Florisvaldo:”em respeito ao jornalismo”
=======================================================

Deu na revista digital Terra Magazine

=======================================================

CLAUDIO LEAL

O editor-chefe do secular jornal baiano “A Tarde”, o poeta e jornalista Florisvaldo Mattos, pediu desligamento do cargo, nesta quinta-feira (10), em meio à crise provocada pela demissão do repórter Aguirre Peixoto. Reportagens sobre crimes ambientais de uma obra do governo da Bahia em parceria com as empresas Patrimonial Saraíba e Construtora NM teriam motivado a queda de Peixoto.

Segundo a redação, o jornal atendeu a pressões do mercado imobiliário, acusado de fazer obras predatórias na primeira capital do País. O diretor-executivo de “A Tarde”, Sylvio Simões, desmentiu a versão em entrevista a Terra Magazine e atribuiu o episódio a conflitos de “poder interno”.

Os jornalistas entraram em “estado de greve” nesta quinta e a crise ganhou repercussão em sites especializados na imprensa brasileira. O pedido de demissão de Mattos ocorre depois de Sylvio Simões ter dito, em reunião com repórteres e editores, que faltava autoridade e que trocaria todo o comando da redação em cinco ou seis meses. O diretor acrescentou que o jornal só teve comando quando Ricardo Noblat era o editor-chefe, entre dezembro 2002 e outubro de 2003. O diálogo foi tenso e os sócios do jornal se recusaram a readmitir o repórter.

Filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), Sylvio amplia seu poder na direção do mais importante jornal baiano e um dos maiores do Nordeste. Sua mãe, Regina Simões, filha do fundador Ernesto Simões Filho, tem 50% das ações. A empresa sofre uma baixa de circulação e há anos enfrenta conflitos editoriais. Segundo o IVC (Instituto Verificador de Circulação), “A Tarde” já foi ultrapassada em tiragem pelo “Correio”, da família do ex-senador Antonio Carlos Magalhães.

“Informo aos prezados colegas que, em encontro cordial com os membros da Direção Executiva, apresentei a minha demissão do cargo de editor-chefe e o meu desligamento dos quadros da Empresa A TARDE, de forma inteiramente livre e espontânea”, escreveu Florivaldo Mattos à redação. Ele saiu sob os aplausos dos colegas. Em assembleia, os jornalistas de “A Tarde” pediram à direção que definisse uma linha editorial, para evitar a repetição do caso de Aguirre.

Sylvio Simões desmentiu que o jornal esteja negociando a venda de ações com os empreiteiros Francisco Bastos e Carlos Suarez. “Meu amigo, eu vou lhe dizer assim: se por acaso tiver uma ação à venda, do grupo A Tarde, eu e meu sócio compramos (risos) Compramos na mesma hora. Eu mesmo tô doido pra comprar. Se você conseguir aí alguns sócios pra eles venderem, eu compro!”, reagiu.

Em conversa com Terra Magazine, o ex-editor-chefe Florisvaldo Mattos preferiu não comentar o pedido de demissão, “em respeito ao jornalismo”. Ele ressalta que trabalhou por 21 anos em “A Tarde” e atribui sua saída a episódios acumulados, não apenas a atual crise.

Be Sociable, Share!

Comentários

marco dorea on 10 Fevereiro, 2011 at 23:17 #

Neste caso da Bahia tem muito mais lama que voçes pensam ; as grandes construtoras compraram os vereadores na época da votação do PDDU ( novo Plano Diretor ) para ocuparem áreas de preservação permanente-APP’s . Mas se deram mal , pois feriram leis federais ( código florestal , lei da Mata Atlântica ) . Então começaram as multas e embargos do Ibama nas obras ilegais das empreiteiras de Carlos Suarez , que no caso da reportagem deste exemplar jornalista tocou numa obra que também é do Governo do Estado ( a Tecnovia ). As relações entre o grande empresário e o governador assustam , pois Suarez foi o maior financiador da campanha eleitoral do governador reeleito em Outubro de 2010. E o reporter tocou na ferida aberta e foi quem pagou o pato. Só que as grandes construtoras não contavam com a digna reação dos colegas do jornalista que se uniram , pois deste jeito todos teriam que se dobrar aos interesses financeiros , e suas carreiras estariam indo para o ralo . Parabéns a todos que disseram não aos conchavos e negociatas entre os Jornais da Bahia e os grandes anunciantes do mercado imobiliário.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28