========================================
BOA NOITE!!!


Pato em clima de romance com Bárbara Berlusconi
=====================================================
DEU NO IG .

O jogador do Milan e da seleção brasileira, separado desde abril de 2010 da atriz Sthefany Brito, está mesmo saindo com a filha do chefe, o primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi, que é também dono do time de futebol em que o brasileiro joga.

A dupla foi flagrada pela revista Novella na saída de um restaurante em clima de romance. Os dois aparecem sorrindo, se abraçando e durante um jantar romântico.

Segundo reportagens publicadas na última terça-feira (22), quando o possível affair vazou ma imprensa italiana, Barbara Berlusconi, 26, conhece cada um dos funcionários do Milan e tem o hábito de assistir aos jogos na própria sede da agremiação, que pertence à sua família há exatos 25 anos.


==============================================
DEU NO BLOG DE CHICO BRUNO

Direto da Varanda: Chico Bruno

Duda, o cartomante A Folha de S.Paulo, de hoje (24), dá conta que “em visita ontem a um camarote de Carnaval em Salvador, o publicitário Duda Mendonça disse que acredita em uma nova candidatura de Lula à Presidência em 2014, porque a presidente Dilma Rousseff não parece ser uma política “ambiciosa” nem “vaidosa” para querer ficar mais tempo no poder”.

Valha-me Cristo, olhai para isto!

Duda Mendonça reaparece na mídia prevendo o futuro de Lula e Dilma.

– É simplesmente uma sensação. Todo mundo acha que político quer se perpetuar. Sinceramente, eu não vejo esse traço na Dilma, disse.

Para o publicitário Duda Mendonça, travestido de cartomante, o nome do PT em 2014 deve ser Lula, caso Dilma não concorra à reeleição, porque é difícil encontrar outro nome com “aquela naturalidade e carisma”.

Ele cita uma pesquisa feita há dois anos, pela qual Lula seria eleito presidente da Argentina caso fosse candidato.

É cada uma que aparece na imprensa nacional que até Deus duvida.

Boquirroto, Duda posa de analista político e tasca sem dó nem piedade “que não estava surpreso com a atuação de Dilma como presidente, que “engoliu o PMDB” na votação do salário mínimo na Câmara dos Deputados.

Ora bolas, bata-me um abacate!

Vamos lá.

O PMDB não é aliado. É governo.

Ou será que o Michel Temer é apenas um bibelô que enfeita o Palácio Jaburu.

Ora, qualquer analista político conta nos dedos os dissidentes do PMDB que estão alojados no Senado e não na Câmara, que foi contemplada com a referência do baiano.

Resumo da ópera.

Na verdade, o que Duda queria era promover o camarote de Carnaval do filho.

Malandro, como ele só, se travestiu de cartomante para atingir o objetivo.

Pior é a Folha cair no conto.

fev
24

A Europa tem um dever de solidariedade para com as populações da Líbia e, em caso de êxodo maciço, deverá dar “proteção a quem dela necessite”, defendeu António Guterres, Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), em Bruxelas.

Guterres, que participou esta manhã numa reunião dos ministros da Administração Interna da União Europeia dedicada em grande parte aos receios de alguns Estados membros de uma invasão do seu território por uma vaga de refugiados da Líbia, defendeu que “é muito importante que a Europa tenha uma atitude generosa e aberta”. O que significa, precisou aos jornalistas, que “se os líbios procurarem refúgio em território europeu o encontrem e que lhes sejam criadas as condições de acesso e de protecção de que têm necessidade”. Este dever aplica-se tanto aos líbios como aos “cidadãos de outros países que estão refugiados na Líbia e que venham a ter também de sair do país”, sublinhou.

O alto-comissário defendeu igualmente que a Europa também deverá exprimir uma “solidariedade ativa e prática” relativamente à Tunísia e ao Egipto, que são neste momento diretamente afetados pelo êxodo de populações a partir da Líbia.

Segundo explicou, o ACNUR está aumentando rapidamente a sua presença nos dois países junto das fronteiras com a Líbia para ajudar os refugiados. Mas, frisou, a sua “principal preocupação” vai para “o fato de a esmagadora maioria da população estar sujeita a uma situação dramática, muitas delas com problemas humanitários terríveis”.

