mar
30


=======================================================
BOA NOITE!!!

mar
30
Posted on 30-03-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 30-03-2011


Lula se despede com emoçao do “companheiro Zé”/IG
=====================================================
O Brasil começou a se despedir nesta quarta-feira do ex-vice-presidente da República José Alencar. Ele morreu às 14h41 de terça-feira, em São Paulo, após uma série de batalhas contra um câncer identificado na década de 90. O avião pousou na manhã de hoje em Brasília com o corpo de Alencar, que foi recebido no Palácio do Planalto com honras de chefe de Estado, como ocorreu com o presidente eleito Tancredo Neves em 1985.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora, Dilma Rousseff, chegaram por volta das 21h20 em Brasília para velar o corpo do ex-vice em cerimônia com caixão aberto que durante o dia foi acompanhada por autoridades e convidados da família. Emocionado, Lula chorou ao ver seu ex-vice-presidente no caixão.

Até as 22h20, mais de 8.100 pessoas haviam passado pelo Planalto para o velório do ex-vice. O Salão Nobre do palácio recebeu cerca de 150 coroas de flores em homenagem ao ex-vice-presidente ao longo do dia.

Pela manhã, o cortejo fúnebre seguiu pelo eixo central de Brasília, a principal avenida da capital federal. Em carro aberto, o corpo de Alencar foi levado até o Palácio do Planalto. Carregado pelo Batalhão da Guarda Presidencial junto com os fuzileiros navais, o caixão subiu a rampa do prédio, repetindo o caminho que Alencar fez ao lado de Lula em 1º de janeiro de 2003. Eleito em novembro de 2002 na chapa encabeçada por Luiz Inácio Lula da Silva, Alencar ocupou a Presidência da República em exercício em diversas ocasiões. A soma dos períodos resulta em 436 dias – ou seja, ele esteve no comando do País por mais de um ano. É por esse motivo que foi decretado luto oficial por sete dias.

O helicóptero que levou ao Palácio o ex-presidente Lula e sua sucessora, Dilma Rousseff, chegou ao local por volta das 21h20. Bastante emocionado, com um lenço branco nas mãos, o ex-presidente não conteve as lágrimas ao cumprimentar amigos e familiares e beijou Alencar na testa ao vê-lo no caixão. Estava acompanhado da ex-primeira dama, Marisa Letícia, também emocionada, o filho de Alencar, Josué, e a viúva, Mariza Gomes da Silva.

Dilma se aproximou do corpo do ex-vice logo depois. Por volta das 21h30 teve início a cerimônia religiosa, celebrada pelo secretário-geral da CNBB dom Dimas Barbosa e o núncio apostólico Dom Lorenzo Baldisseri. A cerimônia com Lula e Dilma terminou às 22h10. Os dois anteciparam o regresso de Coimbra (Portugal), onde Lula recebeu o título de “doutor honoris causa” da universidade.

Em sua fala, dom Dimas se lembrou de uma famosa declaração de Alencar: “Estou entregue a quem sempre estive: às mãos de Deus”. Ao final da celebração, Lula, Dilma e a ex-primeira dama permaneceram ao lado da viúva e de Josué, próximos ao caixão, enquanto eram tocadas músicas da Renovação Carismática da Igreja Católica.

Para a celebração, ministros e o vice-presidente Michel Temer retornaram ao salão onde era velado o corpo do empresário.

O velório no Palácio do Planalto foi organizado para se encerrar às 23 horas. O corpo de Alencar só deve deixar Brasília por volta das 7 horas de quinta-feira, com destino a Minas Gerais. Lá, o corpo do ex-vice será cremado, em cerimônia agendada para as 14 horas. Segundo o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência), a presidente Dima Rousseff seguirá pela manhã até Minas para acompanhar o velório, mas deve voltar antes da cremação. Lula acompanhará a presidenta na viagem.

mar
30
Posted on 30-03-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 30-03-2011


O jornal Tribuna da Bahia publica esta quarta-feira na coluna EM TEMPO, assinada pelo jornalista Alex Ferraz:

Rodovias, um caso de saúde pública

São cerca de 21 acidentes por dia envolvendo caminhões nas rodovias federais brasileiras, conforme dados da própria Polícia Rodoviária Federal. No último domingo, o programa Fantástico, da Globo, mostrou excelente e corajosa reportagem do jornalista Maurício Ferraz, revelando com imagens e diálogos incontestáveis que boa parte dos caminhoneiros coloca em risco, todos os dias (e noites), não só suas próprias vidas, como a de milhares de outros motoristas.

