Deu em A TARDE

Valmar Hupsel Filho

Confusão e violência marcaram a ida de João Henrique à Câmara de Vereadores para a leitura da mensagem do prefeito ao Legislativo, evento que marca a abertura do terceiro ano da 16ª legislatura. Para escapar dos protestos, onde até vereadores foram agredidos pela polícia, o prefeito precisou passar oito horas seguidas na Câmara. E de lá só saiu após pedir ajuda ao governador Jaques Wagner.

Mesmo com o início da solenidade marcado para as 15 horas, João Henrique chegou ao prédio da Câmara por volta das 10 horas da manhã. No mesmo horário chegaram dezenas de militantes que o apoiavam. Estes receberam senhas e rapidamente ocuparam as galerias da casa, com faixas e cartazes de apoio à gestão municipal. “São funcionários da prefeitura que acabam sendo obrigados a estar aqui. Isso é um absurdo”, afirmou a vereadora Olívia Santana (PC do B).

João Henrique almoçou na presidência da Câmara, onde permaneceu até as 15 horas. Enquanto isso, manifestantes se aglomeravam do lado de fora do prédio gritando palavras de ordem e exibindo cartazes de “Fora João”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2011
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28