Scolari:tudo, menos o salário
===================================================

DEU NO COMUNIQUE-SE  (portal especializado em notícias de bastidores da imprensa)

Renan Justi

Em coletiva após a vitoria do Palmeiras na noite de ontem (23/3), o técnico Luis Felipe Scolari voltou a se irritar com parte da imprensa esportiva. Dessa vez, a bronca de Felipão é direcionada ao colunista da Folha de S.Paulo, Rodrigo Bueno, que publicou reportagem comparando o salário de Felipão com a folha de pagamento dos clubes pequenos de São Paulo. (Confira a matéria na íntegra).

“Eu já disse uma vez para todo mundo: se um dia acontecer alguma coisa, vou buscar quem escreveu essas coisas no inferno. Que fique bem claro de novo. Falem de mim por ser bom treinador ou não, mas deixem o que eu ganho ou não de lado. Eu aviso que vou buscar quem escreveu lá do inferno”, disse Scolari.

Na reportagem assinada por Rodrigo Bueno, o jornalista escreve que o técnico do Palmeiras tem encontrado dificuldade para vencer os grandes clássicos do futebol paulista, como Corinthians e São Paulo, mas que, por outro lado, é o “algoz apenas de humildes”. Diante desta constatação, Bueno revela que o pagamento de Felipão representa o dobro da folha salarial dos jogadores do Linense, rival vencido pela equipe de Scolari na quarta-feira.

“O Linense, cujo time tem uma folha de pagamento de R$ 350 mil, é o adversário de hoje do Palmeiras, cujo técnico ganha o dobro que o rival”, abre a reportagem de Rodrigo Bueno para Folha. O jornalista foi procurado pela reportagem do Comunique-se, mas preferiu não se manifestar.

Ameaça

Em tom pouco amigável, Felipão deixou claro sua falta de paciência sobre o tema: “É uma ameaça? É, ok? Vou tomar minhas providências. Esse daí tem que descer dos tamancos holandeses que ele usa”, diz o treinador, mencionando a admiração que o jornalista esportivo da Folha tem pela seleção holandesa de futebol.

Medo de sequestro

No final de 2010, o técnico Luis Felipe Scolari se reuniu com os repórteres que cobrem diariamente as notícias do Palmeiras. Naquele encontro, Felipão pediu aos jornalistas que parassem de divulgar o seu salário na imprensa. Segundo uma fonte, Scolari revelou que sua mãe chegou a sofrer ameaça de sequestro e que, na opinião do treinador, o acontecimento estava diretamente ligado ao a imprensa publicava.

“A mãe dele recebeu ameaças de sequestro. A Polícia colocou a mãe do Felipão em diversos lugares para morar, enquanto realizava as investigações”, revela.

mar
24
Posted on 24-03-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-03-2011


===========================================
Mambo do mestre Perez Prado, com ritmo e sabor cubano típicos para animar o fim da quinta-feira no BP. Direto da reserva sonora especial do jornalista Gilson Nogueira. Aproveitem.

(VHS)


Florênça:uma cidade e uma paixão
=======================================

============================================


CRÔNICA/DEVANEIOS

ÂNIMA

Cida Torneros

Um canto de paixão pela vida soa na minha alma …

No momento em que me preparo psicologicamente para conhecer a Itália, daqui a dois meses, uma palavra me anima…justamente “ânima”…que significa alma… recorro à canção que fala sobre o que é viver por alguém que nos encanta a alma… uma paixão daquelas que pode cegar,endoidecer, estontear, que todos já viveram algum dia ou que ainda irão viver…

Em meus devaneios viajantes, sempre tive o sonho de ir a Veneza, a Roma, a Florença… agora, que consegui juntar tostões contados e vou realizar o intento, sou tomada de intensa paixão pela vida, sou agradecida pelas chances que ela me dá para concretizar imaginações, conhecer lugares, saborear culturas diversas, aprender de tudo um pouco…

Milão, Capri, Pádua, Assis, Gênova, Pizza, vou desfiando as sensações de histórias que estas cidades me trazem ao pensamento, o império romano, os embates religiosos, a afirmação do cristianismo, a era antes de Cristo, o chão que milhões de seres humanos já pisaram ao longo de quatro, cinco mil anos.