Eles compram cocaína abertamente, e até com cartão de crédito, em postos de combustíveis, de Norte a Sul do país, como também adquirem crack. Dirigem, pasmem, sob o efeito de duas drogas que transtornam a mente tanto ou mais que o álcool. Não é à toa que – como, aliás, já insisti inúmeras vezes nesta coluna – os caminhões são as mais eficazes armas de extermínio em massa no Brasil, ceifando milhares de vidas todos os anos.

Junte-se a isso a incapacidade material e, em alguns casos, até mesmo moral, da PRF para fiscalizar a malha rodoviária nacional e a má qualidade ou total saturação da maioria dessas rodovias, e temos a receita ideal para carnificina que se repete todos os anos.

Assim, sob todos os aspectos, da droga às mortes, o trânsito nas rodovias virou um caso de saúde pública que merece tratamento urgente, caso as autoridades do setor e os políticos se tornem realmente responsáveis.


====================================================

A deputada Luiza Maia (PT) demonstrou esta quarta-feira, em alguns minutos de entrevista por telefone concedida ao âncora da Rádio Metrópole Mario Kertész, que nem tudo está perdido na Assembléia Legislativa da Bahia. Ao contrário, o que ficou evidente durante a conversa surpreendente para muita gente (como revelaram vários ouvintes que entraram no ar ao vivo em seguida), foi um sopro de ânimo: uma parlamentar segura, preparada técnica e politicamente, e acima de tudo afirmativa e corajosa em suas atitudes e posições.

Governista sim, mas a impressão que ficou da conversa é que a deputada petista deveria servir de modelo não apenas para seus companheiros de partido e da frente de apoio ao governo Jaques Wagner, mas também para os membros da reduzida, frágil e vacilante atual bancada da oposição na Assembléia baiana.

Autora de um projeto para acabar com o voto secreto na Assembleia Legislativa da Bahia, Luiza Maia (PT) bateu um bolão na entrevista com Kertesz. Fez críticas severas e procedentes ao comportamento político e atuação parlamentar de muitos de seus colega. Lamentou a pouca aceitação do voto aberto e reclamou do reduzido número de projetos produzidos pela Casa e que efetivamente vão a votação.

“A Assembleia Legislativa da Bahia a está andando na contramão da vida política e da sociedade em que ela está inserida”, disse a deputada petista ao constatar que, na terça-feira (29), apenas dois projetos de autoria dos deputados foram votados. “Nós estamos vivendo um momento em que ou o Poder Legislativo retoma seu prestígio ou a gente não vai servir para nada”, afirmou.

A retomada do prestígio, segundo a parlamentar, passa pela mudança no sistema de votação. “Aqui só se vota secretamente. Acho isso uma aberração. Como é que minhas decisões eu tenho de esconder de quem me elegeu? Não consigo entender essa doidice de votar secretamente”, reclamou.

Na entrevista, a deputada disse não ter muita esperança em aprovar a mudança. Revelou que alguns deputados já afirmaram que ela está querendo aparecer com o projeto e que o voto aberto seria o retorno do “voto de cabresto”.

Os ouvintes que entraram no ar em seguida, deram razão a Luiza Maia.

PEDÁGIO

Firme, a deputada petista não fugiu de um tema que poderia parecer incômodo para uma governista: A cobrança de pedágio em estradas da Bahia. Sobre a tentativa da mudança da praça do pedágio da Estrada do Coco deputada explicou que a Concessionária Litoral Norte (CLN) disse ter perdido 30% da receita do pedágio e decidiu que a solução para recuperar o lucro seria a antecipação da praça de cobrança para os limites do Rio Joanes.

“Mas estamos fazendo pressão. Nenhuma autoridade tem direito de retirar os direitos que a sociedade conquistou com muita luta. Vai ter uma guerra em Camaçari, mas não vai tirar a praça de lá”, reagiu Luiza Maia.

Finalmente, um bom exemplo na Bahia. Para governistas e oposicionistas ao mesmo tempo. Bravo!

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações da Radio Metrópole)


=========================================
BOM DIA!!!


Lula em Coimbra: “Zé Alencar ficaria feliz”
Imagem: Diário de Notícias
==================================================

Mais do que os fastidiosos discursos oficiais, foi um estudante brasileiro que, com uma só frase, melhor sintetizou a importância simbólica do doutoramento honoris causa do ex-presidente do Brasil. “É uma lição aos que criticavam o Brasil por ter eleito um presidente que nem curso superior tinha”, atirou Mauro Goldschimdt, 23 anos e um dos cerca de mil brasileiros a estudar em Coimbra.

