Marta; dura lex ao presidir sessão no Senado
=======================================================
Deu no IG

Em sua estréia no comando de uma sessão plenária, a primeira vice-presidente do Senado, Marta Suplicy (PT-SP), chamou a atenção ao interromper o som do microfone para cortar a palavra de seu correligionário, conterrâneo e ex-marido, Eduardo Suplicy (PT-SP).

“Senador Suplicy, acabou o tempo”, advertiu Marta pela última vez.

“Agora preciso obedecer à senhora presidente”, retrucou o conformado petista.

Marta concedeu dez minutos de tempo regimental para que Eduardo Suplicy discursasse na tribuna.

Ele inscreveu-se, como orador, a fim de divulgar uma carta escrita hoje pelo refugiado político Cesare Battisti, que se encontra preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Suplicy é um dos políticos engajados na libertação do italiano, para que ele continue no Brasil.

Diante da polêmica que envolve o assunto, vários senadores pediram apartes a Suplicy.

Entre eles, o líder do DEM, José Agripino (RN), João Pedro (PT-AM), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Demóstenes Torres (DEM-GO). No comando da sessão e diante do interesse despertado pelo tema, Marta prorrogou o tempo de Suplicy por mais quatro minutos, que, no entanto, foram utilizados na intervenção dos senadores João Pedro e José Agripino.

fev
03
Posted on 03-02-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 03-02-2011

Ronaldo;Fenomeno acuado na volta/AE

=====================================================
A furiosa torcida do Corintians parece já ter escolhido o bode expiatório para o insucesso do Timão , eliminado ontem pelo quase anônimo Tolima, da Colômbia, na fase de pré-classificação da Copa Libertadores da América: o atacante Ronaldo, o Fenômeno, um dos maiores ídolos do futebol brasileiro.

Após desembarcar por volta das 10 horas desta quinta-feira no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), um carro especial foi designado para buscar Ronaldo já na pista de pouso para despistar os torcedores e a imprensa que aguardava o desembarque do time.

O ônibus do time com todo o elenco, a exceção de Ronaldo e Roberto Carlos, partiu para o CT Joaquim Grava, enquanto o carro do atacante, cercado de seguranças, para evitar tumulto no retorno do jogador, partiu direto para sua casa.

Ronaldo, o Fenômeno para os italianos e um dos maiores atacantes e ídolos do futebol brasileiro, é um dos principais alvos da torcida do Corinthians após a eliminação do time pre-classificação para a Copa Libertadores, depois do time paulista perder por 2 a 0 para o desconhecido Tolima, da Colômbia, que ficou com a vaga da Copa com a participação dos melhores times do continente.

(Com informações de Estadão.com )

DEU NO PORTAL MSN

Renata Giraldi

Repórter da Agência Brasil

Brasília – Enviados para o Egito para a cobertura da crise política no país, o repórter Corban Costa e o repórter cinematográfico Gilvan Rocha, da TV Brasil, foram presos, tiveram os olhos vendados, além de passaportes e equipamentos apreendidos. Desde ontem (2) à noite até esta manhã(3), Corban e Gilvan ficaram presos em uma sala, sem janela nem água, com apenas duas cadeiras e uma mesa, em uma delegacia do Cairo.

‘É uma sensação horrível. Não se sabe o que vai acontecer. Em um primeiro momento, achei que seríamos fuzilados porque nos colocaram de frente para um paredão, mas, graças a Deus, isso não aconteceu’, afirmou Corban, que volta amanhã (4) com Gilvan para o Brasil.

Para serem liberados, os repórteres foram obrigados a assinar um depoimento em árabe, no qual, segundo a tradução do policial, ambos confirmavam a disposição de deixar imediatamente o Egito rumo ao Brasil. ‘Tivemos que confiar no que ele [o policial] dizia e assinar o documento’, contou Corban.

No caminho da delegacia para o aeroporto do Cairo, Corban disse ter observado a tensão nas ruas e a movimentação intensa de manifestantes e veículos militares nos principais locais da cidade. Segundo ele, todos os automóveis são parados em fiscalizações policiais e os documentos dos passageiros, revistados. Os estrangeiros são obrigados a prestar esclarecimentos. De acordo com o repórter, o taxista sugeriu que ele omitisse a informação de que era jornalista.

Há dez dias, o Egito vive momentos de tensão em decorrência de onda de protestos contra a permanência de Hosni Mubarak na presidência do país. A situação se agravou ontem, depois que manifestantes pró e contra o governo se enfrentaram nas ruas das principais cidades egípcias.

De acordo com as Nações Unidas, até agora, mais de 300 pessoas morreram nos confrontos e cerca de 3 mil ficaram feridas.

Edição: Nádia Franco

fev
03


=====================================
ADIEU, MARIA!

(vhs)

fev
03
Posted on 03-02-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 03-02-2011


Maria e Marlon: imagem de Último Tango

========================================================

DEU NO IG

A atriz francesa Maria Schneider, que ficou famosa mundialmente nos anos 70 como protagonista do filme “Último Tango em Paris” (1972) ao lado de Marlon Brando, morreu nesta quinta-feira em Paris aos 58 anos. Ela fazia tratamento de um câncer, segundo informou a família.

Maria Schneider tinha apenas 19 anos quando protagonizou “Último Tango em Paris”, dirigido pelo cineasta italiano Bernardo Bertolucci. Cheio de cenas de nudez e sexo, o filme provocou escândalo na década de 70. Três anos após o filme, Maria estrelou “O Passageiro – Profissão Repórter”, ao lado de Jack Nicholson.

Filha do ator francês Daniel Gélin e de Marie-Christine Schneider, dona de uma livraria, Maria nasceu em 27 de março de 1952, em Paris. Sua última aparição no cinema foi em 2008, no filme “Cliente”, de Josiane Balasko.