============================================

DEU NO DIÁRIO DE PERNAMBUCO

O baixista Lenine Castro dos Santos, integrante da banda do grupo “Reginho e Banda Surpresa”, morreu na madrugada de hoje em um acidente envolvendo o ônibus da turnê que levava os músicos do Rio de Janeiro para o Recife. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o acidente aconteceu por volta das 1h30, no Km 60 da BR-110, na cidade de Jeremoabo, interior da Bahia. Além da morte, o acidente ainda fez um ferido grave e 25 vítimas de escoriações leves.

Vinte e sete pessoas estavam no ônibus no momento do acidente. O estado grave é o da dançarina Márcia, que teve fratura exposta em uma das pernas. Todas as vítimas foram levadas ao Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso. Reginaldo Alves da Silva, 39 anos, o Reginho, não teve ferimentos graves, e outros três integrantes da banda, todos aguardando o resultado de exames. Os demais integrantes do grupo feridos foram socorridos para um hospital de Jeremoabo.

De acordo com as primeiras informações, o motorista do ônibus tentou livrar de outro veículo que vinha na contramão, desviou para o canteiro e o veículo acabou capotando.

Música de sucesso

Reginho, músico de Paulista, Região Metropolitana do Recife (RMR), ficou famoso depois que um vídeo feito durante brincadeira tornou-se um fenômeno na internet. Com o hit “Minha mulher não deixa não” o grupo ganhou as paradas do sucesso e é protagonista da nova campanha do Ministério da Saúde para incentivar o uso de camisinha no carnaval 2011.

fev
24
Posted on 24-02-2011
Filed Under (Artigos, Ivan) by vitor on 24-02-2011


======================================================
OPINIÃO POLÍTICA

O perigo da delegação de poder

Ivan de Carvalho

Bem, é quase irrelevante o reajuste do salário mínimo que está sendo concedido para este ano, por proposta do governo e aprovação do Congresso Nacional – o novo valor, de R$ 545,00, foi aprovado por ampla maioria na Câmara dos Deputados e não sofre ameaça no Senado.

A necessidade alegada pelo governo e aceita pelo Congresso de ser tão avaro na fixação do novo mínimo este ano é a de que não houve crescimento do Produto Interno Bruto em 2009, fato a que está legalmente vinculado qualquer acréscimo no valor real do salário mínimo, segundo acordo feito entre o governo e as centrais sindicais, com a chancela legal ulterior do Congresso.

Os assalariados e aposentados que ganham mínimo legalmente permitido ou algo ligeiramente superior a isso vão ter que engolir a pílula, que pela pouco inspirada argumentação do governo nem se pode considerar “dourada”. A argumentação oficial, de manutenção de uma legislação que estabelece política permanente de reajuste do salário mínimo, não é suficiente para dourar a pílula.

Para oferecer uma argumentação verdadeira, o governo deveria abrir o jogo, confessando que está em dificuldades fiscais por conta, não das medidas de renúncia fiscal e outras adotadas para minorar, no país, a crise financeira internacional de 2009 – operação que se reconhece bem sucedida, desde que não se pretenda alegar que vários setores da economia foram duramente atingidos –, mas principalmente pela gastança descontrolada para garantir que o então presidente Lula pudesse reduzir praticamente a zero o risco de perder as eleições para sua sucessão e ficasse o PT excluído do Poder Executivo que domina há 12 anos e deverá dominar por, pelo menos, mais quatro.

A gastança passada, inchando a máquina do Estado, inflando a propaganda do pouco feito e do muito não feito (mas apresentado com a aparência do perfeito e acabado), o dinheiro liberado sem os devidos critérios, o gasto mal feito e descontrolado – isto sim gerou a crise fiscal que está provocando, por enquanto, o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento da União e que inviabiliza, no entender do governo, um reajuste não humilhante para o salário mínimo. E isto exatamente quando os alimentos – que tanto pesam no orçamento familiar de quem ganha salário mínimo – lideram a elevação dos preços no país.

