de assistência financeira da União Européia (UE) e do FMI a Portugal deverá elevar-se a 80 mil milhões de euros, incluindo uma vertente dirigida aos bancos, e, se tudo correr bem, será aprovada pelos ministros europeus das finanças na sua próxima reunião de 16 de Maio.

Estas decisões foram tomadas pelos ministros das finanças da zona euro e da União Europeia (UE) durante uma reunião cujas primeiras horas foram integralmente dedicadas à análise do pedido de ajuda formalizado ontem à noite pelo Governo.

A preparação do programa de ajustamento econômico que constitui a contrapartida da ajuda vai “começar imediatamente”, afirmaram Jean-Claude Juncker, ministro das finanças do Luxemburgo e presidente do eurogrupo, e Olli Rehn, comissário europeu responsável pela Economia e Finanças.

O Programa de Estabilidade (PEC IV) apresentado pelo Governo em Março, mas rejeitado pela oposição, será “o ponto de partida” do programa de ajustamento, e terá de incluir “um ajustamento orçamental ambicioso”, reformas estruturais para, entre outros aspectos, eliminar a rigidez do mercado de trabalho e corrigir os desequilíbrios macroeconômicos, embora “salvaguardando a posição econômica e social” dos cidadãos.

( Informações do jornal português PÚBLICO , Laszlo Balogh/ Reuters) (arquivo))

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2011
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930