João: rompimento com Geddel

====================================================

Deu em A TARDE

Aguirre Peixoto (Com a colaboração de Patrícia França)

Para tentar salvar sua gestão da crise administrativa e, de quebra, reunir maior apoio político, o prefeito João Henrique (PMDB) anunciou na noite de ontem , segunda-feira, 3, uma reforma no seu secretariado. Foram substituídos os titulares de seis secretarias, sendo que dois vereadores aliados passam a integrar o Executivo: Alfredo Mangueira (PMDB) e Gilberto José (PDT).

O objetivo principal, comenta-se nos bastidores, é evitar a aprovação, na Câmara de Vereadores, do parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que rejeitou a prestação de contas do prefeito. Caso o parecer se mantenha, João fica inelegível pelos próximos oito anos.

Para isso, vereadores ganharam cadeiras no Executivo e abriram espaço para a chegada à Câmara de outros aliados de João. A Casa Civil, órgão diretamente ligado ao prefeito e que coordena as ações de governo, ficará nas mãos do vereador Alfredo Mangueira (PMDB), ligado ao jogo do bicho. Já a Secretaria de Saúde, trocada recentemente, desta vez será comandada pelo vereador Gilberto José (PDT).

Outras mudanças ocorrem em secretarias estratégicas para a gestão. Na Secretaria da Fazenda, sai Flávio Mattos e assume um auditor fiscal de carreira, Artur Matos. Na Secretaria de Transportes e Infraestrutura (Setin), Euvaldo Jorge é substituído por Marcelo Abreu, que era o secretário de Trabalho. Nesta pasta ficará interinamente o subsecretário Emerson Palmeira. A Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) perderá Fábio Motta para a diretora de operações da Limpurb, Ângela Fernandes, que acumulará ambos os cargos.

Por último, a Ouvidoria-Geral (que não é secretaria) fica com Humberto Viana, substituindo Valdenor Cardoso (PTC), ex-vereador e grande aliado do prefeito. A Secretaria de Comunicação não informou se Valdenor continuará a exercer algum cargo no Executivo, mas ressaltou que há interesse pela permanência de João Cavalcanti, que ocupava a Casa Civil.

O troca-troca retira de vez o PMDB da administração municipal e consolida o afastamento entre João e o ex-ministro Geddel Vieira Lima. De acordo com nota à imprensa, os novos secretários foram escolhidos diretamente pelo prefeito, sem indicação de partidos aliados.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2011
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31