]
===========================================

BOA NOITE!!!

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011

Marcela: sucesso na posse e no twitter

===========================================

DEU NO TERRA

Enquanto a primeira presidente do Brasil discursava e recebia a faixa do ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva, outra mulher atraiu os olhares durante a cerimônia de posse. Marcela Tedeschi Temer, mulher do vice Michel Temer, despertou a curiosidade dos que assistiam o ato em Brasília. O sucesso foi tanto que a nova vice-primeira-dama chegou ao segundo lugar nos trending topics do Twitter (lista dos assuntos mais comentados no microblog) no Brasil e à sétima posição no mundo.

Temer se casou com Marcela em 26 de julho de 2003 em uma cerimônia discreta, para apenas 12 convidados, após menos de um ano de namoro. A jovem, então com 20 anos, prestaria vestibular para Direito e conheceu o novo vice-presidente da República em uma convenção em Paulínia.

Na época, Michel Temer afirmou que o tio e a mãe de Marcela, que a acompanhavam na ocasião, pediram para tirar fotos com ele. Temer solicitou então o telefone da jovem. Após diversos encontros, jantares e viagens, pediu a mão da moça em casamento. Juntos há sete anos, o casal tem um filho, Michelzinho, de 2 anos.

Das passarelas para Brasília

Jovem de classe média do interior paulista, Marcela Tedeschi sempre gostou do mundo do glamour e da moda. Filha de um microempresário e de uma dona de casa, começou a trabalhar em 2002 como recepcionista de um jornal da cidade de Paulínia, a 126 km de São Paulo. Alta, magra e bonita, a jovem tinha o sonho de ser modelo. Convidada pelo dono do jornal, que organizava concursos de beleza, Marcela disputou naquele ano o título de miss Paulínia e terminou com o segundo lugar. Pouco tempo depois, tentou o miss Campinas, do qual saiu vitoriosa, com uma das 32 vagas para disputar o Miss São Paulo. Foi vice-campeã, mais uma vez.

Pouco tempo depois, conheceu Temer, na época com 61 anos, deputado federal e presidente do PMDB. Por causa da relação com o peemedebista, que já dura sete anos, Marcela deixou o sonho de ser modelo de lado. Desde então, sua marca tem sido a discrição. Registros da agora vice-primeira-dama só são feitos em eventos aos quais comparece acompanhando o marido.

Sucesso no Twitter

Durante a transmissão da posse, tuiteiros famosos e anônimos ficaram impressionados com a beleza da mulher do vice-presidente do Brasil. E fizeram brincadeiras sobre a diferença de idade entre os dois, de 42 anos. “A mulher do Temer é como o PT, obviamente está com ele por amor, jamais por interesse”, disse Danilo Gentili. Marcelo Tas escreveu no microblog: Wikileaks Brasil trabalhando no feriado: foto de Marcela, a já famosa babe do Temer em traje miss”. “Nós não temos a Carla Bruni mas temos a marcela temer! Estamos bem na fita!”, postou Otávio Mesquita. “Queremos Marcela Temer na Playboy de fevereiro… RT”, escreveu a internauta @azoica.

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011


====================================
Aroeira, para O DIA (RJ)

jan
01

Dilma com a faixa:novo momento

=============================================

OPINIÃO/DILMA

A PRESIDENTA DO NOVO BRASIL

Maria Aparecida Torneros

NO FILME DOCUMENTARIO “JOSE E PILAR”, OBSERVEI QUE A VIUVA DO ESCRITOR SARAMAGO AVISA QUE QUER SER CHAMADA DE PRESIDENTA DA FUNDACAO CULTURAL QUE LEVA O NOME DO SEU MARIDO. ELA ENFATIZA QUE A PALAVRA FEMININA TRAZ A PECULIARIDADE DO GENERO, E DO QUANTO ISSO FAZ A DIFERENCA.

O BRASIL, A PARTIR DESTE PRIMEIRO DE JANEIRO DE 2011, TEM AGORA UMA PRESIDENTA, DILMA ROUSSEF, MULHER DE CARATER FORTE QUE SE IMPOE COMO LIDERANCA NOVA NA POLITICA NACIONAL.

