======================================
BOA NOITE!!!

mar
15


Imagem do apocalipse japonês/ PÚBLICO
=====================================================
O comissário europeu da Energia, Günter Oettinger, descreveu hoje, terça-feira, o acidente na central nuclear de Fukushima, no Japão, como um apocalipse.

“Estamos falando de um apocalipse e acho esta palavra muito bem escolhida”, referiu o representante da União Europeia no final de uma reunião de alto nível de especialistas em energia e segurança nuclear do grupo dos 27, em Bruxelas.

“Está praticamente tudo fora de controle”, admitiu. “Não descarto o pior nas horas e dias que aí vêm”, afirmou o comissário europeu da Energia, que já esteve em contato com a Agência Internacional de Energia Atómica.

Gunther Oettinger anunciou que a União Europeia vai fazer provas de resistência voluntárias às suas centrais nucleares e promover a realização deste tipo de testes no resto do mundo. As provas foram “unanimemente aceitas”, disse o comissário.

O objetivo destas provas é avaliar a resposta das centrais a situações como a que se registou no Japão depois do sismo de sexta-feira, que provocou um acidente na central de Fukushima.

(Informações do Diário de Notícias, de Portugal)


====================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Sarney lustra biografia

Ivan de Carvalho

Sei não, acredite quem quiser, pode ser, pode não ser, mas que parece, parece.

O presidente do Senado e do Congresso e ex-presidente da República, José Sarney, já de idade avançada, pode estar sob a influência de uma desconfiança do PT.

O PT, cada vez mais experiente em política, já contabiliza a hipótese de morte como fator político. No caso de Sarney, houve problemas recentes de saúde que reforçaram um pouco a hipótese. E, assim, o PT não quis a primeira secretaria do Senado, cargo mais importante da Mesa Diretora depois da presidência.

O PT preferiu colocar a senadora petista Marta Suplicy na primeira vice-presidência. Assim, no caso de morte do atual presidente do Senado e do Congresso Nacional, o PT assume este cargo de comando. Não corre o risco de vê-lo cair nas mãos do PSDB.

Desconfio que o senador Sarney pode estar sob alguma influência dessa preocupação petista e há poucos dias descobriu-se e noticiou-se que o setor de comunicação do Senado Federal tem pronta uma peça de homenagem ao presidente da Casa, mas com o tempo dos verbos no passado. Uma peça, portanto, que seria divulgada somente depois do, como dizem alguns, seu passamento.

Sob tal pressuposta influência, o Marimbondo de Fogo do Maranhão dá a impressão de que começou a lustrar sua alentada biografia. Uma das coisas nessa direção o senador Sarney revelou ontem. Vai levar a reunião da Mesa Diretora do Senado proposta de uma resolução para alterar, em ponto essencial, o rito de tramitação das medidas provisórias.

O presidente do Senado se insurge contra o fato de a Câmara dos Deputados dar sempre a palavra final sobre as medidas provisórias, leis que são antes de serem (assinadas pelo ou pela presidente da República, valem a partir da publicação e são enviadas, já em pleno vigor, ao Congresso, onde podem ser aprovadas, modificadas ou rejeitadas), mas já terão produzido efeitos, frequentemente irreversíveis.

Bem, a MP é discutida e votada primeiro na Câmara. Digamos que esta aprove com ou sem alterações.Vai daí para o Senado, onde também é discutida e votada. Se o Senado a rejeita ou altera, ou rejeita alterações feitas na Câmara, a MP volta para esta Casa do Congresso, onde os deputados dão a palavra final, derrubando as decisões do Senado.

Sarney acha que isto “foge um pouco” ao espírito do nosso sistema legislativo. E defenderá que só seja aprovado o que for aprovado nas duas Casas. O que não receber aprovação de ambas estará rejeitado.

Assim, não teria porque uma MP, depois de passar pela Câmara e pelo Senado, voltar à Câmara. Velha raposa tentando revalorizar o Senado, onde está e que preside, mas, nas circunstâncias políticas do Brasil de hoje, uma boa proposta. “Se uma proposta não for aprovada em uma casa, não pode ser aprovada somente na outra” e se transformar em lei, defende Sarney, tentando quebrar uma velha, mas nem por isto adequada, tradição brasileira.