A pairar sobre esta cerimónia estava a hipótese de o Brasil comprar títulos da dívida soberana portuguesa, mas, sobre este assunto, no discurso de Lula da Silva, nem uma vírgula. Sobre a importância das relações entre os dois países Lula falou, mas apenas para sublinhar o óbvio. “Julgamos estratégica a relação com Portugal e com os países africanos de língua portuguesa. O que nos une é infinitamente mais importante do que aquilo que nos separa. Somos uma comunidade de destino a ser potencializada com entusiasmo tanto na esfera linguística quando no terreno económico e comercial”, afirmou, dizendo fazer votos para que a sua presença sirva para “estreitar ainda mais” os “laços históricos” e as “parcerias produtivas” entre Portugal e o Brasil.

Dilma Rousseff, que ontem admitiu a hipótese de o Brasil ajudar Portugal a sair da crise, não falou à entrada. Cavaco Silva, sim. Mas apenas para dizer que Lula da Silva é “um grande amigo de Portugal”. Logo, “é uma honra a sua presença”. José Sócrates também não falou. Entreteve-se a deixar-se fotografar ao lado dos estudantes brasileiros que o bombardearam munidos de máquinas digitais, ansiosos de se verem fotografados ao lado do, ainda que demissionário, primeiro-ministro português.

Só em Coimbra são cerca de mil os estudantes brasileiros. Nas contas de Lula da Silva, são 51 as universidades brasileiras que desenvolvem projectos de ensino e de pesquisa em parceria com a Universidade de Coimbra. Uma realidade tornada possível também por causa do esforço que o ex-Presidente diz ter feito e que se traduziu, nos oitos anos da sua presidência, na criação de 14 novas universidades federais e 126 extensões universitárias. Não está mal para o metalúrgico que nunca frequentou uma universidade. Mas nem tudo são rosas. Num sms que um estudante brasileiro enviava a alguém, lia-se “Falei a Dilma para aumentar nossas bolsas, pode ser que dê sorte”.

“Doutoramento é homenagem à revolução feita pelo povo brasileiro”

Lula da Silva considerou que a distinção que hoje recebeu é uma homenagem ao “povo brasileiro que nos últimos anos desenvolveu uma verdadeira revolução economia e social”. O ex-chefe de Estado disse ter recebido “com imensa honra” o doutoramento, que considerou que “mais do que um reconhecimento pessoal”, é “uma homenagem ao povo brasileiro, que nos últimos oito anos realizou, de modo pacífico e democrático, uma verdadeira revolução económica e social”.

Lula da Silva realçou ainda o “enorme salto qualitativo” dado pelo Brasil “no rumo da prosperidade e da justiça”, deixando “para trás um passado de frustrações e ceticismo”. “Após uma prolongada estagnação, o Brasil voltou a crescer de modo vigoroso e continuado, gerando empregos, distribuindo renda e promovendo uma vasta inclusão social”, reforçou Lula, destacando o papel importante que ministros como Dilma Rousseff (foi ministra das Minas e Energia e ministra chefe da Casa Civil) tiveram para o Brasil alcançar este desenvolvimento. Lula da Silva não esqueceu também a colaboração do seu “parceiro de todas as horas”, o “inesquecível” José de Alencar. O antigo vice-presidente morreu esta terça-feira, Lula tinha já prometido que iria homenageá-lo esta manhã ao receber o prémio.

(Deu no jornal PÚBLICO, de Portugal)


Rafinha: todo prosa no Twitter
===============================================

DEU NO BLOG DO MÚSICO BAIANO TOM TAVARES
http://tomtavares.blogspot.com/

O NOVO REI DO PICADEIRO

AGORA, “O CARA” É RAFINHA BASTOS

RAFINHA BASTOS é o mais influente do mundo no Twitter, diz o “New York Times”.

No topo do ranking dos mais influentes, RAFINHA BASTOS deixou pra trás algumas celebridades, dentre elas, o presidente BARACK OBAMA, o mesmo que, em um momento de brincadeira, criara a série humorística “O CARA”.

Em tempo: Pra quem não sabe, RAFINHA BASTOS é comediante.

Mais uma boa piada da série.

