=======================================

===============================

Viva a Bahia, sinhô, das ondas verdes do mar da baia de Todos os Santos e da Ilha de Itaparica, território sagrado do povo brasileiro de João Ubaldo Ribeiro.Magnífica canção! Confira.
====================================

Na terra em que o mar não bate
Não bate o meu coração
O mar onde o céu flutua
Onde morre o sol e a lua
E acaba o caminho do chão
Nasci numa onda verde
Na espuma me batizei
Vim trazido numa rede
Na areia me enterrarei
Na areia me enterrarei
Ou então nasci na palma
Palha da palma no chão
Tenho a alma de água clara
Meu braço espalhado em praia
Meu braço espalhado em praia
E o mar na palma da mão
No cais, na beira do cais
Senti o meu primeiro amor
E num cais que era só um cais
Somente mar ao redor
Somente mar ao redor
Mas o mar não é todo mar
Mar que em todo mundo exista
O melhor, é o mar do mundo

De um certo ponto de vista
De onde só se avista o mar
A ilha de Itaparica
A Bahia é que é o cais
A praia, a beira, a espuma
E a Bahia só tem uma
Costa, clara, litoral
Costa, clara, litoral
É por isso que o azul
Cor de minha devoção
Não qualquer azul, azul
De qualquer céu, qualquer dia
O azul de qualquer poesia
De samba tirado em vão
É o azul que a gente fita
No azul do mar da Bahia
É a cor que lá principia
===================================

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Graça Azevedo on 13 Fevereiro, 2011 at 14:32 #

É por essa (y otras cositas más) que Olivinha não pode ir para Brasilia ou para qualquer outro lugar do mundo sem mar!
(para alegrar este domingo bonito e de mar azul e entender as razões…)


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28