Outro lustro na biografia, o senador Sarney começou a dar também ontem. Afirmou que o risco de uma catástrofe nuclear no Japão após o tsunami e os terremotos que começaram na sexta-feira deve suscitar no Brasil um debate sobre os riscos da energia atômica. Ele lembrou também o grande desastre nuclear de Chernobyl. Opinou, entretanto, que é um debate a ser feito “por técnicos, não por políticos”.

O chamado a um debate sobre a pretendida construção de mais centrais nucleares no Brasil, onde duas já funcionam, é importante. Mas não é um debate só para técnicos. É para toda a sociedade, inclusive para os políticos

mar
15
Posted on 15-03-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 15-03-2011

DEU NO IG

Pela primeira vez,  mais norte-americanos estão lendo notícias na Internet do que em jornais impressos. Com maior audiência, os veículos online também tiveram receita publicitária superior aos resultados dos jornais online nos Estados Unidos em 2010.

As afirmações são do estudo “State of the News Media”, elaborado pelo instituto de pesquisa Pew Research Center, que analisa tendências mundiais da mídia.

Entre os norte-americanos entrevistados, 46% disseram que preferem ler notícias em sites de Internet, enquanto 40% afirmam que têm preferência pelo jornal impresso.

“As pessoas estão gastando mais tempo com a notícia do que nunca. Mas quando se trata da plataforma de leitura, a web está ganhando terreno rapidamente, enquanto outros setores estão perdendo”, diz o estudo, que está na oitava edição.

Leia mais sobre o assunto no IG:
http://economia.ig.com.br/empresas

 
=========================
No retorno de Buenos Aires para Salvador, na noite de ontem (14), durante a parada para trocar de avião no Aeroporto de Guarulhos, em Sampa, um encontro e um momento para não esquecer com Jerry Adriani.

Simpático, atencioso e sempre brincalhão e espontâneo (como só conseguem ser os grandes artistas), lá estava ele, um dos ícones do movimento Jovem Guarda que abalou a música brasileira nos anos /60/70, encabeçado pelo rei Roberto Carlos, em conversa animada com o ex-presidente da UNE e ex-líder estudantil em Salvador,Javier Alfaya, que também retornava de viagem à capital portenha.

Javier viu o grupo de baianos na espera da liberação das bagagens e puxou o artista para cumprimentos e para ocupar o centro das atenções e do papo em Guarulhos. Pura emoção, a começar por Márcia, moderadora do Bahia em Pauta, que não fazia nenhuma questão de disfarçar o encantamento no inesperado reencontro com o ídolo de sua juventude.

A fã confessou a foto no pequeno binóculo que carregou durante anos na bolsa de jovem adolescente. Jerry se desmanchou em gentilezas e atenção diante do pedido de Marcia para uma foto ao lado da fã e do grupo de admiradores da Bahia. E o tempo deu a volta de um jeito muito bom e agradável.

Para não esquecer, repete o editor!!!

BOA TARDE A TODOS, COM JERRY ADRIANI, PARA COMPARTILHAR A EMOÇÃO DO REENCONTRO COM O ARTISTA EM SAMPA.

(Vitor Hugo Soares )

Dica do Bahia em Pauta para quem está de viagem marcada para Buenos Aires ou pretende visitar a Argentina

Com mais de 7 milhões de usuários em um ano, um dos maiores sites de compras coletivas do Brasil desembarca esta terça-feira, 15, na Argentina como primeiro destino de sua pretendida expansão para a América Latina

O Peixe Urbano (www.peixeurbano.com), pioneiro em compras coletivas no Brasil, anuncia sua chegada à Argentina, com a criação da marca Pez Urbano. O site que já atua com clientes cadastrados em 50 cidades brasileiras, inicia hoje, à meia-noite, suas operações em Buenos Aires, “oferecendo descontos diários de 50% a 90% nos melhores serviços e atividades da cidade portenha, incluindo restaurantes, spas, teatros, hotéis, cursos, entre outros”, diz o comunicado de NR-7.

