jan
23
Postado em 23-01-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 23-01-2011 20:02

Deu no Terra

O presidente português de centro-direita Anibal Cavaco Silva foi reeleito no primeiro turno com mais de 53% dos votos, à frente do poeta socialista Manuel Alegre (19%), em eleições marcadas por uma abstenção recorde, segundo resultados oficiais com base em mais de 98% das circunscrições.

Segundo estes resultados, publicados pelo Ministério do Interior , o índice de absteção supera os 53%, o que representa um recorde em uma eleição presidencial desde a democratização do país, há 36 anos.

Fernando Nobre, presidente da ONG portuguesa Assistência Médica Internacional (AMI) e único candidato da sociedade civil, obteve quase 14% dos votos, superando o comunista Francisco Lopes (mais de 7%), o deputado regional da Ilha da Madeira José Manuel Coelho (mais de 4%) e Defensor Moura, um socialista dissidente (1,5%).

Durante a campanha, Cavaco Silva, um economista conservador de 71 anos que durante 10 (1985-1995) foi primeiro-ministro, transformou sua experiência no argumento fundamental, perante às inquietações suscitadas pela crise financeira no país. Seu principal adversário, Manuel Alegre, era apoiado ao mesmo tempo pelo Partido Socialista do premiê José Sócrates e pelo Bloco de Esquerda (extrema esquerda).

Personalidade muito respeitada em Portugal, o presidente da República representa uma autoridade moral importante, mas não tem poder executivo, embora disponha do direito de dissolver o Parlamento. Desde o fim da ditadura em Portugal, em 1974, todos os presidentes candidatos a um segundo mandato foram reeleitos no primeiro turno.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2011
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31