fev
08
Postado em 08-02-2011
Arquivado em (Artigos) por vitor em 08-02-2011 11:00


Janete e João Capiberibe: perseguição kafikiana
=====================================================

Artigo de João Capiberibe publicado hoje (8) no Blog do Noblat

Eu e Janete, minha companheira, vivemos um absurdo pesadelo kafkiano. Como o personagem do romance O Processo, somos acusados de um crime que não aconteceu – esse crime teria sido a compra de dois votos por R$ 26,00 em duas prestações nas eleições de 2002 – e, pior, estamos pagando duas vezes por este suposto delito.

Sofremos a primeira cassação em 2004. Eleitos mais uma vez pelo povo amapaense com votação consagradora, em outubro passado, acabamos impedidos de tomar posse pelo Tribunal Superior Eleitoral, que nos enquadrou na Lei de Ficha Limpa. Isso num país em que políticos acusados de lavagem de dinheiro, corrupção, desvio de verbas públicas e até de envolvimento com o crime organizado escaparam do enquadramento na Ficha Limpa.

Na verdade, estamos pagando o alto preço de ter ousado enfrentar oligarquias impiedosas e retrógadas. A principal delas é chefiada pelo senador José Sarney, o último dos coronéis, áulico da ditadura que pulou do barco na última hora, governou o Brasil como uma sesmaria e depois, não contente com seu feudo no Maranhão, estendeu suas garras sobre o Amapá. Essa história vem de longe e vale a pena ser contada.

Se bem me lembro, tudo começou numa manhã chuvosa, em abril de 1995. Estava eu no gabinete de governador, quando, pela segunda vez, recebi em audiência um político provinciano que portava um “ultimato” de um político nacional. O governo “tinha” de quitar uma fatura de R$ 8 milhões a uma empreiteira. Repeti-lhe que os cofres do Estado haviam sido saqueados, que não havia dinheiro para nada e que era preciso saber se aquela dívida existia de fato. O portador não esperou a conclusão do meu raciocínio, levantou-se e com dedo em riste vociferou algumas ameaças: “Você tá perdido, o chefe nunca vai te perdoar!”.

Leia a íntegra do artigo de João Capiberibe “Três vezes cassado: uma na ditadura, duas na democracia” no Blog do Noblat.

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/

Be Sociable, Share!

Comentários

marco lino on 8 Fevereiro, 2011 at 15:00 #

Vergonha! Vergonha! Vergonha!!!


Olivia on 8 Fevereiro, 2011 at 15:28 #

Esse é Sarney, pela quarta vez na presidência do Senado. Certa feita, uma maranhense disse: Vocês falam do poder de ACM na Bahia, com razão, mas não têm noção do poder de Sarney no Maranhão… e Amapá tb. É isso moçada!!!


danilo on 8 Fevereiro, 2011 at 16:32 #

quem em sã consciência poderia imaginar q o poder de Sarney ia se multiplicar por MIL com Lullla e o PT no comando do brasil?


Carlos Volney on 8 Fevereiro, 2011 at 18:35 #

Pois é, Sarney, um cadáver putrefato da política foi ressuscitado por ninguém menos que o PT e seu Lula. Nada como um dia após o outro – eta pensamento antigo que nunca deixa de ser atual…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28