“Assim como o consumidor brasileiro, os argentinos utilizam muito a Internet e as redes sociais para compartilhar novidades com os amigos – um fator crítico para a rápida viralização do modelo de compras coletivas. “A união entre essas características, fortes alianças locais e o know-how que adquirimos no Brasil durante este ano, nos deixam extremamente animados com o lançamento no país vizinho”, diz Emerson Andrade, Sócio-Fundador e COO do Peixe Urbano.

Peixe em Buenos Aires

Com capital próprio e o aporte financeiro de firmas de venture capital como a brasileira Monashees Capital e a americana Benchmark Capital (investidora também em empresas como Twitter e eBay, e agora pela primeira vez em uma empresa latino-americana), o Peixe Urbano planeja contratar mais de 30 profissionais locais para iniciar a sua atuação na Argentina .

“Além do mix de ofertas especialmente projetado de acordo com os gostos e interesses locais, há também a possibilidade de fazer cross-selling entre Brasil e Argentina, o que será atrativo tanto para os estabelecimentos quanto para os nossos usuários, que poderão aproveitar promoções em ambos países, particularmente no setor de turismo,” destaca Carla Acevey, natural de Buenos Aires, que vem da Lan e do Mercado Libre para liderar a operação local.

O site é o primeiro de seu gênero na América Latina e já está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Campinas, Niterói, Goiânia, Florianópolis, ABC Paulista (4 municípios), Ribeirão Preto, Fortaleza, Vale do Sinos (12 municípios), Joinville, São José dos Campos, Caxias do Sul, Santos, Natal, Vitória, Sorocaba, Londrina, Belém, Campo Grande, São José do Rio Preto, Feira de Santana (Bahia) entre outras cidades do Brasil. A a partir de hoje chega a Buenos Aires, um dos maiores e mais elegantes centro de consumo da América Latina.

Mais informações: www.peixeurbano.com

mar
15
Posted on 15-03-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 15-03-2011


====================================================
Miguel , no Jornal do Comércio (PE)

mar
15
Posted on 15-03-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 15-03-2011

Os níveis de radioatividade em Tóqio estão ligeiramente acima do normal, revelaram fontes oficiais citadas pela agência France Presse.Apesar dos níveis de radioatividade estarem acima do normal, autoridades municipais da capital do Japão garante que são muito baixos para afetar a saúde dos seres humanos.

«Registamos um nível de radiação acima do normal durante a manhã em Tóquio», afirmou Sairi Koga, da prefeitura de Tóquio, que conta com 12 milhões de habitantes na cidade e 35 milhões na grande área urbana.

O mesmo responsável garantiu, no entanto, que o nível de radioactividade «não é suficiente» para afetar o corpo humano.

Depois do sismo, seguido de tsunami de sexta-feira na região nordeste do país, o Japão enfrenta agora um outro problema com a central nuclear de Fukushima, cujos reatores estão afetados por um conjunto de problemas que já provocaram três explosões, incêndios e a libertação de partículas radioativas que elevaram os níveis de radioatividade na região para 8217 microSievert, muito acima dos 500 permitidos.

(Informações do portal europeu TSF)

mar
15
Posted on 15-03-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 15-03-2011

=================================================
Deixei Buenos Aires na tarde de segunda-feira,14, sob um frio de 14 graus, com sensação térmica de 8, quando o vento soprava mais forte da Cordilheira dos Andes .

Acabo de desembarcar em Salvador na madrugada desta terça-feira, 15, debaixo de um calor de quase 30 graus. Registro o retorno do editor à base baiana, com a alma ainda repleta de tango e o sabor do Bife de Lomo e da Cazuela de Mariscos do restaurante “Plaza de Astúrias” ainda na boca, e já com saudades da manhã de domingo na calçada do Bar Dôrrego, em Santelmo, tomando vinho, vendo o portenho dançar e cantar tango na rua, com o mundo desfilando na frente.

