Waldir Regis (de preto): morto por diretor da BF

======================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Redação

O diretor da rede de farmácias Boa Farma, Albérico Pinto Lopes, matou a tiros o presidente da empresa Waldir Mattos Régis, 71, na manhã desta segunda-feira (20), em Salvador. Segundo o delegado André Carneiro, após atirar no presidente, o diretor se matou com um tiro na cabeça.

Waldir chegou a ser socorrido em estado grave ao Hospital Geral do Estado, mas não resistiu ao ferimento e morreu na emergência. O crime aconteceu na sede da empresa, na Rua das Acácias, nº 261, no Caminho das Árvores.

Segundo testemunhas, os dois se desentendiam, com frequência, por conta da administração da rede de farmácias.

Em um comunicado no site da Boa Farma, eleições para definir os cargos de diretores, conselheiros administrativos e fiscais estão previstas para acontecer no início de 2011.


======================================================
BP DESEJA MAIS SUCESSO AINDA PARA A SAPECA DE JUAZEIRO -PEDAÇO BAIANO Á BEIRA DO RIO SÃO FRANCISCO ONDE ESTE EDITOR APRENDEU A DANÇAR BOLERO EM “ASSUSTADOS” FANTÁSTICOS E VIVEU ALGUMAS DAS MELHORES EMOÇÕES DE SUA ADOLESCÊNCIA E COMEÇO DE JUVENTUDE . MAIS ALEGRIAS TAMBÉM PARA A CONTERRÂNEA DE JOÃO GILBERTO E GALVÃO (DOS NOVOS BAIANOS) NOS VÔOS LATINOS QUE ELA PRETENDE ALÇAR. ESTA É UMA VIAGEM QUE TAMBÉM FALA DE PERTO AO BAHIA EM PAUTA E AO CORAÇÃO DE SEU EDITOR.

(Vitor Hugo Soares )

dez
20
Posted on 20-12-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 20-12-2010


======================================================
DEU NA COLUNA RADAR ONLINE, DA REVISTA VEJA, ASSINADA PELO JORNALISTA LAURO JARDIM
======================================================

Direto da Bahia

Ivete: aposta no mercado latino-americano

Por uma decisão estratégica de sua gravadora, a Universal, Ivete Sangalo vai invadir no início de março a América Latina e algumas cidades de grande concentração de latinos nos EUA. Além de uma megaturnê, o CD e o DVD de Ao Vivo no Madison Square Garden, recém-lançado no Brasil, terão lançamentos simultâneos em toda a região.

Nelson Pelegrino, pelo PT e….

…Alan Sanches, pelo PMDB:primeiras apostas

=======================================================

OPINIÃO POLÍTICA

A sucessão municipal

Ivan de Carvalho

Desde 1994, as eleições presidenciais ocorrem a cada quatro anos e isto as alinhou às eleições para o Congresso, governos estaduais e do Distrito Federal e Assembléias Legislativas e Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Esta coincidência deixou de fora as eleições municipais, que acontecem também a cada quatro anos, mas a meio caminho entre uma “eleição geral” e outra. Tal sistema implicou em que passamos a ter eleições em todo o país de dois em dois anos.
Isto está fazendo com que já se saia de uma eleição preparando a seguinte, a realizar-se daí a dois anos. É o que acontece, por exemplo, em Salvador, onde a preparação para a eleição do sucessor do prefeito ainda peemedebista João Henrique já está em pleno curso.

Até onde se consegue prospectar, o PT, salvo algum acidente de percurso, já tem candidato. Trata-se do deputado Nelson Pelegrino. Ele tem, em todas as oportunidades, tentado chegar à prefeitura de Salvador. Como candidato ou pelo menos como aspirante a candidato, como ocorreu em 2008.

Pelegrino é uma liderança muito expressiva no PT da Bahia e principalmente no PT de Salvador. Em 2008 – quando, derrotado nas prévias do PT por Walter Pinheiro, que contou com o apoio decidido do governador Wagner nessas prévias –, Pelegrino apoiou a candidatura de Pinheiro o melhor que pôde.
Derrotado no pleito municipal, Pinheiro emergiu como aspirante a candidato ao Senado pelo PT, mas Waldir Pires foi lançado por um grupo do partido. Pelegrino não ficou com Waldir, que manteve-se candidato até o fim (por princípio), mas com Pinheiro. Não foi anunciado, mas é da lógica política que para apoiar Pinheiro internamente e depois suar a camisa por ele na campanha eleitoral, Pelegrino haja conseguido um acordo que lhe assegure a condição de candidato do PT a prefeito em 2012. A presunção é de que o candidato petista será ele. Se perder para a prefeitura, conserva seu mandato de deputado. Mas desta vez suas chances parecem melhores que nas ocasiões anteriores.