Vou antevendo os museus, as artes, as esculturas, a arena dos gladiadores, das lutas, as fontes esmeradas, as escadarias e praças, as catedrais…Sinto o peso das injustiças, das intempéries, dos vulcões enfurecidos, das dores e frustrações, mas sei que há superação e luta sempre.

Soa em mim o ruído milenar de vozes que deixaram sua energia por aqueles lados, pergunto-me se as almas registram vozes no infinito inimaginável, em tonalidades desafiantes da ultrapassagem do tempo, da loucura dos amores avassaladores.

Ouço, como um áudio fantasmagórico o barulho das noites de corpos entrelaçados e sussurros únicos, personalistas, suspiros de amor, gritos de prazer, gemidos de despedidas, lágrimas de separação, lamentos de saudades, lembranças cantaroladas em ondas que voam pelos ares devolvendo e revivendo a música eterna de algo impalpável e inexplicável como é a vida humana.

Há uma ressonância em meus ouvidos. O eco de um mundo sentimental, concebido por mercadores, pintores, escultores, escravos, religiosos, imperadores, amantes, injustiçados, mecenas, conspiradores, poetas, cantadores, menestréis, serviçais, cozinheiros, de ambos os gêneros, homens e mulheres, de tantas épocas, misturam-se no plano atual ou superior, confundem-me em tomadas cinematográficas, tudo parece sintetizar a sede de viver e de apaixonar-se pela vida vivida, conquistada e sonhada…

Volto à tal palavrinha que resume o que sinto…ânima.. alma… é ela que faz a combustão do corpo ser possível…quando ela voa, o mundo se torna leve… quando ela canta, a vida se eterniza, quando ela ama, o universo se redime e um firmamento estrelado e misterioso enfeita a tela máxima do grande artista autor da Criação de tudo…

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária


Gilvam Borges:saindo de cena
=====================================================

DEU NO TERRA

Luciana Cobucci

Direto de Brasília

O terceiro candidato mais votado para senador do Amapá, Gilvam Borges (PMDB), admite que já está “limpando as gavetas” de seu gabinete na Casa. O segundo mais votado do Estado, João Capiberibe (PSB), havia sido impedido de tomar posse no Senado por ter se enquadrado nos critérios de inelegibilidade da lei Ficha Limpa, mas a decisão de quarta-feira do Supremo Tribunal Federal (STF) invalidou a aplicabilidade da lei para as eleições de 2010, e Capiberibe poderá requerer o mandato de Gilvam Borges.

“A decisão do STF não tem mais o que questionar, os recursos se exauriram, e agora é cumprir o que ele determinou. Já estou limpando as gavetas, tirando os quadros e me preparando para ir. Vou trabalhar no meu Estado, anunciar que estou de volta e ter um convívio mais intenso junto à população. Agora é resignação e definição. Para frente é que se vai”, disse Borges, em tom de resignação.

O senador deu sinais de que já conhecia o destino da votação, que, antes de o ministro Luiz Fux ocupar a cadeira deixada por Eros Grau no STF, ficou empatada em cinco votos a favor e cinco contra a aplicação para as eleições de 2010. O voto de Fux nunca havia sido declarado publicamente antes da sessão de ontem, o que aumentava a esperança por um desempate favorável à aplicação imediata da lei.

“Nos bastidores, sabíamos que as dificuldades seriam muitas, a movimentação política foi muito intensa e sabemos que a posição partidária foi decisiva. Não houve 100% de frustração porque estávamos nos bastidores acompanhando e participando e pudemos perceber que as coisas já estavam predeterminadas antes mesmo da votação”, afirmou. O candidato do Amapá mais votado em 2010 para o cargo de senador foi Randolfe Rodrigues (Psol), que tomou posse.

