Uma torcida de primeira, apesar da queda/Correio

=======================================================

Deu no CORREIO

A presença de mais de 30 mil torcedores rubro-negros no Barradão não foi suficiente para empurrar o time do Vitória no jogo contra o Atlético-GO na tarde deste domingo (5). O time baiano ficou no empate sem gols contra Dragão, oponente direto na luta contra o rebaixamento, e com o resultado volta à Série B depois de três anos.

As duas equipes terminam a competição com 42 pontos, mas com vantagem no número de vitórias para o Atlético-GO – 11 contra nove. Assim, o Vitória se junta a Guarani, Goiás e Grêmio Prudente no grupo dos quatro clubes que disputarão a Segunda Divisão na temporada 2011


=========================================================
Valeu, FLUMINENSE!

Boa festa, tricolores!

(VHS)

dez
05
Posted on 05-12-2010
Filed Under (Newsletter) by vitor on 05-12-2010


========================================================
Foram 26 anos de espera e muito sofrimento neste domingo. Porém, isso acabou. Com a vitória sobre o Guarani por 1 a 0, no Engenhão, o Fluminense faturou o seu segundo título brasileiro da história, que teve a sua primeira edição em 1971. O gol “salvador”, aos 16 minutos do segundo tempo, foi marcado pelo atacante Emerson. Além destas conquistas, o Tricolor tem mais dois troféus de expressão no cenário nacional: a Taça de Prata de 1970 (Roberto Gomes Pedrosa, considerado o Brasileiro da época) e a Copa do Brasil de 2007.
(UOL)

dez
05
Posted on 05-12-2010
Filed Under (Charges) by vitor on 05-12-2010


======================================================
Samuca, no Diário de Pernambuco (PE)

DEU NO PORTAL IG

Eleita presidenta com 55 milhões de votos, a petista Dilma Rousseff pode ter dificuldade em conseguir apoio popular se quiser fazer mudanças nas leis que tratam de temas polêmicos como aborto, direitos dos homossexuais e consumo de drogas. Pesquisa Vox Populi encomendada pelo iG para mapear as expectativas dos brasileiros em relação ao futuro governo mostra que a maioria da população não aceitaria mudanças nas regras que regem atualmente essas áreas.

O aborto, em especial, entrou na pauta da disputa eleitoral deste ano e levou tanto Dilma quanto o presidenciável José Serra (PSDB) a prometerem que, caso eleitos, não promoveriam mudanças nas regras relacionadas ao assunto.

Dilma, que antes de ser candidata havia dado declarações favoráveis à descriminalização do procedimento, viu aumentar, na reta final da campanha, a resistência de setores religiosos à sua candidatura. A petista acabou escrevendo uma carta se comprometendo a manter as leis sobre o tema e “de outros temas concernentes à família e à livre expressão de qualquer religião no País”.

Para 82% dos entrevistados pelo Vox Populi, o aborto não deveria deixar de ser crime no País. Entre os habitantes das regiões Norte e Centro Oeste, 89% defendem a punição de quem pratica o ato, contra 77% no Sudeste, o menor índice. De acordo com o instituo, é mais fácil encontrar quem defenda mudanças na lei do aborto em grandes cidades (19%) do que em municípios menores (9%).

O índice de rejeição à prática do aborto não varia significativamente entre gênero, idade e renda – é maior apenas entre eleitores com nível superior: 19%, contra 10% de quem estudou até a quarta série, por exemplo. Os índices de rejeição também são os mesmos entre eleitores de Dilma e Serra (82%) e atingem altos patamares tanto entre eleitores religiosos (86% dos evangélicos rechaçam a ideia) como entre os que dizem não ter religião (78%).

Para 72% das pessoas, o governo Dilma não deveria sequer propor uma lei que discriminalize o aborto – ideia compartilhada tanto por católicos (73%) como por evangélicos (75%) e membros de outras religiões (69%).

BOM DOMINGO PARA TODOS!!!

BRILHO TOTAL PARA O FLUMINENSE, NO RIO DE JANEIRO, E MUITA SORTE PARA O VITÓRIA, NA BAHIA. PODE PARECER LOUCURA, OU INCOERÊNCIA, MAS TORÇO DESBRAGADAMENTE PELO TRICOLOR CARIOCA E PELO RUBRONEGRO BAIANO.

(VHS)

  • Arquivos

  • dezembro 2010
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031