Em uma entrevista concedida ao jornal britânico “Telegraph” em 2006, Schneider fala sobre uso de drogas e até de uma internação em uma instituição para doentes mentais, e afirma que seu único arrependimento era ter atuado em “Último Tango em Paris”:

“Se eu pudesse voltar no tempo, teria dito não. Teria feito meu trabalho gradualmente, discretamente. Eu teria sido uma atriz, mas de maneira mais tranqüila”.


=========================================================
Jackson do Pandeiro gravou, em 1959 ,o samba de Gordurinha e Almira Castilho, “Chiclete com banana”, que se tornou um de seus maiores sucessos e foi regravado anos mais tarde por Gilberto Gil. Nesta música foi empregado pela primeira vez o termo “samba rock”.

Eu só boto be-bop no meu samba
Quando o Tio Sam tocar num tamborim
Quando ele pegar no pandeiro e no zabumba
Quando ele aprender que o samba não é rumba
Aí eu vou misturar Miami com Copacabana
Chiclete eu misturo com banana
E o meu samba vai ficar assim
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Eu quero ver a confusão
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Tirurururiruri bop-be-bop-be-bop
Olhe o samba rock, meu irmão
É, mas em compensação
Eu quero ver o boogie-woogie de pandeiro e violão
Quero ver o Tio Sam, de frigideira
Numa batucada brasileira.
=========================================
http://www.jose-nelson.com
http://www.orkut.com/Community.aspx?c…
———————————————————
Maravilhosos Gordurinha e Almira! Grande Jacson do Pandeiro.

Saudades!!!

(VHS)


ACM Neto, Maria Luiza e João: “sem parcerias”

======================================================

Em sua primeira entrevista exclusiva a uma emissora de rádio na Bahia depois de eleito líder do Democratas na Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto, deixou evidente que já elegeu um alvo preferencial para suas críticas ao governo petista de Jaques Wagner: o novo secretário estadual de Cultura, Albino Rubim.

Neto estranhou não só o palavreado complicado do acadêmico da UFBA, mas principalmento a declaração do secretário de que Salvador não seria prioridade no governo, pelo menos no que se refere à sua secretaria: “Fiquei assustado. O berço da cultura da Bahia está em Salvador”, declarou ACM Neto.

Na longa conversa por telefone com o apresentador Mário Kértesz, o deputado ACM Neto afirmou que “é impossível a Bahia ter um secretário de Cultura que não olhe para Salvador em suas várias manifestações” e disse esperar que o governador corrija o grau de erro cometido pelo secretário. O parlamentar lembrou que na capital estão mais de 70% dos equipamentos culturais do estado.

Entrevistado no programa Jornal da Bahia no Ar esta quinta-feira (3), o novo líder do DEM comentou a situação nacional do partido e sua escolha para a liderança e a luta para manter o partido na oposição ao governo Dilma e não deixar o DEM ser engolido pelo governista PMDB, via “adesão” de Kassab, prefeito de São Paulo e Jorge Bornhausen.

“Durante os últimos 45 dias eu troquei minha casa pelo avião e percorri o país. O prefeito de São Paulo (Gilberto Kassab) tentou fazer a fusão do Democratas com o PMDB, o que levaria à exclusão do partido”, contou.

Depois de escolhido para líder, a missão  agora, segundo Neto, é reunificar o partido para que a oposição possa ser feita em alto nível. “O PT não vai governar o Brasil pro resto da vida”, afirmou.

Na Bahia

Em relação à Bahia, ACM Neto se mostrou particularmente contrariado com o comportamento dos deputados estaduais de oposição nos primeiros movimentos políticos na Assembléia Legislativa: “Não agiram com responsabilidade e maturidade”, disse ao lembrar que o governador Jaques Wagner tem larga vantagem para governar na Assembléia Legislativa.

Prefeito

Quanto a uma eventual candidatura a prefeito da capital em 2012, Neto preferiu manter o suspense mas sem conseguir esconder de todo a vontade manifestada já desde a eleição municipal passada. Disse que ainda é cedo para declarar uma possível candidatura. Recusou, no entanto, qualquer possibilidade de formar uma chapa com a esposa do prefeito João Henrique, Maria Luiza. “Quem diz isso não conhece a legislação eleitoral. Ela não pode ser vice. A legislação impede”.

O lider do DEM condenou a postura do prefeito e disse que não participou e não pretende participar da formação do secretariado municipal. “Respeito o prefeito, mas infelizmente ele jamais conversou comigo sobre as posições estratégicas do governo dele”, disse.

Provocado pelo entrevistador Mário Kertesz, o deputado falou também sobre o legado de seu avô, Antônio Carlos Magalhães, que teria sido deixado de lado por Neto na eleição municipal passada. “Eu acho que a Bahia vive um momento político diferente. O senador teve uma marca histórica, isso não vai se apagar jamais. Eu tenho o maior orgulho do que ele fez pela Bahia. Quero resgatar essa luta que ele teve pelos baianos”, comentou ACM Neto.

Finalmente, sobre o futuro do DEM, ACM Neto reafirmou seu apoio ao nome de José Agripino Maia, do Rio Grande do Norte, para a presidência nacional do Democratas. A eleição será realizada no dia 15 de março.Em relação à direção do partido no Estado, ACM Neto citou os nomes de Paulo Souto, José Ronaldo e José Carlos Aleluia, e pediu calma. “Não vai haver briga na Bahia. Isso eu lhe garanto”.

( Vitor Hugo Soares, com informações do portal da Metrópole)

fev
03
Posted on 03-02-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 03-02-2011


======================================================
Clayton , no jornal O Povo (CE)

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28