EMBORA, TODOS SAIBAMOS QUE SUA ELEICAO SE DEVEU AO COMANDO DO PRESIDENTE LULA, SUA POPULARIDADE E SEU INDICE DE ACEITACAO EM TERMOS DE GOVERNO BEM SUCEDIDO ECONOMICA E SOCIALMENTE, NAO HA COMO FECHAR OS OLHOS AO DESEMPENHO PESSOAL DE CARISMA CRESCENTE, QUE DILMA VEM CONSTRUINDO E APRESENTANDO NOS ULTIMOS MESES.

AGORA, AO SER DADA A LARGADA DA SUA GESTAO PRESIDENCIAL, UM DESAFIO SE DELINEIA NO CENARIO BRASILEIRO INSTIGANDO O PAPEL QUE UMA MULHER FINALMENTE GALGA AO ASSUMIR O POSTO DE MANDATARIA DO EXECUTIVO NACIONAL.

PALMAS PARA A PRESIDENTA DILMA, UMA MULHER QUE MERECE VOTOS DE SUCESSO, SORTE E MUITOS ACERTOS NA CONDUCAO DE UM NOVO BRASIL, UM BRASIL FEMININAMENTE POSICIONADO, ESTE PAIS GIGANTE E AGORA TAO FEMEO, QUE NOS ACONCHEGA COMO PATRIA MAE GENTIL, EXATAMENTE REFLETINDO A LETRA DO SEU HINO, PATRIA AMADA, DAS MARIAS, DAS MENINAS, DAS MULHERES COMANDADAS A PARTIR DE AGORA, PELA DILMINHA, COMO ELA CARINHOSAMENTE COSTUMA SER CHAMADA POR SUA MAE, D. DILMA JANE, SIMBOLIZANDO UM MATRIARCADO EMERGENTE, PAGINA COR DE ROSA NA HISTORIA DO NOVO BRASIL!

CIDA TORNEROS, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária

Wagner: prioridades no prieiro discurso

==========================================

No discurso feito da tribuna da Assembléia Legislativa da Bahia (Centro Administrativo) depois de ser empossado para seu segundo mandato, o governador petista Jaques Wagner definiu a construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica, sobre a Baia de Todos os Santos, e o combate à violência (em especial o tráfico e consumo do crack) entre as prioridades do seu segundo mandato.

Jaques Wagner e o vice-governador, Otto Alencar, foram empossados na manhã deste sábado(01), tendo o governador em seguida embarcado para participar da posse da presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

A sessão solene de posse começou às 8h30 com a execução do hino nacional e, logo em seguida, com o discurso do primeiro secretário, o deputado estadual Roberto Carlos (PDT). No discurso depois de empossado, Wagner falou das conquistas de seu primeiro governo e definiu prioridades para o mandato iniciado hoje. A construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica, sobre a Baia de Todos os Santos, projeto que ele considera “uma nova saída para o desenvolvimento da Bahia”, foi citade entre as prioridades do seu segundo mandato.

“Creio que a nossa volta a esta tribuna está lastreada naquilo que sonhamos, no projeto que oferecemos ao povo e naquilo que conseguimos realizar nessa caminhada de 4 anos”, disse. Wagner.

O governador da Bahia também falou sobre os desafios e as prioridades para o segundo mandato que se inicia no dia de hoje. “Reafirmo meu compromisso de fortalecer o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, espaço de diálogo e participação da Sociedade Civil dentro da sua pluralidade. Nossa prioridade são os que mais precisam. O povo trabalhador, o povo mais humilde da cidade e do campo”, afirmou.

O crack foi um tema de destauwe no pronunciamento. Para o governador da bahia a droga é uma perversa epidemia e um grande problema de saúde pública. Wagner prometeu mais apoio a essa questão. “Vamos também criar uma superintendência para Prevenção e Acolhimento aos Usuários de Drogas, capaz de dar apoio às pessoas que sofrem com o vício, e aos seus familiares”, falou.

(Postado por Vitor Hugo Soares)

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011

Sócrates:presença confirmada em brasília

deu no portal europeu TSF (Portugal)
==========================================
A primeira presidente brasileira toma posse este sábado para um mandato de quatro anos onde estão no horizonte diversos desafios.
Quase meia centena de líderes estrangeiros, incluindo José Sócrates, de Portugal, vão estar presentes, este sábado, na posse de Dilma Rousseff, que substitui o seu “mestre” Lula da Silva.