Mas, além da esqualidez do reajuste, há um outro problema, um risco muito maior – a possibilidade (alta) de aprovação, pelo Senado Federal, como ocorreu na Câmara, de reajuste do salário mínimo, até o fim do mandato da presidente Dilma Rousseff, por decreto, ao invés de através de lei. Desta forma, o Executivo fará o que quiser, como quiser e sem ter que discutir com ninguém nem ver sua vontade submetida a decisão do Congresso.

Além das medidas provisórias, agora essa de decretos delegados por lei. Primeiro, para reajustar o salário mínimo. Depois, para mil outras coisas polêmicas, talvez. Uma vez arrombada a porta…

fev
24
Posted on 24-02-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 24-02-2011


======================================
Xalberto, hoje no A CHARGE ONLINE


============================================
Album: The Eminent J.J. Johnson vol.2 (1954) J.J. Johnson: trombone Wynton Kelly: piano Charles Mingus: bass Kenny Clarke: drums Sabu Martinez: congas Composition: Burton Lane, E.Y. “Yip” Harburg
Coisas de mestres
BOA NOITE!!!


Deu no IG

Os 800 servidores do Samu no município de Salvador , entre médicos, socorristas e pessoal de apoio, reivindicam melhoras nas condições de trabalho, como fim de contratos terceirizados, reajuste salarial e manutenção da frota de ambulâncias.

Os primeiros resultados já foram sentidos. A paralisação do Samu pode ter contribuído para a morte de um homem de 49 anos que sofreu um ataque cardíaco na manhã desta quarta em um posto do INSS na capital baiana. Israel Alexandre dos Santos recebeu primeiros socorros de médicos peritos da Previdência, mas já estava morto quando a ambulância do Corpo de Bombeiros chegou. A gerência do INSS em Salvador informou que todas as providências foram tomadas, mas não precisou quanto tempo a ambulância demorou a chegar.

Na central do serviço em Salvador, no Complexo de Saúde César de Araújo, a reportagem do IG flagrou 15 ambulâncias abandonadas em um pátio com mato, lixo e fezes de moradores de rua que vivem no local. Em valores atuais, cada unidade custou R$ 135 mil aos cofres públicos.

Das 71 ambulâncias da Grande Salvador, apenas 33 (46% do total) estão em operação, segundo o sindicato da categoria. O restante está em conserto ou sem condições de rodar.

Com a paralisação, o serviço está sendo mantido a 30% da capacidade – em dias normais, o Samu atende até 3.000 chamadas e faz 350 atendimentos, na capital e em outras sete cidades da região.

O governo da Bahia e a Prefeitura de Salvador também estão direcionando chamadas para o 193 do Corpo de Bombeiros, que recebeu reforço de cinco ambulâncias.
Um funcionário da coordenação do Samu, que pediu para não ser identificado, disse que o serviço estava sendo mantido em 30% mediante um “esforço brutal”. Na noite de terça-feira (21), a categoria decidiu pela paralisação de 100% dos servidores.

A reportagem ligou para o 192 em Salvador às 15h desta quarta (22). Após dois minutos de espera, uma atendente informou sobre a greve e que apenas casos urgentes estavam sendo atendidos.
“Estamos preocupados, porque o serviço está mais precário [durante a paralisação] do que era”, afirmou a médica Maria do Socorro de Campos,que integra a coordenação da greve.

O financiamento do Samu é tripartite, com recursos federais (50%), do Estado (30%) e do município (20%). Em Salvador, a gestão do serviço é responsabilidade da prefeitura, que enfrenta problemas financeiros e paralisação parcial de outras cinco categorias (agentes de trânsito, guardas municipais, servidores de obras e serviços e salva-vidas) somente nesta semana.

Outro lado

A Secretaria da Saúde de Salvador informou que está trabalhando para atender as reivindicações dos servidores do Samu, mas que irá acionar a Justiça para que retomem atividades caso não haja avanço nas negociações.
No entendimento da prefeitura, a paralisação é ilegal porque os funcionários não são contratados sob regime de CLT. Disse ainda ter proposto reajuste em torno de 10% para os servidores, e que a reivindicação de aumento da categoria é inviável, pois supera 100% em alguns casos.

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28