Bonito de ver e ouvir. Tão bom quanto o reencontro com a Bahia

(Vitor Hugo Soares)
=====================================
Edmundo Rivero interpreta o tango “Sur” de Aníbal Troilo y Homero Manzi para o documentario “Argentinísima II” dirigido por Fernando Ayala e Héctor Olivera en 1973. Imagens de Buenos Aires.


Wagner na festa pepista para João/Correio da Bahia

=================================================
OPINIÃO POLÍTICA

O arrepio do PT em Salvador

Ivan de Carvalho

(Artigo publicado na edição de segunda-feira, 14 da Tribuna da Bahia)

O governador Jaques Wagner, do PT, comparece ao ato de filiação do prefeito de Salvador, João Henrique, ao PP, um dos mais importantes partidos de sua base política (o mais importante depois do partido do próprio governador).

Mas o presidente estadual petista, Jonas Paulo e o mais notório aspirante do PT a suceder o atual prefeito, o deputado federal Nelson Pelegrino, que já tentou várias vezes chegar à prefeitura e tem fortíssima influência sobre o organismo petista na capital, minimizam, a um só tempo, tanto a relevância do comparecimento do governador ao evento político da filiação quanto a importância do ingresso do prefeito, antes um adversário, na base de sustentação política do governo.

Os dois, Jonas Paulo e Nelson Pelegrino, fizeram parecer, não que o prefeito está acrescentando algo à base política do governo estadual ao ingressar no PP, partido integrante dessa base, mas sim que está procurando recompor alguma base política e de cobertura administrativa para ele mesmo.

Na verdade, há de tudo isso e mais um pouco. O prefeito está buscando, no PP, novo abrigo político que já não encontrava no PMDB, seja porque o comando estadual deste partido e ele se desentenderam politicamente em termos que, nas circunstâncias atuais, se tornaram irreversíveis.

De quebra, sendo o PP um partido das bases dos governos estadual e federal e que tem o Ministério das Cidades, o prefeito João Henrique aproxima-se do governo do Estado e passa também a contar com os préstimos do ministro baiano Mário Negromonte. Quanto à alegação petista de que o fato de o governador comparecer ao ato de filiação não é relevante parece ser razoável, na medida em que a presença do governador é, no caso, perfeitamente natural, independente de quaisquer considerações sobre projetos políticos de quem quer que seja.

Mas pode ser vista também (cumulativamente) como sugestão, que o governador, aliás, já fez explicitamente: a de que ele acha que o PT deve apoiar a administração municipal de Salvador “para ter reciprocidade em 2012”, isto é, para que o prefeito e seu partido apóiem o candidato do PT a prefeito no ano que vem.

O arrepio do PT em relação a essa sugestão do governador (desde que se descarte a hipótese de o jogo estar combinado nos bastidores, o que não creio que seja o caso, embora possa estar havendo uma espécie de compreensão mútua de atitudes) decorre certamente de dois fatos. O primeiro é que o prefeito João Henrique, no momento, está impopular (como estava no início de 2008, ano em que, com a inestimável e indispensável ajuda do PMDB venceu o PT nas eleições municipais) e assim o PT acha mais lucrativo fazer oposição na Câmara Municipal e apresentar-se ao eleitorado como oposição.

O segundo fato é que o PT, com o ingresso do prefeito no PP, está vendo este partido como um potencial adversário nas eleições para a sucessão do prefeito João Henrique. O PP, fortalecido nas eleições gerais do ano passado e tendo ganho o importante reforço extra de ter um deputado baiano no Ministério das Cidades, está agora com o novo reforço representado pelo governo de Salvador, onde o partido não tinha muita significação, embora já fosse importante no vizinho município de Lauro de Freitas.

Faz todo o sentido o PP lançar candidato a prefeito no ano que vem e faz sentido que este candidato venha a ser o deputado federal João Leão, agora posto na chefia da Casa Civil do prefeito. E isso faz mais sentido ainda se o PT fica fazendo oposição ao governo de João Henrique e do PP em Salvador.

Para o PT, apoiar já o prefeito tem inconvenientes. Não apoiar também tem. Inclusive o inconveniente de eventual briga em 2012 induzir a desencontros em 2014.

  • Arquivos

  • Março 2011
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031