Com 47 líderes estrangeiros na assistência, a primeira presidente brasileira toma posse numa cerimónia com início marcada para as 13h em Brasília (16:00 de Lisboa) com o objetivo de poder superar o seu antecessor.

Num país com uma classe média ascendente, depois de cerca de 50 milhões de brasileiros terem saída da pobreza no tempo de Lula, Dilma enfrenta também enormes desafios.

Nos próximos quatro anos, a sucessora de Lula terá pela frente o desafio da educação, que continua pobre e desigual, da carga tributária, que continua pesada, do risco da inflação e da precariedade do sistema de saúde.

A violência e a segurança são outros dos problemas que o Brasil continua a enfrentar, bem como a corrupção e o clientelismo da máquina pública.

Com o Mundial e os Jogos Olímpicos no horizonte, Dilma tem também de enfrentar o desafio de um país com poucas estruturas eficientes.

Apesar das dificuldades, quatro em cinco brasileiros, segundo as últimas sondagens, acreditam num governo tão bom ou melhor que o de Lula com a nova presidente do Brasil.


=================================

A sugestão da música para começar o primeiro dia do ano no Bahia em Pauta vem do garimpo de preciosidade do jornalista Gilson Nogueira, colaborador de primeira hora deste site blog encravado em Salvador, mas com janelas sempre aberta para o Brasil e o mundo.
Está no álbum Raridades (1968 – 1971), lançado no box “Wilson Simonal na Odeon”, gravada em 11 de março de 1970 e lançada originalmente pela Odeon em single 7B 422 em março de 1970.

Segundo o autor do clip, na volta de uma viagem à França, Simonal e o Som Três gravaram em Milão, Itália, o compacto com esta música e Ecco il Tipo.
(Vitor Hugo Soares, com a colaboração de Gilson Nogueira)

BOM DIA!!!

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011

A Argentina sofreu um terremoto de 6,9 graus na escala Richter na manhã deste sábado, primeiro dia do ano. O tremor foi registrado às 6h56 pela agência americana de monitoramento geológicio (USGS)

O epicentro foi localizado a 151 km a nordeste da cidade de Santiago del Estero e, até o momento, não foram registrados danos nem vítimas.

Em fevereiro, um forte sismo ocorreu nas províncias argentinas de Salta e Jujuy, deixando dois mortos. Uma parede caiu em cima de uma criança de oito anos e um homem de 59 anos faleceu com o desmoronamento da casa onde vivia. Na ocasião, a magnitude foi de 6,1 graus na escala Richter.

Uma semana antes, o Chile sofreu uma tragédia com um terremoto de 8,3 graus da escala Richter que provocou destruição e centenas de mortes.

(Informações do IG(SP) com AFP)

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011


=================================================
BOA NOITE!!! FELIZ 2011!

jan
01
Posted on 01-01-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-01-2011


Lula depois do último compromisso oficial

==============================================

ARTIGO DA SEMANA

FREUDIANA DESPEDIDA DE LULA

Vitor Hugo Soares

Observo os derradeiros passos e descompassos do presidente da República na semana de sua despedida (?), com a atenção redobrada de veterano repórter e novo blogueiro baiano. Não é difícil constatar: Luis Inácio Lula da Silva oscila entre sentimentos opostos, que mexem profundamente com o “perfil psicológico freudiano” do ex-retirante da seca nordestina com tudo para dar errado na vida, mas que chegou ao posto mais alto de comando de seu País – como resumiu o analista de comportamento Jacob Pinheiro Goldberg na retrospectiva dos “anos Lula” da Radio Band News-FM.

De um lado, a eufórica felicidade do governante que sai nos braços do povo e pode exibir na partida, dentro de casa e ao mundo, boletins que lhes dão quase 90% de aprovação popular, a exemplo da mais recente pesquisa CNT/Sensos que ele brandia do alto do palanque oficial de seu adeus na capital baiana na última quarta-feira (29). .

Em contraste, a mágoa profunda exposta na face, nos gestos e nos atos em meio aos festejos, pajelanças e rapapés destes últimos dias na viagem entre Recife e Salvador – e ontem também em Brasília. Nesse caso, o que se vê é um governante incomodado, a esmurrar o vento que sopra à sua frente. Lula não consegue engolir as críticas que pipocam na imprensa nas edições de balanço de seu governo. E reage com o que sabe fazer como ninguém: gerar polêmica e notícias em seu entorno.