O PMDB está sob o comando de Geddel Vieira Lima, que, salvo melhor juízo, não disputará a prefeitura. Mas o partido pode disputar. Se o fizer, tudo indica que seja com Alan Sanches. Reeleito vereador em 2008, foi o mais votado para a Câmara Municipal, com 15.206 votos. É o presidente da Câmara no atual biênio. E foi eleito deputado estadual este ano, sendo o mais votado da coligação liderada pelo PMDB. Teve 33 mil votos somente na capital.

Mas o PMDB tem uma alternativa importante – fazer uma coligação para apoiar a candidatura do deputado ACM Neto a prefeito. Isto, é claro, se Neto for candidato ao cargo pela segunda vez. Ele ainda está estudando sua situação partidária, que depende da legislação de fidelidade partidária. Pois está no DEM, legenda pela qual se reelegeu.

E o mandato, segundo o TSE e o STF, é do partido. Mas o DEM pode liberá-lo. Ou a legislação pode mudar. De qualquer sorte, se ele for candidato a prefeito, pelo DEM, o PSDB ou outra legenda, o PMDB poderá apoiá-lo. Pode ser, no entanto, que Neto prefira se preservar para a hipótese de ser candidato a governador em 2014, se a conjuntura favorecer.

Das peças que neste momento parecem relevantes, falta uma. O prefeito João Henrique. Ele pode querer lançar um candidato próprio para ganhar espaço na campanha eleitoral e ajudar os candidatos de seu grupo a vereador. Quem lançaria? Difícil especular. Uma hipótese seria o secretário municipal João Carlos Bacelar, do PTN, que teria a tranquilidade de, mesmo perdendo, continuar com seu mandato de deputado. Mesmo caso de Alan Sanches e ACM Neto, embora este último tenha de avaliar outras questões também.

dez
20
Posted on 20-12-2010
Filed Under (Charges) by vitor on 20-12-2010


=====================================================
Pelicano, no Bom Dia (SP)

Vitória histórica no senado americano

=================================================

EUA:Vitória histórica dos direitos civis

Regina Soares
Direto de Belmont (EUA-CA)

“Don’T Ask, Don’T Tell,” refere-se a norma que regulava desde 1993, a conduta dos homossexuais no serviço militar dos Estados Unidos. No último sábado o controverso – e por muitos considerado irregular – estatuto foi banido da legislação por  63 x 33 votos no Senado, frustrando assim o esforco Republicano de bloquear a votação final que eliminaria a rejeição da norma.

Uma decisão histórica, equiparada ao momento que acabou com a segregação racial no serviço militar. Depois de 17 anos homens e mulheres poderão servir seu pais abertamente, sem a obrigação de negar sua orientação sexual. Uma vitória também do Presidente Obama que apoiou e fez campanha a favor da reforma e deverá assinar a nova legislação aprovada pelo Senado. Sua implementação no entanto estará pendente de arranjos feitos nos regulamentos militares com o fim de impedir transtornos nas tropas americanas em combate. Espera-se que casos de expulsão do serviço militar, relacionados a gays e sua habilidade de revelar sua conduta, sejam perdoados logo que a lei seja assinada por Obama.

A maioria dos americanos apóiam a decisão de banir a ordem de DADT e consideram uma hipocrisia o fato de cidadãos americanos serem forçados a mentir enquanto servem seu país. “Hoje nós corrigimos um erro” disse o Senador Joseph Liberman, Independente do Estado de Connecticut que liderou o movimento, “Hoje fizemos justiça”.

“Não me importa quem você ama” manifestou o Senador Ron Wyden, Democrata de Oregon, ao abrir a sessão de debates, “Se você ama o seu país ao ponto de arriscar sua vida por ele, você não tem que esconder quem você é”.

Regina Soares, advogada especializada em eleições nos Estados Unidos, mora em Belmont, na área de Baia de San Francisco, Califórnia.


