Kadafi na TV:”é tudo ataque terroriasta”
======================================================
Sob as lentes da TV estatal que transmitia imagens para o mundo inteiro, Muammar Kadhafi deixou patente mais uma vez em ato público, esta quarta-feira, a decisão de resistir à revolta contra o regime que ele comanda na Libia.

Em comício, garantiu que não houve manifestações na Líbia, mas sim ataques terroristas comandados pelo grupo Al Qaeda.

Kadafi sugiu no ato público comemorativo dos 34 anos da revolução que, conforme afirmou, “colocou o poder nas mãos do povo”. “Desde 1977 que é o povo que exerce o poder na Líbia”, disse. Rodeado de apoiantes do regime, acrescentou: “O povo deseja morrer por mim”.

A revolta dos opositores ao regime de Kadhafi já dura há 16 dias, mas o líder líbio garantiu hoje que não houve quaisquer manifestações no país e que não há presos polítocos na Líbia. “Foi tudo um ataque terrorista”, defendeu, culpando a imprensa estrangeira da notícias. “Quando morre um dizem que morreram 100. os terroriostas estão a matar pessoas, a violar mulheres e escondem-se nas mesquitas”, acusou.

Muammar Kadhafi voltou a atacar a Al Qaeda, mas assegurou que o povo líbio conseguirá defender-se. E prometeu combater “até ao último homem e até à última mulher”.

O líder líbio insistiu neste discurso transmitido ao vivo pela televisão estatal,que não é chefe de Estado e por isso não pode renunciar ao cargo, nem dissolver o parlamento.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do Diário de Notícias , de Lisboa, publicadas esta manhã na edição online do diário europeu)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2011
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031