jan
15
Postado em 15-01-2011
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 15-01-2011 23:27

Regão serraa: desastre sem tamanho/Terra

========================================================
O número de mortos em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região serrana do Rio de Janeiro chegou a 611 neste sábado. De acordo com informações da Defesa Civil, 274 óbitos foram registrados em Nova Friburgo, 263 em Teresópolis, 55 em Petrópolis e 19 em Sumidouro. A Polícia Civil do Rio informou que 590 corpos já foram identificados

As vítimas fatais que teriam sido encontradas em São José do Vale do Rio Preto não estão especificadas no último levantamento da Defesa Civil. O Terra tenta contato com a prefeitura da cidade, mas ainda não obteve sucesso devido à dificuldade de comunicação na região.

Ainda segundo a Defesa Civil e as prefeituras, são 8.120 desalojados e 5.970 desabrigados nas três cidades mais afetadas. Em Petrópolis, são 3,6 mil desalojados e 2,8 mil desabrigados. Em Teresópolis, são 1,3 mil desalojados e 1,2 mil desabrigados. Em Nova Friburgo, são 3.220 desalojados e 1.970 desabrigados.

As autoridades ainda não sabem estimar o número de pessoas desaparecidas porque as equipes de resgate enfrentam dificuldades para chegar, com o maquinário necessário, a locais afetados para tentar resgatar vítimas. Neste sábado, voltou a chover forte na região, o que prejudica as operações.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, disse na sexta-feira que as equipes devem utilizar rapel para chegar aos locais mais difíceis.

O Instituto Médico Legal (IML) do Estado montou uma força-tarefa para ajudar nas identificações dos corpos. Na porta dos locais improvisados como necrotérios, uma multidão procura por amigos, familiares ou conhecidos que desapareceram depois da madrugada de terça para quarta-feira. Muitos ainda não foram encontrados em meio aos escombros. O reconhecimento dos mortos é feito através de fotos.

Na cidade de Nova Friburgo, os setores da Justiça autorizaram que os corpos das vítimas sejam enterrados sem identificação porque os médicos-legistas que trabalham na região serrana não estão dando conta de reconhecer tantos mortos, que já começam a exalar mau cheiro por falta de refrigeração.

Leia mais no Terra ( http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2011
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31