Tramitam no STF mais de 30 recursos de candidatos barrados pela lei da Ficha Limpa. Um dos mais conhecidos é o do ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, que, por conta da lei, desistiu de concorrer às ultimas eleições pelo executivo local e indicou sua mulher, Weslian Roriz, no seu lugar. Roriz foi tema do primeiro recurso sobre o caso a ser julgado pelo STF, que terminou por não decidir o destino do político e empatou a votação em cinco a cinco. O mesmo destino teve o recurso de Jader Barbalho (PMDB-PA), candidato ao Senado que também deve pedir o mandato de volta. Atualmente, a cadeira é ocupada pela senadora Marinor Brito (Psol).

mar
24


===============================================

Canção Postal

Lô Borges e Ronaldo Bastos – 1972

Voz – Lô
Violões – Lô, Nelson Angelo, Novelli
Bandolim – Beto Guedes
Vocal – Beto, Toninho Horta,Flávio e De Jesus

Quando alguém passar
E perguntar por mim
Não esqueça de dizer
Até amanhã, até amanhã, até amanhã…

Não esqueça de sorrir
Como eu tentei sorrir
Quando alguém lembrar
O que fui, o que sou, o que sei…

Diz pros amigos que eu ainda sei dançar
Deixa o mundo virar para sempre…

No fundo do pomar
Estrelas no lençol
Eu quero ver você, ter você,
Ser você, amar você…
Quando você ouvir
Essa canção que eu fiz
Não esqueça de sonhar
Até amanhã, até amanhã, até amanhã…
=======================================

PURA MARAVILHA QUE SÓ OS GRANDES MÚSICOS E OS GRANDES POETAS CONSEGUEM.CONFIRA.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares))

mar
24
Posted on 24-03-2011
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 24-03-2011


Ministro Fux: voto decisivo
===================================================
OPINIÃO POLÍTICA

Ficha Limpa – a decisão do STF

Ivan de Carvalho

Por seis votos a cinco o Supremo Tribunal Federal decidiu ontem que a Lei da Ficha Limpa não se aplica às eleições passados, de outubro de 2010, mas somente às eleições de 2012 e seguintes, para o que a lei foi mantida íntegra pelo STF. O voto decisivo foi dado pelo ministro Luiz Fux, que passou a integrar o STF após a decisão anterior sobre o assunto. Todos os outros dez ministros mantiveram suas posições anteriores.

Em que pese a forte divisão no STF e amplas expectativas de alguns setores políticos e sociais e da mídia de que prevalecesse o entendimento de aplicabilidade da Lei da Ficha Limpa, considerada por muitos um passo importante para o combate à corrupção entre os políticos com mandato ou que estejam pleiteando mandato, não há como deixar de reconhecer que o STF, inclusive com o voto favorável do relator e o parecer também favorável do Ministério Público, deu guarida a um princípio maior.

A base da decisão da instância suprema da Justiça brasileira foi o princípio da irretroatividade da lei para prejudicar, ainda mais tratando-se de lei de caráter penal – já que uma penalidade, a eliminação da possibilidade de acesso a mandatos eletivos durante um período, de resto, indeterminado. Isto porque não seria muito previsível a data em que uma decisão superior poderia reformar a decisão fatídica tomada em instância colegiada inferior.

O não do STF baseou-se formalmente no artigo 533 do Código Civil e, uma vez que foi reconhecida a “repercussão geral da questão”, a decisão foi tornada válida para todos os casos, ficando autorizadas decisões monocráticas no mesmo sentido e com o mesmo fundamento.
Os ministros que já haviam votado votaram novamente. Ao reiterar seu voto, que foi o último, o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, considerou, invocando todas as “data vênias” possíveis perante seus colegas, declarou absurda a exclusão de pessoas da vida pública com base em fatos ocorridos “antes do início da vigência da lei”.

Qualquer estudante de Direito sabe que isto seria ferir um princípio fundamental não somente do direito brasileiro, mas do direito em qualquer país minimamente democrático que fosse. Para deixar isto bem claro, ele frisou que nem mesmo “as ditaduras”, no Brasil, ousaram fazer isto alguma vez.

As ditaduras, explicou, quando queriam afastar alguém por coisas feitas e que não tinham previsão legal de punição, deixavam a situação muito clara, pois simplesmente cassavam (o mandato ou os direitos políticos, ou ambas as coisas). Nunca fizeram uma lei com efeito punitivo retroativo. O que se tentava com os esforços para dar efeito prejudial (punitivo) retroativo à Lei da Ficha Limpa agredia cláusula pétrea da Constituição.

