fev
11
Postado em 11-02-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 11-02-2011 13:24

DEU NO IG

O presidente do Egito, Hosni Mubarak, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, após 18 dias de protestos contra o seu governo, transferindo o poder ao Exército.

O líder de 82 anos estava no poder desde 1981 e enfrentrava protestos diários por sua renúncia desde o dia 25 de janeiro.

Reunidos na Praça Tahrir, que virou símbolo dos protestos de 18 dias pela renúncia do líder egípcio, centenas de milhares de manifestantes explodiram em gritos de emoção com a notícia.

O anúncio da renúncia foi feito pelo vice-presidente do Egito, Omar Suleiman, horas depois de ser divulgada a notícia de que Mubarak e sua família tinham deixado a capital do país, Cairo, em direção à cidade egípcia de Sharm el-Sheik.

Na noite de quinta-feira, Mubarak provocou revolta com um discurso no qual afirmou que delegaria mais poderes ao vice-presidente, Omar Suleiman, sem renunciar ao cargo de presidente.

No dia 1º de fevereiro, quando a onda de protestos completou uma semana, Mubarak anunciou que não concorreria à reeleição nas eleições presidenciais marcadas para setembro. O anúncio não foi suficiente para encerrar os protestos e milhares de manifestantes continuaram lotando a praça Tahrir, no centro do Cairo, exigindo a renúncia imediata do líder.

Leia mais no IG : http://ultimosegundo.ig.com.br

Be Sociable, Share!

Comentários

regina on 11 Fevereiro, 2011 at 13:50 #

Sem duvida, uma Vitória do povo unido na luta pela independência, contra a tirania, com seriedade e bravura!!!! VIVA O POVO DO EGITO!!!!!!
Cada caso é um caso, portanto, espero que a transição do poder dos militares aos civis seja de acordo com as normas constitucionais e através de eleição popular. Um novo dia a ser celebrado!!!!!!!!!!! Vitória também para Internet e sua rede social, um instrumento essencial nessa virada!


Marco Lino on 11 Fevereiro, 2011 at 22:16 #

Umas das mais belas páginas da milenar e riquíssima história egípcia.

Escravidão, colonização e ditaduras morreram de morte natural aqui.

Que inveja dos nossos índios (e outros escravos) que preferiram a morte à escravidão… Que inveja dos ingleses, franceses, norte-americanos, haitianos, malês, egípcios…

Viva a revolução, Luxemburgo!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28