Muito menos ele tolera ou silencia – como sugerem advogados do politicamente correto – quando as avaliações negativas partem de adversários políticos que o fustigam e lhe dão nos nervos. Em especial as que chegam pelas palavras ditas ou escritas por ex-ocupantes do posto cujo comando ele transmite neste sábado, primeiro dia de 2011, para a petista Dilma Rousseff – carregada no verbo e no muque até colocar no lugar que ele deixa vago a partir de hoje no Palácio do Planalto.

Pior ainda se as análises e comentários pouco gratificantes, quanto ao seu comportamento pessoal ou aos seus oito anos de administração, chegam pela boca ou pela escrita, com timbre e açoite de PHD acadêmico, do ex-amigo, ex-colega e atualmente um dos críticos mais incômodos do presidente que sai. “Aquele mesmo que dois anos antes de terminar o mandato presidencial, já não havia mais nenhum muro disponível no País onde a população tivesse espaço para escrever: “Fora não sei quem”, reagiu o presidente de partida, do alto do palanque oficial em Salvador, ao lado do governador petista reeleito, Jaques Wagner.

Era um ato de entrega de casas populares pelo governo federal, na passagem de despedida do presidente pela Bahia. Lula não citou nome nem sigla, mas todo mundo entendeu. E foi um dos momentos mais aplaudidos do discurso. Emoção à flor da pele e língua afiada, como sempre, Luís Inácio Lula da Silva, com os dados da pesquisa CNT/Sensus nas mãos, proclamava a boa notícia dos 87% de aprovação popular como um troféu de Copa do Mundo que acabasse de conquistar.

Mas, logo em seguida, ainda na Bahia, a mágoa pelas críticas aflora de novo e marca o rosto e os gestos do presidente. Revela-se outra vez o contraste de sentimentos que molda com perfeição o perfil do governante nestes dias de final de mando. E ele reage bem ao seu estilo, devolvendo as pedras que mais lhe incomodam o sapato.
“Foi um torneiro mecânico, pernambucano, presidente do Brasil, com a ajuda de sua equipe econômica, que soube lidar com a crise. Acrescentou: a passagem pelo Planalto lhe deu voz na cena internacional, enquanto chefes de Estado estrangeiros custavam para lidar com a crise econômica. Ainda assim, frisou, não deixou de receber todos os representantes da sociedade. “Nunca me chamaram de excelência”. E, da Bahia, arremessou mais um dardo na direção dos críticos na imprensa e adversários políticos: ”Deviam pedir desculpas”.
Ao traçar o perfil psicológico do presidente na retrospectiva da Band News, Jacob Goldberg destacou traços freudianos de Lula, o retirante nordestino pobre, filho de pai ausente “Self made man” típico, que absorveu o desejo de “ser pai de todo mundo” como um dos traços mais marcantes de sua personalidade. “Filho de família numerosa tinha só duas alternativas: se perder na mediocridade entre tantos irmãos, ou fazer de tudo para se destacar. Foi esta última a escolha salvadora de Lula”, explica o analista de comportamento paulista.
Ontem, em Brasília, o ato administrativo final foi emblemático deste perfil tão complexo e polêmico do presidente que passa o posto. Lula negou a extradição de Cesare Battisti, assegurando asilo no Brasil ao ex-ativista político italiano. O rastilho de críticas e ataques começou a se espalhar ontem mesmo na imprensa brasileira e italiana, sem falar nos adversários políticos e “juristas” de ocasião.
Cercado de ministros civis e militares, que disputavam com auxiliares comuns e familiares uma foto de despedida ao lado do presidente, no palácio do Planalto na manhã de ontem, Lula parecia o personagem da música ”Tô nem aí”. Seguramente convencido de ter assegurado, mesmo fora do governo, que ainda será o centro do debate, da polêmica e das notícias pelo menos durante este primeiro mês do governo Dilma.
A conferir.

Vitor Hugo Soares é jornalista. E-mail:vitor-soares1@terra.com.br

  • Arquivos

  • Janeiro 2011
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31