Na verdade, dois grandes princípios do Direito estavam ameaçados: o da irretroatividade da lei para prejudicar e o da punição sem sentença transitada em julgado.O primeiro deles foi preservado.

Já quanto ao segundo, não se pode dizer o mesmo. Valer, para eleições futuras, condenações impostas em colegiado (segunda instância e tribunais de contas, Assembléia Legislativas, Câmaras Municipais, Congresso Nacional), relacionadas com fatos ocorridos após a entrada em vigência da Lei da Ficha Limpa, significa passar por cima do princípio de que todos são inocentes até decisão transitada em julgado. O que também é cláusula e garantia constitucional basilar

mar
24
Posted on 24-03-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 24-03-2011


====================================================
Elvis , no Correio Amazonense (AM)

mar
24
Posted on 24-03-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 24-03-2011


Posse à vista:Capiberibe, Jader , Cássio e Janete Capiberibe,
======================================================

DEU NO IG

Políticos que tiveram votos invalidados na última eleição por conta da Ficha Limpa comemoraram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na noite desta quarta-feira, de que a aplicação da lei contra candidatos condenados por órgãos colegiados ou que renunciaram ao mandato só valerá para as eleições de 2012.

“O dispositivo da Constituição (que trata da aplicação de novas leis) está em português, não está em grego”, afirmou ao iG o ex-deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), minutos antes de terminar o julgamento do STF. Eleito para o Senado, ele ocupará o lugar de Marinor Brito (PSOL-PA), que fez um discurso duro na tribuna contra a decisão do Supremo.

Jader tem duas renúncias no currículo: em 2001, ao mandato de senador, para escapar de cassação em processo no Conselho de Ética, e no ano passado, ao cargo de deputado federal, devido à indefinição da Ficha Limpa no Supremo.

Sobre o voto do ministro Luiz Fux, que desempatou o entendimento da Corte, Jader comentou: “Foi um voto de natureza jurídica constitucional. Não pode haver alteração na legislação eleitoral um ano antes da eleição. Isso já foi dito e repetido”.

Também foram beneficiados pela decisão do Supremo o ex-senador João Capiberibe (PSB-AP) e o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) – ambos, como Jader, barrados pela Ficha Limpa, embora tivessem obtido votos

DEU NO PORTAL TSF, DE LISBOA

Os jornais da Europa e dos Estados Unidos estiveram atentos à crise política agravada esta quarta-feira, 23, com a rejeição do PEC 4 proposto pelo Governo dando conta que a demissão do primeiro-ministro José Sócrates pode trazer a intervenção do FMI. A presidente Dilma Rousseff viaja para Portugal este fim de semana.

Rui Tukayana sintetiza as edições online dos jornais financeiros internacionais

Hélder Fernandes, correspondente da TSF na Escandinávia, revela os títulos das notícias sobre Portugal. Na Alemanha, o correpondente José Belchior dá conta das notícias sobre a crise política em Portugal

Na Espanha, o El Pais antecipou, na notícia de que o Parlamento português tinha chumbado (rejeitado) as «novas medidas de austeridade», que este chumbo ia desencadear a demissão de José Sócrates e a «convocatória de eleições antecipadas».

Também o espanhol Cinco Dias noticia que a demissão de José Sócrates deixa Portugal à mercê dos mercados. O jornal escreve que, com a rejeição do PEC, cresce a probabilidade de um resgate ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

No francês Le Monde existe um pequeno dossier sobre a crise política em Portugal e as declarações de Ollie Rhen, ainda antes da demissão de Sócrates, nas quais o comissário europeu afirma que Portugal não deve precisar da ajuda externa.

A edição britânica do Financial Times escreve que Portugal é a terceira vítima da «Eurozona», depois dos gregos e dos irlandeses.

A imprensa alemã prevê um agravamento da crise em Portugal. A edição online alemã do Financial Times titula «Portugal agrava crise do euro», dizendo que é agora maior a probabilidade de o país recorrer ao fundo europeu.


===============================================
Michael Jackson – Tributo a Liz Taylor – Uma rara performance desta canção.
Pura emoção a presença de Liz Taylor no teatro. Confira.

BOA NOITE!!!

(VHS)

Pages: 1 2 ... 5 6 7 8 9 ... 20 21

  • Arquivos

  • Março 2011
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031