===============================================
Um Natal The Best para Todos ligados no BP. Hoje e Sempre. Na Paz de Deus!!!
BOA NOITE

(Gilson Nogueira)

Nuvem negra cobriu área da explosão/El Universal
Pelo menos 27 mortos, 52 feridos (pelos dados mais atualizado da defesa civil mexicana, segundo o jornal El Universal) e enormes danos materiais são o saldo da explosão num oleoduto em San Martín Texmelucan, no estado de Puebla, centro do México, segundo fontes dos serviços de defesa civil.

A explosão ocorreu este domingo de madrugada (hora local) e, segundo a coordenadora do Sistema Nacional de Proteção Civil, Laura Gurza, o incidente pode estar relacionado com uma tentativa de extração de combustível de forma clandestina.

Cinco mil pessoas foram retiradas da área e encaminhadas pelas autoridades para um pavilhão polidesportivo para receberem apoio.

Em resultado da violência da explosão 32 casas ficaram totalmente destruídas e outras 33 sofreram estragos.

O incêndio resultante da explosão já foi declarado sob controlo dos bombeiros.

A explosão ocorreu pouco depois das 05:30 locais , num oleoduto da Pemex e, segundo as autoridades, o roubo de combustível a partir da rede da empresa estatal mexicana de petróleo é uma prática comum.

(Com informação do jornal El Univerdrsal , do México, e portal TSF, de Portugal )

dez
19


=========================================
Na coluna Radar, assinada pelo jornalista Lauro Jardim, a revista VEJA publica na edição desta semana:

Lúcio: “de avião nem amarrado”

—————————————————-

CÂMARA

O pânico do deputado

Teve início há duas semanas um suplício na vida do deputado federal recém-eleito Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel.Como não entra num avião nem amarrado, Lúcio foi de carro de Salvador a Brasília. Voltou da mesma forma. Uns 1.500 quilômetros de estrada. Quando a legislatura começar de verdade, será que o nobre deputado terá disposição para fazer essa viagem todas as semanas

dez
19
Posted on 19-12-2010
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-12-2010


=================================================

Nome fundamental da história da música popular urbana, autor de clássicos como “Safe As Milk” ou “Trout Mask Replica”, tão influentes quando comercialmente falhados, Captain Beefheart morreu sexta-feira aos 69 anos, de esclerose dupla, doença que enfrentava há anos.A notícia só foi divulgada ontem, sábado, segundo o jornal PÚBLICO, de Lisboa.

Captain Beefheart foi um dos músicos mais influentes da era rock, alargando-lhe horizontes com temperamento de artista incorruptível. Companheiro em vanguardismo de Frank Zappa, reverenciado por várias gerações de músicos e artistas, de Tom Waits a Johnny Rotten, de Matt Groening, criador dos Simpsons, a Alex Kapranos, dos Franz Ferdinand, não resistiu à esclerose múltipla de que sofria há muito.

Morreu sexta-feira em Arcata, na Califórnia onde nasceu, anunciou ontem um representante da galeria Michael Werner, em Nova Iorque, que albergou várias exposições do homem nascido Don Van Vliet e imortalizado enquanto Captain Beefheart. Tinha 69 anos e abandonara a música em 1982 para se dedicar à sua outra grande paixão, a pintura, construindo uma reputação respeitável no meio artístico com as suas telas expressionista de grandes dimensões.

O seu lugar na história da música popular urbana, apesar de nunca ter sido um autor de fama comercialmente falando, estava já afastado para cuidar da saúde.servado.

Influenciado pelo blues e pelo rhythm & blues – a base de quase toda a sua música -, transformou essas linguagens em palco de experimentação extrema, distorcendo-as sob a inspiração do free-jazz, como no clássico “Trouta Mask Replica”, de 1971, ou usando-as como prolongamento da sua visão artística, onde cabiam dadaísmos, jogos fonéticos admiráveis, surrealismo em escrita automática ou teatro do absurdo em formato canção.

Os vários conjuntos de músicos que o acompanharam desde o final da década de 1960 – editou o primeiro álbum, “Safe As Milk”, em 1967 -, eram sempre creditados como The Magic Band, nome certeiro para o carácter visionário da música que o exigente líder Beefheart deles extraía

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 ... 21 22

  • Arquivos

  • dezembro 2010
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031