CONFIRA OS 10 MAIS INFLUENTES:

1. Rafinha Bastos

Comediante brasileiro

2. Chad Ochocinco

Jogador de futebol americano

3. Conan O’Brien

Apresentador americano

4. Stephen Fry

Ator e diretor britânico

5. Ryan Seacrest

Apresentador americano

6. Snoop Dogg

Rapper americano

7. Barack Obama

Presidente dos EUA

8. Rainn Wilson

Ator americano

9. Kim Kardashian

Modelo, celebridade de reallity show e atriz americana

10. Luciano Huck

Apresentador brasileiro

Veja a matéria:

http://www.band.com.br/entretenimento/celebridades/conteudo.asp?ID=100000413950

mar
30
Posted on 30-03-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 30-03-2011


================================================
Mariano, hoje no site A CHARGE ONLINE
http://www.acharge.com.br/index.htm


Feira promete ferver na campanha municipal

==============================================

OPINIÃO POLÍTICA

A sucessão em Feira

Ivan de Carvalho

Ao abordar, ontem, os esforços das oposições baianas para “juntar os cacos” e preparar-se, na medida do possível, para as eleições municipais do ano que vem, uma falha de memória levou-me a citar o deputado estadual Zé Neto como candidato a prefeito de Feira de Santana nas eleições de 2008.

Na dúvida, um repórter não tem o direito a falhas de memória, ele é obrigado a conferir. O problema é que, no momento que fiz a citação, não me veio a menor sombra de dúvida. Talvez haja sido um primeiro ataque do Mal de Alzheimer. Mas o fato foi que, não tendo havido dúvida, não se fez sentir a necessidade de conferir.

Resultado: fui acordado ontem por um telefonema do deputado petista Sérgio Carneiro (ele madruga). Para me informar que minha memória me havia traído. Na verdade, acho mais provável que tenha sido eu que a traí. Mas sem dolo. E com proveito, parece-me, pois isso criou a oportunidade de fazer observações mais completas sobre o que vai de importante na política do segundo maior colégio da Bahia em relação às eleições municipais de 2012.

Sérgio Carneiro lembrou que o candidato do PT a prefeito de Feira em 2008 foi ele. Mas para isto precisou disputar dentro do partido eleições prévias em que enfrentou (e venceu bem, segundo os números que apurei graças ao Google) o deputado Zé Neto, atualmente líder do governo na Assembléia Legislativa.
Já nas eleições, Sérgio Carneiro ficou em terceiro lugar, precedido por Tarcízio Pimenta, democrata que venceu no primeiro turno – com o inestimável apoio do popularíssimo prefeito da época, José Ronaldo, também do DEM – e Colbert Martins, do PMDB. Bem atrás desses três, o candidato do PSDB, Professor Almeri.

Mas isso é passado. Bola pra frente, pois outras eleições municipais ocorrerão no ano que vem. José Ronaldo, que já obteve das urnas dois mandatos de quatro anos, pretende voltar à prefeitura pela legenda do Democratas. O prefeito Tarcízio Pimenta é candidato à reeleição, supondo-se que o fará pela nova legenda a ser criada, o PSD, liderada na Bahia pelo vice-governador Otto Alencar. Terá que fazer coligações para não ficar praticamente sem tempo no rádio e televisão. Pimenta rompeu com José Ronaldo e o sentimento do eleitorado é mais solidário a este último, ao qual não é atribuída responsabilidade por falhas ou insuficiências do atual prefeito. Ronaldo vem se saindo bem no papel de vítima, de traído.

Já no PT as coisas não estão como fiz parecer no artigo de ontem, ao dar a entender que é mansa e pacífica a candidatura de Zé Neto a prefeito pelo PT. Não é. Sérgio Carneiro – atualmente no exercício do mandato de deputado federal como suplente petista que assumiu com a licença de Zezéu Ribeiro para ser secretário estadual do Planejamento – também é aspirante à candidatura a prefeito pelo PT.

“Em 2008, os recursos financeiros para a campanha foram muito escassos e a candidatura de Colbert me atrapalhou muito. Vamos ver o que o meu partido decide para as eleições de 2012. Vamos ver se o PT acolhe a recomendação de Lula para que o partido repita as candidaturas, como, aliás, ele repetiu a dele quatro vezes, sem contar a da reeleição, contra Alckmin.

Em Itabuna, aliás, o deputado Geraldo Simões não será candidato a prefeito, o PT lá vai repetir a candidatura de sua mulher, Jussara Feitosa”, que foi candidata em 2008. O PT é um partido colegiado, se prevalecer essa orientação de Lula da repetição de candidaturas, eu ficarei muito honrado”.

  • Arquivos

  • Março 2011
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031